Huawei Band 9 chega com always-on display e TruSleep 4.0; saiba preço

Pulseira tem always-on display, monitoramento de sono com relatórios e detecção automática de exercícios. Preço promocional é de R$ 299.

Giovanni Santa Rosa
Por
Huawei Band 9
Huawei Band 9 tem cinco opções de cor (Imagem: Divulgação / Huawei)

A Huawei lançou no mercado brasileiro sua Band 9, com preço de lançamento de R$ 299. A nova geração da pulseira fitness tem poucas novidades em design, mas ganhou monitoramento de sono aprimorado com o TruSleep 4.0, always-on display (AOD) com mostradores minimalistas, e sensor de luz ambiente para controlar o brilho do visor.

A Huawei Band 9 é praticamente idêntica à Band 8. As dimensões são quase as mesmas — apenas a largura é 0,3 mm maior. A tela AMOLED de 1,47 polegada e os 14 g de peso (sem a pulseira) continuam iguais. Mesmo assim, há novas cores: azul, rosa claro, amarelo limão, branco e preto. O material de borracha da pulseira é mais confortável, segundo a empresa. A caixa tem novos detalhes para dar um ar premium, como revestimento de dez camadas para brilho extra no modelo preto e moldura dourada gravada a laser no modelo branco.

Tela sempre ligada com mostrador minimalista

As principais novidades estão nos recursos. Um deles é o always-on display (AOD). Com ele, a tela fica ativada por todo o tempo, e o mostrador passa a ser exibido em uma versão minimalista, preservando o design e as informações essenciais, mas ocultando elementos visuais mais detalhados.

Huawei Band 9, várias pulseiras ligadas com mostradores minimalistas
No modo AOD, mostradores preservam o design, mas exibem menos informações (Imagem: Divulgação / Huawei)

O display da Huawei Band 9 é AMOLED, o que significa que ele consegue ativar pixels individualmente, gastando menos energia. Mesmo assim, ele não faz milagre: com o AOD ativado, a estimativa de duração da bateria é de apenas três dias. Sem o AOD, chega a nove dias de uso intenso e 14 dias de uso moderado.

A recarga rápida consegue encher o dispositivo em 45 minutos, e cinco minutos na tomada são suficientes para até dois dias de uso.

Novidades para nadar e dormir

Os novos recursos da Huawei Band 9 vão além do AOD. A pulseira fitness recebeu novidades em monitoramento de sono e atividades físicas. Na parte do sono, o aparelho conta com o TruSleep 4.0. Ele inclui relatórios completos de sono, com análise personalizada e dicas para dormir melhor, incluindo dados como respiração, frequência cardíaca e saturação de oxigênio.

Huawei Band 9 amarela
Material usado na pulseira é mais confortável, segundo a empresa (Imagem: Divulgação / Huawei)

A Huawei Band 9 também traz o TruSeen 5.5, novo algoritmo de monitoramento cardíaco e respiratório. A empresa afirma que ele é mais preciso e rápido. O tempo para análise caiu de 20 para menos de 15 segundos.

Os anéis de atividade, que mostram o progresso das metas diárias de movimento, exercício e tempo em pé, também ganharam uma atualização. A Huawei Band 9 é capaz de monitorar mais de 100 tipos de exercícios e detecta automaticamente quatro tipos de atividades.

O monitoramento de natação, já presente no modelo anterior, ganhou mais precisão graças a um novo sensor de nove eixos (a Band 8 tinha um sensor de seis eixos). Com isso, é possível medir número de braçadas e pontuação swolf em tempo real, por exemplo.

Huawei Band 9 chega com promoção

As vendas da Huawei Band 9 começam em 8 de maio. Até o dia 26 de maio, o produto será vendido pelo preço promocional de R$ 299 na Amazon e no Mercado Livre. Após este dia, o preço sugerido é de R$ 399. O modelo anterior foi lançado a R$ 379.

Com informações: Huawei

Receba mais sobre Huawei na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados