Cumprindo o cronograma da Anatel, a TIM acaba de lançar seus serviços de quarta geração no Brasil. A empresa lança hoje a cobertura LTE nas seis cidades-sede da Copa das Confederações. São elas: Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Salvador.

Para modens, o Liberty Web Modem com 3 GB de franquia custa R$ 61,00 mensais. Quem deseja uma quantidade de dados maior poderá optar pelo Liberty Web Modem com 10 GB de dados, ao custo mensal de R$ 101,90. Os planos são bem competitivos e estão bem mais baratos que os da Claro e Oi. Apesar de tudo isso, esses são apenas os planos sugeridos: a operadora informa que os clientes de planos pós-pagos atuais poderão acessar a rede sem qualquer custo adicional. Além disso, é necessário comprar um modem compatível com 4G, que custa R$ 346,00 e pode ser parcelado em até 12x sem juros.

tim-planos-4G

Ou seja, o Liberty Web Smart, plano voltado para smartphones: custa R$ 29,90 com míseros 300 MB de franquia e está pronto para a internet 4G da operadora. Quem quiser um pacote de dados maior, poderá optar pelo Liberty Web com 600 MB que custa R$ 34,90. Em ambos os planos, a velocidade é reduzida para 50 Kbps após o consumo. Não existem planos para smartphones maiores que 600 MB, e a operadora informou que um pacote de dados maior será lançado assim que a operadora perceber a demanda por esse tipo de produto. Quem quiser utilizar a rede deverá trocar seu SIM Card por um compatível com o novo padrão.

Assim como as outras operadoras, a TIM destaca que o 4G é rápido, tem 10x mais velocidade que as redes 3G convencionais porém não menciona qual é a velocidade de acesso prometida. Assim como Claro, Oi e Vivo, a TIM promete velocidades de até 5 Mbps por contrato, uma velocidade bem baixa para redes LTE. É a forma que operadoras móveis encontraram para assegurar a qualidade de serviço, uma tarefa difícil em redes móveis. Apesar da velocidade por contrato ser baixa, a operadora informa que é possível atingir velocidades superiores a isso, podendo chegar a até 70 Mbps de downstream.

A TIM está montando sua rede LTE em conjunto com a Oi. É o chamado RAN Sharing, que consiste no compartilhamento da rede entre diferentes operadoras. A Oi se responsabilizou pela implantação da de quarta geração no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza e Salvador, e a operadora italiana ficará responsável pela cidade de Recife.

Atualizado às 17:26.

Relacionados

Autor(a)

Lucas Braga

Lucas Braga

Repórter especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.