O que é Wi-Fi 7? Conheça os benefícios da próxima geração de redes sem fio

Wi-Fi 7 é o sucessor do Wi-Fi (802.11ax); conheça especificações e as vantagens esperadas para a tecnologia de conexão sem fio

Lucas Braga Ana Marques
Por e
• Atualizado há 4 meses
Confira as vantagens do Wi-Fi 7 e descubra as diferenças para os padrões anteriores (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

Wi-Fi 7 é o nome comercial da mais nova geração de redes sem fio, estabelecida sob o protocolo 802.11be. O Wi-Fi 7 foi lançado oficialmente em janeiro de 2024, e promete melhorias na velocidade de acesso, latência e capacidade de transmissão, o que deve impulsionar aplicações como streaming de vídeo 8K, jogos com AR/VR e dispositivos IoT.

Quando foi o lançamento do Wi-Fi 7?

O Wi-Fi 7 foi lançado oficialmente em janeiro de 2024, durante a CES, após passar por uma longa fase de definição de critérios para certificação pela Wi-Fi Alliance. Já existem alguns poucos dispositivos no mercado compatíveis com a tecnologia 802.11be, incluindo o smartphone OnePlus 11 5G, que utiliza chip da Qualcomm. Outras grandes fabricantes de redes, como Intel e Broadcom, ainda praticam testes com a tecnologia.

O que significa 802.11be?

802.11be é o nome de um padrão de rede sem fio de alta velocidade dentro das normas do IEEE (Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos).

Para facilitar a nomenclatura e diferenciação dos protocolos de rede sem fio 802.11 (Wi-Fi), a Wi-Fi Alliance considerou o padrão 802.11be como a 7ª geração do Wi-Fi, chamando-a de Wi-Fi 7.

Quais as especificações do Wi-Fi 7?

O Wi-Fi 7 deve chegar com as seguintes especificações:

  • Velocidade máxima de transferência de dados: até 46 Gb/s;
  • Largura de canal: até 320 MHz por canal
  • Frequência de operação: 2,4 GHz, 5 GHz e 6 GHz;
  • Modulação: 4096QAM;
  • MIMO: 16×16 MU-MIMO para download e upload;
  • Protocolo de segurança: WPA3;
  • Outras tecnologias: OFDMA, BSS Coloring, TWT, compatbilidade com padrões anteriores.

Qual é a frequência utilizada pelo Wi-Fi 7?

O Wi-Fi 7 funciona em três frequências simultâneas: 2,4 GHz, 5 GHz e 6 GHz. Em comparação com o Wi-Fi 6, a nova geração passa a utilizar a frequência de 6 GHz, que pode ser útil para entregar maior desempenho em áreas com congestionamento de sinal Wi-Fi. A nova banda de 6 GHz funcionará apenas com dispositivos compatíveis, e demais aparelhos existentes funcionam normalmente com as demais frequências.

Qual é a velocidade máxima do Wi-Fi 7?

O Wi-Fi 7 tem velocidade nominal máxima de até 46 Gb/s. De acordo com a Qualcomm, isso representa um salto de quatro vezes em comparação com a taxa de dados do Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E.

O Wi-Fi 7 oferece a tecnologia Multi-Link Operation (MLO), que permite ao dispositivo se conectar de forma simultânea a mais de uma frequência da rede sem fio. Nas tecnologias anteriores, equipamentos como celular, tablet e computador conectavam ao Wi-Fi utilizando somente uma única frequência por vez.

Multi-Link do Wi-Fi 7 permite que dispositivos se conectem a mais de uma frequência
Multi-Link do Wi-Fi 7 permite que dispositivos se conectem a mais de uma frequência (Imagem: Reprodução / TP-Link)

Segundo a TP-Link, a utilização da tecnologia Multi-Link Operation (MLO) no Wi-Fi 7 permite um aumento nas velocidades de tráfego, redução de latência e melhorias na estabilidade da conexão.

Quais são os benefícios do Wi-Fi 7?

O Wi-Fi 7 promete os seguintes benefícios em relação ao padrão 802.11ax (Wi-Fi 6/6E) e gerações anteriores:

  • Alta velocidade de conexão: o Wi-Fi 7 tem velocidade nominal máxima de 46 Gb/s, o que representa um ganho de até quatro vezes em comparação com o Wi-Fi 6/6E;
  • Largura de banda: o Wi-Fi 7 utiliza até 320 MHz de espectro por canal utilizado, contra 160 MHz no Wi-Fi 6/6E e 80 MHz no Wi-Fi 5;
  • Frequência tri-banda: o Wi-Fi 7 utiliza as frequências de 2,4 GHz, 5 GHz e 6 GHz, permitindo melhor funcionamento em locais com congestionamento de sinal sem fio;
  • Operação Multi-Link: o Wi-Fi 7 utiliza a tecnologia Multi-Link Operation (MLO), e permite que dispositivos se conectem ao roteador com mais de uma frequência de forma simultânea, com maior velocidade, estabilidade e baixa latência;
  • Segurança: o Wi-Fi 7 permite criptografia com padrão WPA3, enquanto o Wi-Fi 5 e anteriores utilizam a versão WPA2.

Quais são as aplicações do Wi-Fi 7?

  • Vídeos 8K: o Wi-Fi 7 é indicado para transmissão de vídeos em altíssima resolução graças às melhorias na velocidade de conexão;
  • Realidade virtual ou aumentada: o Wi-Fi 7 utiliza a tecnologia MLO que reduz a latência, melhorando o desempenho em aplicações de AR e VR;
  • Jogos online: o Wi-Fi 7 possui melhor desempenho em latência que nas versões anteriores, permitindo um menor ping e melhor tempo de resposta para jogos;
  • Transmissão de arquivos: o Wi-Fi 7 possui velocidade nominal de até 46 Gb/s, melhorando a experiência em transmissão de grandes arquivos pela rede sem fio;
  • Utilização industrial: o Wi-Fi 7 permite maior estabilidade graças a utilização de múltiplas frequências de forma simultânea. De acordo com a Intel, é esperado que o Wi-Fi 7 atenda aplicações IoT industriais, cirurgias remotas e telediagnóstico.

Qual é a diferença entre Wi-Fi 6 e Wi-Fi 7?

O Wi-Fi 6 (802.11ax) permite velocidades de acesso de até 9,6 Gb/s, utiliza as frequências de 2,4 GHz e 5 GHz, modulação 1024QAM e os canais têm largura máxima de até 160 MHz. Enquanto isso, o Wi-Fi 7 promete velocidades de até 46 Gb/s, utiliza modulação 4096QAM e os dispositivos conseguem se comunicar com o roteador utilizando mais de uma frequência de forma simultânea.

Qual é a diferença entre Wi-Fi 6E e Wi-Fi 7?

Enquanto o Wi-Fi 6E permite velocidades de até 9,6 Gb/s, o Wi-Fi 7 pode chegar a até 46 Gb/s. Ambas as tecnologias utilizam as frequências de 2,4 GHz, 5 GHz e 6 GHz, mas o Wi-Fi 7 se sobressai ao utilizar a modulação 4096QAM e operação Multi-Link, que permite aos dispositivos se comunicarem com o roteador em mais de uma frequência simultânea.

Esse conteúdo foi útil?
😄 Sim🙁 Não

Receba mais sobre Wi-Fi na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Lucas Braga

Lucas Braga

Repórter especializado em telecom

Lucas Braga é analista de sistemas que flerta seriamente com o jornalismo de tecnologia. Com mais de 10 anos de experiência na cobertura de telecomunicações, lida com assuntos que envolvem as principais operadoras do Brasil e entidades regulatórias. Seu gosto por viagens o tornou especialista em acumular milhas aéreas.

Ana Marques

Ana Marques

Gerente de Conteúdo

Ana Marques é jornalista e cobre o universo de eletrônicos de consumo desde 2016. Já participou de eventos nacionais e internacionais da indústria de tecnologia a convite de empresas como Samsung, Motorola, LG e Xiaomi. Analisou celulares, tablets, fones de ouvido, notebooks e wearables, entre outros dispositivos. Ana entrou no Tecnoblog em 2020, como repórter, foi editora-assistente de Notícias e, em 2022, passou a integrar o time de estratégia do site, como Gerente de Conteúdo. Escreveu a coluna "Vida Digital" no site da revista Seleções (Reader's Digest). Trabalhou no TechTudo e no hub de conteúdo do Zoom/Buscapé.

Canal Exclusivo

Relacionados