TIM atinge 1.000 antenas de 4G com conexão via satélite e energia solar

TIM tem parcerias com Intelsat e Gilat para levar rede de transporte para antenas; operadora quer 4G em todos os municípios brasileiros até 2023

Lucas Braga
Por
• Atualizado há 1 ano e 7 meses
Antena da TIM em General Salgado/SP alimentada por painéis solares, de forma off grid

A TIM quer levar 4G para todos os municípios brasileiros até 2023, mas um dos grandes desafios da operadora é ter acesso à redes elétricas e de fibra óptica para alimentar as antenas. A operadora aposta num modelo que utiliza energia solar e conexão via satélite para atingir locais remotos, e já ultrapassou a marca de 1.000 sites com essa configuração.

A iniciativa, que é chamada pela operadora de Sky Coverage, já atinge seis estados brasileiros – a operadora não detalha quais. Esse tipo de infraestrutura já está presente em distritos, rodovias e resorts. A conectividade via satélite é fornecida pela empresa israelense Gilat, que também prevê o uso da solução para levar 4G ao agronegócio.

O grande problema desse tipo de solução é que a latência da rede móvel costuma ser bem alta, com tempo de resposta que ultrapassa a marca dos 600 ms. Em maio de 2021, a TIM havia feito testes com satélites de órbita terrestre baixa (LEO), como os utilizados pela Starlink. Na ocasião, a operadora atingiu ping médio de 38 ms, o que foi suficiente para fazer videoconferências e chamadas pelo WhatsApp sem queda na qualidade ou interrupções.

TIM e Intelsat devem levar Sky Coverage à região Norte

Por conta da baixa densidade populacional e grande extensão dos territórios, a região Norte costuma ser a mais desassistida em relação a infraestrutura de telecomunicações. A aposta da TIM em soluções de satélite será importante para levar 4G aos municípios e áreas remotas.

Para conectar a região, a TIM deve utilizar o backhaul da Intelsat, que possui a maior rede de transporte satelital na América Latina. Assim como nos sites fornecidos pela Gilat, a operadora irá criar torres Sky Coverage, que são autossustentáveis com geração de energia via painéis solares.

Em janeiro de 2022, a TIM possuía cobertura 4G em 443 municípios do Norte, sendo a operadora líder em cidades atendidas na região. A operadora também se posiciona no 1º lugar no ranking nacional, com 4,7 mil municípios cobertos com quarta geração.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Lucas Braga

Lucas Braga

Repórter especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.

Canal Exclusivo

Relacionados