Twitch punirá quem finge estar nu em nova mudança na política de nudez

Plataforma de streaming publicou terceira mudança em sua política sobre nudez em menos de um mês; Twitch também promete novos recursos para esses conteúdos

Felipe Freitas
Por
Twitch (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
Twitch faz nova mudança na política sobre nudez, a terceira em menos de um mês (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

A Twitch divulgou nesta quarta-feira (3) novas mudanças na sua política sobre nudez e vestimentas. Agora, quem “insinuar” que está nu pode ser banido da plataforma. O site de streamings também divulgou futuras atualizações nas thumbnails dos conteúdos adultos.

Na publicação feita em seu site oficial e escrita por Angela Hession, diretora de confiança do consumidor, a empresa explica que uma parte do criadores de conteúdo está usando ângulos de câmera ou aplicando barras de censura para insinuar que está fazendo uma transmissão sem roupas.

Apesar de uma parte desses criadores aplicarem o rótulo de Temas Sexuais, as “thumbnails desses vídeos prejudicam a experiência do usuário”, diz a Twitch, adicionando que um usuário pode ficar desconfortável com esse tipo de conteúdo ao navegar pela plataforma. Transmissões com esses rótulos não aparecem na sugestão da home, mas ficam disponíveis nas categorias.

Seminudez segue liberado nas banheiras

Exceções de vestimentas são exclusivas para a categoria de praia, piscina ou jacuzzi (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Exceções de vestimentas são exclusivas para a categoria de praia, piscina ou jacuzzi (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

No comunicado, Hession ressalta que as exceções de usar roupas que deixam pouco para imaginação precisam ser respeitadas. Em outras palavras, só quem está streamando na categoria Hot Tub, na qual as criadoras ficam em banheiras ou piscina usando quase nada de roupa, entra na exceção. Quem quiser usar um micro biquíni não pode fazer isso no Just Chatting ou Counter Strike 2.

Sobre as thumbnails mais chamativas, a Twitch informou que criará um recurso de borrão para censurar as transmissões com o rótulo Temas Sexuais. A ideia é deixar a Twitch um lugar mais “seguro e receptivo para todos que chamam a comunidade de casa”, diz Hession no texto.

O comunicado também atualiza o texto sobre a exibição de decotes. Agora, a Twitch reforça que precisa ficar claro na stream e na miniatura do vídeo que a criadora está usando roupas. Mamilos seguem polêmicos.

Com informações: The Verge

Receba mais sobre Twitch na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Canal Exclusivo

Relacionados