Uber vai colocar propagandas de vídeo de até 90 segundos no app

"Nós temos dois minutos da sua atenção. Sabemos onde você está, para onde está indo, o que comeu. Podemos usar tudo isso", diz executivo

Giovanni Santa Rosa
Por
Uber
Uber (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

A Uber está procurando novas formas de ganhar dinheiro, e uma das soluções encontradas é colocar mais anúncios no aplicativo. Em breve, os usuários verão propagandas em vídeo antes de o motorista chegar e durante as viagens.

A novidade foi anunciada por Mark Grether, vice-presidente e gerente geral da divisão de anúncios da Uber. Segundo o executivo, as propagandas poderão chegar a 90 segundos de duração.

O novo formato de propaganda estreia esta semana nos EUA. Depois, deve seguir para Reino Unido, França e Austrália. Alguns carros também terão tablets para exibir anúncios. Eles serão instalados gradualmente em cidades dos EUA.

“Nós temos dois minutos da sua atenção. Sabemos onde você está, para onde está indo, o que comeu”, disse Grether ao Wall Street Journal. “Podemos usar tudo isso para direcionar uma propaganda em vídeo para você.”

Os anúncios em vídeo também vão aparecer em dois apps da empresa que não estão disponíveis no Brasil, o Uber Eats, de delivery de comida, e o Drizly, de entrega de bebidas alcóolicas.

Uber segue estratégia de varejistas

A Uber não está sozinha nessa tendência. Outras empresas de varejo estão usando seus apps para mostrar anúncios de outras marcas, que são direcionados com base os dados coletados dos consumidores.

O Wall Street Journal menciona alguns exemplos, como a varejista Walmart, a rede de hotéis Marriott e o app de delivery DoorDash.

Como se sabe, a Uber só passou a ter lucro recentemente. Por isso, a empresa está buscando novas formas de receita, e vê sua plataforma de anúncios como uma potencial fonte de dinheiro.

Segundo Dara Khosrowshahi, CEO da Uber, a base de anunciantes cresceu 80% de um ano para outro. A empresa disse que 345 mil negócios compraram propagandas em seu app no primeiro trimestre de 2023, contra 315 mil no último trimestre de 2022.

A meta da Uber é chegar a US$ 1 bilhão em receitas em 2024, somando todos os seus serviços: corridas, entregas, compras e mais. Grether diz que a empresa está no caminho certo, mas ela não revela quanto está ganhando com os anúncios.

Com informações: The Wall Street Journal

Relacionados