Twitch volta atrás em políticas sobre nudez após reação de usuários

Plataforma de streaming divulga nova alteração nas políticas sobre conteúdo sexual; ilustrações de nudez voltam a ser proibidas

Felipe Freitas
Por
Vivo Easy dá cinco diárias grátis para Twitch no lançamento
Permissão de nudez em ilustrações foi revertida pela Twitch (Imagem: Lucas Braga / Tecnoblog)

Dois dias depois de deixar sua política sobre conteúdo sexual e nudez mais suave, a Twitch voltou atrás e proibiu novamente as ilustrações de seios, órgãos genitais e nádegas. Essa alteração divulgada na quarta-feira (13) não foi bem recebida por usuários da plataforma. A Twitch informou que as outras atualizações apresentadas não serão revertidas.

A nova política da plataforma está mais permissiva com roupas mais sensuais, como casos de streamers cosplayers que “deixam pouco” para a imaginação em suas vestimentas. A Twitch justificou essa e outras mudança, que exigem o uso do rótulo “Temas Sexuais” para não que o criador não seja punido, ao feedback de que as regras antigas eram confusas e subjetivas — causando penalidades para streamers que acreditavam estar produzindo algo permitido.

Twitch volta atrás e mamilos desenhados voltam a ser polêmicos

Twitch divulgou mudanças na última quarta-feira, mas teve que voltar atrás (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Twitch divulgou mudanças na última quarta-feira, mas teve que voltar atrás (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Ao reverter a mudança anunciada na quarta-feira, não será mais liberado exibir ilustrações órgãos genitais, nádegas e seios na Twitch. Quando anunciou que esse conteúdo seria permitido, a empresa justificou que fez isso pensando na comunidade artística que utiliza a plataforma para divulgar seu trabalho.

Na nota divulgada hoje, a Twitch explica ainda que diversas transmissões foram removidas por violar essas regras. A plataforma não chega a explicar, mas como sua política sempre proibiu qualquer tipo de conteúdo pornográfico (o que não inclui jogos que contenham cena de sexo), é provável que alguns streamers estavam exibindo ilustrações ou animações de práticas sexuais.

Outro fator apontado pela Twitch é que, com a popularização de IAs generativas de imagens, não é possível distinguir quem está produzindo uma arte sozinho ou utilizando inteligência artificial.

Fechando a nota, escrita pelo CEO Dan Clancy, a Twitch diz que gostaria de ter previsto o resultado da mudança nas políticas sobre conteúdo sexual e nudez. Clancy termina pedindo desculpa pela confusão — mas não para os artistas que seguiram as regras e acabaram punindo por tabela.

Com informações: Engadget

Relacionados