Acabou o acordo que levaria conexão via satélite a celulares

Parceria para a criação da plataforma Snapdragon Satellite será encerrada em dezembro. Empresa de comunicação via satélite tentará parceria com fabricantes de celulares

Lupa Charleaux
Por
• Atualizado há 4 meses
Antigo aparelho de celular via satélite da Qualcomm
Tecnologia via satélite deve continuar restrita aos antigos aparelhos e gadgets especiais (Imagem: Everton Favretto/Tecnoblog)

A empresa de comunicação via satélite Iridium anunciou o fim da parceria com a fabricante de chips Qualcomm nesta quinta-feira (9). Surpreendentemente, o acordo entre as companhias de tecnologia será encerrado antes mesmo de completar um ano.

As duas empresas anunciaram o lançamento do Snapdragon Satellite durante a feira CES 2023, que aconteceu em Las Vegas em janeiro deste ano. A plataforma traria suporte para envio de SMS e mensagens de emergência via satélite em dispositivos topo de linha. Entretanto, o acordo será cancelado no dia 3 de dezembro.

Snapdragon Satellite vai utilizar a rede de satélites LEO da Iridium (Imagem: Divulgação/Qualcomm)
Operação da Iridium conta com 66 satélites na órbita baixa da Terra (Imagem: Divulgação/Qualcomm)

De acordo com a nota da Iridium, as duas empresas obtiveram êxito no desenvolvimento da tecnologia para comunicação via satélite. Contudo, a plataforma não atraiu a atenção das fabricantes de smartphones para incluir o recurso nos futuros dispositivos.

“Devido a isso, em 3 de novembro de 2023, a Qualcomm notificou a Iridium que optou por rescindir os acordos”, informa o comunicado. Nas entrelinhas, o fim da parceria indica que os telefones Android devem demorar para obter conectividade via satélite.

Vale citar que o Snapdragon Satellite exigiria que os aparelhos fossem fabricados com modems que atuassem na frequência de rádio banda L da rede Iridium. Possivelmente, um detalhe técnico que afastou o interesse das fabricantes.

Conforme as informações iniciais, a tecnologia da Qualcomm seria superior à solução da Apple disponível para iPhones. Em destaque, a plataforma ofereceria comunicação bidirecional aos usuários em vez de somente alerta de SOS.

O Galaxy S23 Ultra suporta UWB (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Samsung Galaxy S24 promete ter conexão via satélite (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Parceria direta com as fabricantes de celulares e chips

O fim da parceria permite que a Iridium faça acordos diretos com fabricantes de celulares, de processadores e desenvolvedoras de sistemas operacionais. Dessa maneira, ainda há uma esperança para a estreia do formato de comunicação nos dispositivos Android.

“Embora eu esteja desapontado por esta parceria não ter dado frutos imediatos, acreditamos que é clara a direção da indústria em relação ao aumento da conectividade via satélite em dispositivos de consumo”, disse Matt Desch, CEO da Iridium.

Por outro lado, um comunicado da Qualcomm enviado à CNBC cita que as marcas de telefones Android estão dando preferência para “soluções baseadas em padrões”. Ou seja, elas não estariam dispostas a usar uma tecnologia proprietária para implementar o recurso.

Em resumo, a aguardada chegada da conectividade via satélite em celulares topo de linha deve demorar para acontecer. Bem como, a recente movimentação coloca em dúvida se a série Samsung Galaxy S24 contará realmente com o recurso.

Com informações: PCMag e Android Police

Receba mais sobre Iridium Communications na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Lupa Charleaux

Lupa Charleaux

Repórter

Nerd por natureza, Lupa Charleaux é formado em Jornalismo Multimídia pela São Judas Unimonte (2012). Iniciou a carreira como repórter de entretenimento em 2013, mas migrou para a editoria de tecnologia em 2019. Construiu experiência na área ao produzir notícias diárias sobre eletrônicos (celulares, vestíveis), inovação, mercado e conteúdos especiais sobre os temas. É repórter do Tecnoblog desde outubro de 2023. Anteriormente, atuou como redator de tecnologia e entretenimento no TecMundo (2019-2021/2022-2023) e redator de produtos no Canaltech (2021-2022).

Canal Exclusivo

Relacionados