Skype Qik

Troca de mensagens via vídeos é uma boa ideia? A Microsoft acredita que sim: nesta terça-feira (14), a companhia lançou o Skype Qik, um app para Android, iOS e Windows Phone que, a grosso modo, pode ser entendido como uma mistura de Vine com WhatsApp.

A ideia é relativamente simples: o usuário grava um vídeo de alguns segundos com o seu smartphone, seleciona os contatos que o receberão e faz o envio. Se os destinatários quiserem responder, também deverão fazê-lo por meio de filmagens.

O Skype Qik não requer uma conta na Microsoft ou no Skype “tradicional” para funcionar. A ferramenta utiliza a lista de contatos armazenada no telefone e, obviamente, só considera aqueles números que também possuem o aplicativo.

Note que, com todas estas características, o app lembra mesmo serviços como WhatsApp ou Telegram. A diferença é que, em vez de trocar mensagens de textos, os usuários se comunicam apenas via vídeos.

As gravações podem ser feitas tanto pela câmera frontal quanto pela traseira. O material gerado tem proporção de 4:3 e é baixado na íntegra nos aparelhos de destino – não há armazenamento em servidores. Apesar disso, os vídeos não podem ser guardados indefinidamente: após duas semanas, o arquivo é apagado, fazendo o Qik lembrar também o Snapchat.

Caso o usuário mande o vídeo ao destinatário errado ou se arrependa de tê-lo enviado, pode apagá-lo antes do prazo de validade. Os aparelhos dos destinatários receberão uma ordem para deletar o conteúdo (a não ser que a pessoa utilize algum artifício para preservar a filmagem).

Também há a opção de bloquear o recebimento de vídeos de determinados contatos, mas só nas versões para Android e Windows Phone: este recurso estará disponível para o iPhone em alguma atualização futura.

Os únicos vídeos sem expiração são os Qik Fliks. Estas gravações, na verdade, funcionam como GIFs animados com duração de até 5 segundos e servem para que o usuário os adicione à sua lista de “emoticons personalizados”. Assim, é possível utilizá-los quando não for possível gravar um vídeo como resposta. Curiosamente, esta opção ainda não está disponível na versão para Windows Phone.

Se o Skype Qik terá boa aceitação, é cedo para sabermos. Fato é que o percurso será difícil: o mercado está saturado de apps de comunicação instantânea e os vídeos podem exigir bastante do plano de dados do usuário.

Caso você tenha achado o nome do aplicativo familiar, saiba que não é impressão: Qik é a denominação de um serviço de streaming de vídeos para dispositivos móveis que o Skype adquiriu há quatro anos. A plataforma foi descontinuada logo após o negócio e retorna somente agora com uma nova proposta.

Relacionados