Windows: Microsoft começa a abandonar a assistente virtual Cortana

Ao estilo de “já é ano novo na Austrália”, programa da assistente virtual do Windows no Insider Program que seu programa foi descontinuado

Felipe Freitas
Por
Logotipo do Windows 11
Windows 11 no Insider Program não possui mais o programa própria da Cortana (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

A Microsoft iniciou o fim da Cortana, a sua assistente virtual, no Windows 11 do Insider Program. O programa da inteligência artificial — pioneira no sistema operacional da empresa — agora possui uma mensagem na abertura dizendo que o aplicativo está descontinuado. O fim do programa próprio da Cortana é mais um passo nos planos da Microsoft para substituí-la pelo Windows Copilot, desenvolvido com o “motor” do ChatGPT.

Apesar do aviso de descontinuado estar apenas no Insider Program, programa do Windows para desenvolvedores terem acesso antecipado a recursos em testes (e usuários comuns que querem usar recursos antes do lançamento), isso já é um indicativo que a Cortana dará adeus ao Windows nas próximas atualizações do sistema operacional.

E se você usa o Windows 11, fazer alguma pergunta para a Cortana você recebe, além da resposta, um aviso que em breve ela não estará mais disponível. A próxima grande atualização do Windows deve chegar no próximo mês ou outubro.

Aviso da Cortana de que em breve ela não estará mais disponível no Windows (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Aviso da Cortana de que em breve ela não estará mais disponível no Windows (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

No entanto, a Cortana continuará “ativa” (aspas porque quase ninguém usa) em outros programas da Microsoft, como o Outlook e o Teams. Obviamente, não por muito tempo, já que em algum momento a empresa também encerrará a Cortana nesses lugares, colocando o Copilot em seu lugar.

Windows Copilot será a evolução da Cortana

Anunciado em maio, o Windows Copilot será o novo assistente virtual da Microsoft. O Copilot promete ser “bem mais inteligente” que a Cortana. Ele usará a linguagem de modelo grande (LLM na sigla em inglês) GPT-4, o mesmo usado pelo Bing Chat e pelo ChatGPT em sua versão paga.

O Windows Copilot terá mais integrações com aplicativos e poderá usar as APIs da OpenAI, empresa criadora do ChatGPT e das tecnologias GPT-3, GPT 3.5 e GPT 4. Assim, o novo assistente deve ser mais funcional que a Cortana. Ele poderá alterar configurações do sistema com algum comando, ao invés de te ensinar como fazer.

Em um teste vazado pelo Windows Latest, o Copilot também se mostrou bem integrado aos programas da Microsoft instalados no PC do usuário.

Com informações: XDA Developers

Relacionados