Windows 10 deixa de ser vendido pela Microsoft após sete anos no mercado

A Microsoft cortou as vendas do Windows 10 nesta terça-feira (31); o sistema operacional ainda será atualizado por alguns anos

Bruno Gall De Blasi
Por
• Atualizado há 6 meses
Notebook com Windows 10 (Imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Notebook com Windows 10 (Imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Depois do lançamento do Windows 11, a Microsoft está reforçando o uso da versão mais recente do sistema operacional. A empresa parou de vender licenças do Windows 10 nesta terça-feira (31), mas manteve a ativação da versão anterior. Felizmente, o software ainda vai receber atualizações por bastante tempo.

O alerta do encerramento da comercialização do sistema deu as caras no site da própria Microsoft.

De acordo com o aviso que já foi retirado do ar, 31 de janeiro de 2023 foi o último dia para adquirir uma cópia digital do Windows 10. Depois, nesta quarta-feira (1), a empresa passou a redirecionar as páginas do Windows 10 Home e Pro para a página do Windows 11.

Tudo isso sete anos após o lançamento do software: julho de 2015.

Claro, esta decisão não impede o uso do sistema. Todavia, os usuários terão um trabalho extra para ter acesso ao software, pois você precisa garantir uma cópia do Windows 11 e fazer o downgrade ou aproveitar a chave do Windows 7 ou 8.1 para ativar o Windows 10.

Outra opção é buscar uma cópia do software em varejistas. No entanto, em uma breve busca pelo Google Shopping, dificilmente encontrei a oferta tanto da edição Home quanto da edição Pro em lojas confiáveis.

Windows 10 será atualizado até 2025

A boa notícia é que, se você ainda deseja utilizar o Windows 10, isto não será um problema. No aviso, a Microsoft relembrou que vai continuar a oferecer atualizações de segurança para o software até 14 de outubro de 2025.

Isto significa que você não precisa atualizar o computador correndo, pois a desenvolvedora continuará a se debruçar sobre o sistema para que os usuários permaneçam seguros e que tudo continue funcionando normalmente.

Especialmente porque o público corporativo geralmente demora para instalar novas versões do Windows em seus computadores para evitar dores de cabeça com problemas de compatibilidade. Por exemplo, em 2019, alguns amigos meus ainda usavam Windows 7 no trabalho.

Todavia, a Microsoft tende a reduzir a implementação de novidades no Windows 10 ao longo do tempo.

Por outro lado, se preferir (e puder), você pode atualizar o seu computador para o Windows 11 de graça, desde que ele seja compatível com o novo sistema operacional.

Com informações: BleepingComputer e Windows Latest

Relacionados