Sony compra Bungie, de Halo e Destiny 2, e reforça PlayStation Studios

Bungie, empresa que já foi da Microsoft, agora é da Sony, mas vai continuar publicando seus jogos em várias plataformas

Felipe Vinha
Por
• Atualizado há 6 meses
Bungie, criadora de Halo e Destiny, foi comprada pela Sony (Imagem: Reprodução)

A Sony anunciou a compra da Bungie, produtora que criou originalmente a série Halo, na Microsoft, e hoje é a responsável pela saga Destiny. O valor da aquisição foi de US$ 3,6 bilhões e o estúdio continuará como multiplataforma, ainda agora seja parte da linha do PlayStation Studios.

A aquisição ainda deve levar um tempo para ser finalizada, como de costume. Após este período, a Bungie se tornará uma subsidiária independente da Sony Interactive, com a opção de publicar seus próprios jogos e escolher as plataformas, ou seja, sem qualquer restrição a produzir apenas exclusivos para o PlayStation.

O comunicado vem dias depois de a Xbox anunciar a compra da Activision – que, inclusive, já teve acordo de exclusividade com a Bungie em um passado recente.

Vale lembrar que, no momento, a Bungie está mantendo Destiny 2 atualizado, com correções e expansões, e deve revelar uma nova marca de jogos em breve, que já está em produção mas que não foi anunciada ainda.

“Tivemos uma forte parceria com a Bungie desde o início da franquia Destiny, e eu não poderia estar mais empolgado em receber oficialmente o estúdio na família PlayStation”, disse o presidente e CEO da SIE, Jim Ryan, em nota oficial depois que a aquisição foi divulgada. O diretor responsável pela Bungie continuará sendo Pete Parsons, como é atualmente.

Bungie agora é parte do PlayStation Studios (Imagem: Divulgação/Sony)

Bungie já foi da Microsoft

A Bungie foi fundada em 1991, e trabalhou durante os anos 90 em vários jogos para Mac e Windows. Foi em 2001, depois de serem comprados pela Microsoft, que eles lançaram ao mundo a série Halo.

A empresa trabalhou diretamente em Halo 2, Halo 3, Halo 3: ODST e Halo: Reach, até passar o bastão para a 343 Industries. Pouco antes disso, em 2007, ela se tornou um estúdio independente e, em 2014, assinou contrato de exclusividade de 10 anos com Activision Blizzard para o lançamento de Destiny e posteriormente Destiny 2.

O acordo foi encerrado um pouco antes do previsto, em 2019, quando a empresa decidiu publicar seus próprios jogos e voltar a ser totalmente independente.

Com informações: GamesIndustry.

Receba mais sobre Bungie na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Vinha

Felipe Vinha

Ex-autor

Felipe Vinha é jornalista com formação técnica em Informática. Já cobriu grandes eventos relacionados a jogos, como a E3, BlizzCon e finais mundiais de League of Legends. Em 2021, ganhou o Prêmio Microinfluenciadores Digitais na categoria entretenimento. Foi autor no Tecnoblog entre 2020 e 2022, escrevendo principalmente sobre games e entretenimento. Passou pelos principais veículos do ramo, e também é apresentador especializado em cultura pop.

Canal Exclusivo

Relacionados