A Samsung resolveu enfiar o antivírus da McAfee até nas TVs

TVs de 2019 da Samsung terão antivírus da McAfee pré-instalado. Para quê?!

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
TV QLED Samsung Q8CN

A Samsung e a McAfee têm uma parceria comercial que já dura alguns anos: desde o Galaxy S8, os smartphones da fabricante coreana possuem um antivírus pré-instalado de forma discreta, que pode ser habilitado nas configurações do sistema. Mas parece que o negócio está saindo do controle: as empresas decidiram que seria uma boa ideia embutir o software nas Smart TVs também.

O anúncio foi feito sem alarde na segunda-feira (25), quando a McAfee revelou que estendeu o acordo com a Samsung para integrar o antivírus ao novo Galaxy S10. Então, o How To Geek notou o seguinte trecho no comunicado à imprensa: “A McAfee ampliou seu contrato para ter a tecnologia McAfee Security for TV pré-instalada em todas as Smart TVs da Samsung produzidas em 2019”.

E para que serve esse tal de McAfee Security for TV? Segundo a empresa de segurança, ele “escaneia por apps que rodam nas Smart TVs da Samsung para identificar e remover malwares”. A McAfee comemora o acordo, porque “além de ser a líder de mercado na categoria de Smart TVs em todo o mundo, a Samsung também é a primeira empresa com segurança pré-instalada nesses dispositivos”.

Aqui, a gente pode esclarecer alguns pontos. As Smart TVs da Samsung rodam o sistema operacional Tizen, o mesmo utilizado nos wearables da empresa, como o Galaxy Watch. Praticamente não existem malwares para a plataforma, e a chance de um usuário leigo baixar um vírus é mínima na TV: como os principais serviços de streaming já vêm instalados, ele geralmente não precisa nem pensar em abrir a loja de aplicativos.

A própria loja de aplicativos das TVs da Samsung é mais restrita e controlada — caso haja algo malicioso ali, não é um antivírus que vai atacar a causa do problema. E se você quiser muito fazer download de um malware na sua TV? Diferente do Android TV, o Tizen não permite instalar de forma trivial um software que não está disponível na loja oficial. Se você conseguir, deveria ganhar um prêmio (e não um bloatware).

Antivírus pré-instalado no smartphone? Isso é bem questionável, mas a forma como ele foi implementado nos celulares Galaxy não incomoda, então relevamos. Em computadores com Windows? Bom, o Windows Defender vem apresentando boas taxas de detecção sem implorar para você comprar uma licença depois de alguns dias, mas é fácil remover softwares embutidos no PC.

Enquanto isso, as TVs têm processadores, memória e armazenamento mais limitados, então provavelmente gastar os poucos recursos de hardware para que um antivírus não detecte vírus não seja a melhor opção. Talvez seja mais interessante melhorar os algoritmos de processamento de imagem, por exemplo.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados