Snapdragon

A Qualcomm anunciou nesta semana o primeiro chip da série 700. O Snapdragon 710, como é chamado, tem tecnologia de fabricação de 10 nanômetros e chega com promessa de mais desempenho, consumo de energia até 40% menor em determinadas aplicações e otimização para inteligência artificial.

Oito núcleos Kryo compõem o chip: dois Cortex-A75 de 2,2 GHz para tarefas de alto desempenho e seis Cortex-A55 de 1,7 GHz para atividades que exigem menos processamento. O Snapdragon 710 possui ainda GPU Adreno 616 de 750 MHz, processador de sinal de imagem (ISP, na sigla em inglês) Spectra 250, além do modem LTE X15.

A novidade inclui um motor que otimiza o desempenho de recursos de inteligência artificial em aplicações como assistentes de voz, reconhecimento facial e ajustes de fotos (aplicação de filtros automáticos ou fundo desfocado, por exemplo). Falando nelas, o Spectra 250 permite que o smartphone tenha sensor único de até 32 megapixels ou duplo de até 20 megapixels.

Snapdragon 710

O Snapdragon 710 também pode lidar com telas com resolução de até 3040×1440 pixels e HDR. No quesito conectividade, o X15 é um modem LTE de categoria 15, que garante taxas de até 800 Mb/s (megabits por segundo) no download e 150 Mb/s no upload.

No desempenho, a Qualcomm destaca até 20% mais rendimento geral e consumo de energia até 40% menor em jogos ou vídeos com 4K e HDR na comparação com o Snapdragon 660.

Unidades do Snapdragon 710 já estão sendo enviadas a fabricantes. O chip tem como foco smartphones intermediários premium. Os primeiros aparelhos equipados com o novo processador deverão ser anunciados no final deste trimestre ou em meados do próximo.

Com informações: AnandTech.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados