O que é Wi-Fi 5? Saiba frequência, velocidade e outras características do padrão 802.11ac

O IEEE 802.11ac (Wi-Fi 5) é um dos padrões Wi-Fi amplamente utilizados; entenda quais são as vantagens e limitações dessa tecnologia de conexão sem fio

Lucas Braga Ana Marques
Por e
Wi-Fi 5: conheça os detalhes da tecnologia 802.11ac (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

Wi-Fi 5 é o nome comercial do protocolo 802.11ac, um padrão de rede sem fio que traz tecnologias como MU-MIMO, maior espectro disponível e maiores velocidades de transferência, graças ao uso da frequência de 5 GHz.

O padrão 802.11ac (Wi-Fi 5) recebeu sua primeira aprovação pelo IEEE (Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos) em setembro de 2008, como uma evolução ao protocolo anterior 802.11n (Wi-Fi 4). O protocolo foi finalizado pela Wi-Fi Alliance somente em 2013, ano em que surgiram os primeiros dispositivos compatíveis com a tecnologia.

A seguir, entenda quais são as vantagens e limitações do Wi-Fi 5, além de conhecer suas principais aplicações.

O que significa 802.11ac?

802.11 é o padrão de conjuntos do IEEE para especificações de redes Wi-Fi (802.11). Dentro desse protocolo existe 802.11ac, que representa a quinta geração de redes sem fio. Para simplificar as siglas para o consumidor final, a Wi-Fi Alliance batizou o 802.11ac como Wi-Fi 5 em 2018.

Quais são as especificações do Wi-Fi 5?

O Wi-Fi 5 foi lançado com as seguintes especificações:

  • Velocidade máxima de transferência de dados: até 6,93 Gb/s nominais;
  • Largura de canal: mínimo de 80 MHz, podendo chegar a até 160 MHz;
  • Frequência de operação: somente em 5 GHz;
  • Modulação: 256 QAM;
  • MIMO: suporte para transmissões simultâneas entre um mesmo dispositivo. Dependendo do dispositivo é possível ter MU-MIMO (múltiplos usuários fazendo input e output) com até 8 canais;
  • Protocolo de segurança: WEP, WPA e WPA2;
  • Outras tecnologias: Beamforming, compatibilidade com Wi-Fi de gerações anteriores.

Qual é a velocidade máxima do Wi-Fi 5?

A velocidade máxima teórica do Wi-Fi 5 (802.11ac) é de até 6,93 Gb/s, superando o máximo de 600 Mb/s do Wi-Fi 4 (802.11n). No entanto, a taxa de transmissão depende do roteador e do dispositivo utilizado, e dificilmente ultrapassa 1 Gb/s em casos de usos reais.

Qual é a frequência utilizada no Wi-Fi 5 (802.11ac)?

O Wi-Fi 5 funciona exclusivamente na frequência de 5 GHz, enquanto a geração anterior funcionava tanto em 2,4 GHz e 5 GHz. A utilização do espectro mais alto permite maiores velocidades de transferência e maior número de dispositivos simultâneos, mas entrega menor área de cobertura sem fio.

Archer C80 da T-Link utiliza tecnologia Wi-Fi 5
Archer C80 da T-Link utiliza tecnologia Wi-Fi 5 (Imagem: Reprodução/TP-Link)

O que é a tecnologia MU-MIMO no Wi-Fi 5?

A sigla MU-MIMO significa Multi Users, Mutiple Input Multiple Output, ou seja, múltiplos usuários fazendo múltiplas entradas e saídas de dados ao mesmo tempo. Essa tecnologia de transmissão de dados permite que o dispositivo conectado faça conexões simultâneas, permitindo maiores velocidades e melhor desempenho em multitarefas.

O que é a tecnologia beamforming no Wi-Fi 5?

O Beamforming é uma tecnologia que permite ao roteador direcionar o sinal para áreas onde os dispositivos estão conectados. Isso permite um melhor desempenho da rede, maiores taxas de transmissão e menos interferências.

Quais são as vantagens do Wi-Fi 5?

O Wi-Fi 5 traz as seguintes vantagens sobre o padrão 802.11n (Wi-Fi 4) e gerações anteriores:

  • Utilização da frequência de 5 GHz, que é um espectro mais livre que os tradicionais 2,4 GHz;
  • Maiores taxas de transferência de dados;
  • Suporte a MU-MIMO, que aumenta a velocidade para múltiplos dispositivos;
  • Retrocompatibilidade com os padrões anteriores (Wi-Fi 4, Wi-Fi 3…).

Quais são as limitações do Wi-Fi 5?

O Wi-Fi 5 traz as seguintes limitações em relação ao Wi-Fi 6/6E, seu sucessor:

  • Velocidade: o Wi-Fi 5 tem velocidade máxima teórica de 6,93 Gb/s, mas dificilmente consegue atingir 1 Gb/s em ambientes reais, taxa superada pelo Wi-Fi 6.
  • Frequências: o Wi-Fi 5 funciona somente na frequência de 5 GHz, e os roteadores dual band utilizam a frequência de 2,4 GHz no padrão Wi-Fi 4. Já o Wi-Fi 6 utiliza tanto a frequência de 2,4 GHz e 5 GHz, permitindo velocidades mais rápidas em uma maior área de cobertura;
  • Economia de energia: o padrão Wi-Fi 6 tem maior eficiência energética graças à tecnologia Target Wake Time, permitindo que celulares, notebooks e dispositivos de casa conectada gastem menos energia enquanto conectados na rede;
  • Segurança: o padrão Wi-Fi 6 inclui a criptografia WPA3 nas especificações iniciais, enquanto no Wi-Fi 5 a utilização desse padrão depende do modelo do roteador.

Quais são as aplicações do Wi-Fi 5?

  • Navegação na internet: o Wi-Fi 5 pode ser utilizado para utilizar a internet em computadores, notebooks, tablets e celulares, permitindo jogos online, streaming de vídeo, streaming de áudio e aplicações na nuvem;
  • Redes corporativas ou domésticas: o Wi-Fi 5 permite o compartilhamento de arquivos e conectividade entre computadores, notebooks e impressoras;
  • Dispositivos de casa conectada: o Wi-Fi 5 fornece internet para smart TVs, assistentes de voz, caixas de som e outros dispositivos IoT.

Qual é a diferença entre Wi-Fi 5 e Wi-Fi de 5 GHz?

O Wi-Fi 5 é uma tecnologia de rede sem fio, enquanto o Wi-Fi de 5 GHz é uma rede sem fio que utiliza a frequência de 5 GHz.

O Wi-Fi de 5 GHz pode ser utilizado pelo Wi-Fi 5, mas também pelo Wi-Fi 4 ou Wi-Fi 6, por exemplo.

Qual é a evolução do Wi-Fi 5?

A evolução do Wi-Fi 5 é o Wi-Fi 6 (802.11ax). O padrão mais recente combina a frequência de 2,4 GHz com a frequência de 5 GHz e é capaz de entregar velocidades máximas teóricas de até 9,6 Gb/s.

Com informações: Wi-Fi Alliance, Cisco, Aruba Networks

Esse conteúdo foi útil?
😄 Sim🙁 Não

Relacionados