Brasil atinge 10% de celulares compatíveis com 5G

Tecnologia 4G lidera mercado de telefonia móvel, com quase 75% de acessos; 5G está presente em 411 cidades brasileiras e é mais utilizado por clientes de planos pós-pagos

Lucas Braga
Por
• Atualizado há 2 semanas
5G (imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
5G atinge 10% de dispositivos móveis no Brasil (imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

A Anatel divulgou os dados de acessos para o mês de abril de 2024, e o Brasil atingiu a marca de 10% de dispositivos móveis compatíveis com a tecnologia 5G. Os aparelhos mais modernos já ultrapassam os celulares compatíveis apenas com 2G ou 3G, mas ainda há um longo caminho para superar o 4G.

Ao todo, as operadoras brasileiras reportaram 259 milhões de acessos de telefonia celular. Desse total, 25,9 milhões de dispositivos são compatíveis com 5G, o que corresponde a 10% do mercado. A tecnologia 4G lidera com folga e atinge por 74,6% dos dispositivos.

Falando de modalidades de planos, o pós-pago responde por aproximadamente 75% dos acessos 5G, enquanto o pré-pago permanece com cerca de 25%. Por serem mais caros, os planos pós-pagos tendem a ter maior franquia de internet móvel que o pré-pago.

A maioria dos dispositivos 5G se concentram no estado de São Paulo, que possui 8,89 milhões de acessos compatíveis com a tecnologia.

TIM é a operadora com maior número de antenas 5G

A TIM é a tele com o maior número de antenas 5G licenciadas na Anatel, com 8,9 mil estações registradas. A Claro aparece em seguida, com 7,5 mil, enquanto a Vivo tem 4,8 mil torres de quinta geração.

Apesar de ter mais antenas e municípios atendidos, a TIM é a grande operadora com menor número de clientes 5G. A Claro mantém a liderança com 37,6% das linhas, seguida por Vivo (36,5%) e TIM (25,8%).

Torre de telefonia celular. Foto: Lucas Braga/Tecnoblog
TIM é a tele com mais antenas 5G, mas tem menos clientes que concorrentes (Imagem: Lucas Braga / Tecnoblog)

De qualquer forma, a cobertura 5G ainda precisa crescer consideravelmente para alcançar as demais tecnologias. De acordo com o Teleco, apenas 411 municípios brasileiros possuem operação em 5G por pelo menos uma operadora.

Mesmo nas cidades existentes, a cobertura de quinta geração costuma ser restrita a alguns bairros e não funciona nos mesmos locais já atendidos pelo 4G e demais tecnologias. Em estudo publicado pela Opensignal, o sinal de 5G só está disponível em apenas 10% do tempo nos celulares brasileiros.

5G ainda não decolou em Internet das Coisas

Uma das principais promessas do 5G é a ampla utilização por dispositivos de Internet das Coisas, incluindo sensores, máquinas, rastreadores e equipamentos para cidades inteligentes. No entanto, a quinta geração ainda não decolou nesse segmento.

Segundo a Anatel, apenas 40,6 mil acessos da categoria M2M (máquina a máquina) utilizam a quinta geração, o que representa apenas 0,18% do total de contratos de Internet das Coisas. A maioria absoluta dos contratos 5G são de telefonia celular convencional, utilizada nos smartphones.

Relacionados