Tecnologia da Nvidia cria gêmeo digital da Terra para pesquisas climáticas

Empresa anunciou plataforma com gêmeo digital da Terra que será usado por instituições de meteorologia para simulações e visualizações do clima

Felipe Freitas
Por
Earth-2 (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)
Earth-2 em demonstração no evento Nvidia GTC 2024 (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

A Nvidia apresentou nesta segunda-feira (18) uma plataforma com um gêmeo digital da Terra para pesquisas climáticas. A proposta do Earth-2 é entregar a simulação mais realista o possível das condições do clima. Com isso, países podem evitar e minimizar danos de eventos meteorológicos extremos, como furacões e fortes tempestades — cada vez mais recorrentes atualmente.

A The Weather Company e o órgão de meteorologia de Taiwan serão as primeiras empresas a utilizar a API da Earth-2. Seguindo o foco do mercado e da Nvidia, o gêmeo digital do nosso planeta utiliza a plataforma de IA DGX Cloud para treinar a inteligência artificial. A Earth-2 utiliza o modelo de IA generativo CorrDiff da Nvidia, que promete gerar imagens com resoluções 12,5 vezes maior do que as concorrentes atuais.

Simulação mais realista para evitar catástrofes

(Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)
Earth-2 é gêmeo digital da terra que promete mais precisão na previsão climática (Imagem: Thássius Veloso/Tecnoblog)

Como destacou Jensen Huang no anúncio da Earth-2, a tecnologia visa melhorar a preparação dos usuários para as condições climáticas extremas. “Os desastres climáticos agora são normais: secas históricas, furacões catastróficos e inundações geracionais aparecem nos noticiários com uma frequência alarmante”, disse Huang.

No anúncio, a Nvidia relembra um artigo da Nature que defende que esses eventos extremos geraram uma perda econômica de US$ 140 bilhões por ano na economia. Desse total, 63% são de vidas humanas (o estudo utiliza uma metodologia específica para fazer esse cálculo).

(Imagem: Divulgação/Nvidia)
Earth-2 é plataforma de gêmeo digital da Terra para conseguir resultados climáticos mais precisos (Imagem: Divulgação/Nvidia)

Segundo a Nvidia, a combinação da Earth-2 com serviços das empresas de meteorologia pode reduzir para segundos o tempo de atualização de previsões e entrega de avisos de clima perigoso. A tecnologia atual produz esses resultados em minutos ou horas.

O exemplo apresentado pela Nvidia utiliza o cenário de Taiwan, na qual tufões podem gerar alagamentos e deslizamento de terras. Esses problemas são comuns no clima brasileiro. A Earth-2 poderá entregar com mais precisão os locais afetados por passagens de tufão.

No Brasil, essa tecnologia pode ser aplicada para identificar os mesmos eventos. Nos últimos anos, alagamentos e deslizamentos de terra estão se tornando mais comum devido aos efeitos climáticos extremos. Com um gêmeo digital deste tipo, órgãos públicos brasileiros, como a Defesa Civil, poderiam enviar rapidamente comunicados com mais precisão para as áreas que seriam afetadas.

Receba mais sobre Nvidia na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Canal Exclusivo

Relacionados