Início / TB Responde / Gadgets /

Como funciona o ar-condicionado? Conheça as partes do equipamento

Para manter o ambiente refrigerado, o ar-condicionado precisa de alguns componentes e um sistema eficaz; saiba como funciona esse equipamento

Wagner Pedro

Por

TB Responde
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O ar-condicionado é um equipamento indispensável nos dias de hoje, especialmente em regiões de calor intenso. Apesar de existirem vários modelos disponíveis no mercado, todos operam com os mesmos princípios básicos para refrigerar o ambiente e proporcionar uma sensação de conforto. Abaixo, vou te mostrar como funciona um ar-condicionado e explicar um pouco sobre as partes desse aparelho.

Ar-condicionado (Imagem: Sprinter Lucio/Pixabay)
Ar-condicionado (Imagem: Sprinter Lucio/Pixabay)

Funcionamento

O ar-condicionado não cria aquele vento frio que sentimos ao ligá-lo. Na verdade, ele funciona removendo o calor e a umidade do ar presente no ambiente para só então transformá-lo em um ar de baixa temperatura. Ou seja, existe um processo de troca.

Para que esse processo ocorra tranquilamente, o equipamento trabalha com um gás refrigerante (R-22) e três componentes mecânicos essenciais: compressor, condensador e evaporador. Juntas, essas peças conseguem converter o gás em líquido e vice-versa.

Ao absolver o calor do ar, o R-22 muda de estado dentro da serpentina do equipamento e virá gás. Em seguida, o compressor aumenta a pressão e a temperatura para enviá-lo ao condensador, que fica do lado de fora. Mais quente que o ambiente externo, esse gás resfria um pouco e passa para o estado líquido rapidamente devido à alta pressão.

O processo continua quando um ventilador sopra o restante do ar quente para a rua, enquanto o líquido volta para o interior do equipamento e chega ao evaporador, que o evapora (transformando-o em gás novamente) e resfria a serpentina interna da peça.

Feito isso, outro ventilador sopra o ar através dessa serpentina, fazendo com que a temperatura do ambiente diminua. O ciclo recomeça assim que o gás sai do evaporador e voltar ao compressor.

O que cada componente faz separadamente

Após entender o funcionamento geral do ar-condicionado, é importante saber um pouco mais a respeito dos três componentes principais:

Compressor

Compressor de um ar-condicionado (Imagem: Divulgação/Panasonic)
Compressor de um ar-condicionado (Imagem: Divulgação/Panasonic)

O compressor pode ser considerado o “coração” do equipamento. Ele trabalha diminuindo o volume do gás e elevando sua pressão e temperatura para o processo de condensação.

Condensador

Unidade condensadora de um ar-condicionado (Imagem: Sprinter Lucio/Pixabay)
Unidade condensadora de um ar-condicionado (Imagem: Sprinter Lucio/Pixabay)

O condensador ajuda o refrigerante (R-22) a “roubar” o calor coletado do ambiente, expulsando-o para fora e permitindo que ele mude de estado, saindo de gás para líquido.

Evaporador

Unidade evaporadora de um ar-condicionado (Imagem: Divulgação/KS Services)
Unidade evaporadora de um ar-condicionado (Imagem: Divulgação/KS Services)

O evaporador é a peça final do processo. O líquido refrigerante passa por suas serpentinas, que absorve a temperatura antes de evaporá-lo, e um ventilador sopra o ar frio através da peça para chegar na saída do ar-condicionado.

Tipos de ar-condicionado

É possível encontrar diversos tipos de ar-condicionado no mercado, alguns mais baratos e outros consideravelmente caros. Independentemente da opção escolhida, o funcionamento continua sendo o mesmo, diferenciando apenas na questão de recursos e tecnologias.

Split

Philco PAC24000IFM9W (Imagem: Divulgação/Philco)
Philco PAC24000IFM9W (Imagem: Divulgação/Philco)

Ar-condicionados da categoria Split são os mais comuns. Com um design elegante e compacto, eles oferecem uma alta potência de BTUs, tecnologia Inverter, que regula a velocidade do compressor para reduzir o gasto de energia conforme as condições do ambiente, e controle remoto para ajustar a temperatura e habilitar outras funções.

Janela

Springer Midea ZQI185BB (Imagem: Divulgação/Springer Midea)
Springer Midea ZQI185BB (Imagem: Divulgação/Springer Midea)

Menos comuns, mas ainda assim eficientes, os ar-condicionados de janela apresentam uma construção mais robusta, com todas as peças armazenadas em um só lugar. Normalmente, eles entregam controles de temperatura e direcionadores de ar manuais. Esses modelos cumprem seu papel com excelência em ambientes que não conseguem acomodar um equipamento Split.

Central

Daikin FCQ30AVL (Imagem: Divulgação/Daikin)
Daikin FCQ30AVL (Imagem: Divulgação/Daikin)

O ar-condicionado central é indicado para ambientes de médio a grande porte, sejam residenciais ou comerciais. Além de resfriar, ele pode controlar a qualidade, umidade e fluxo de ar do local. Por ser potente e trabalhar cobrindo uma área maior, seu preço é consideravelmente alto, pois além dos componentes, é preciso instalar dutos de ar para levar o vento frio aos lugares desejados.

Benefícios do ar-condicionado para a saúde

  • Limpa o ar do ambiente: os aparelhos de ar-condicionado entregam um filtro que remove partículas e alérgenos, como pólen e poeira, ajudando a limpar o ar do ambiente. Eles também atuam como desumidificadores para reduzir a umidade do local;
  • Reduz risco de insolação: em altas temperaturas, a possibilidade de você ter uma insolação aumenta. O ar-condicionado consegue reduzir esse risco e até outras doenças relacionadas ao calor;
  • Reduz risco de desidratação: o ar-condicionado também ajuda a reduzir o risco de desidratação. Afinal, se a temperatura estiver mais baixa, você não irá suar e, consequentemente, seu corpo não vai perder água. Claro que é importante manter-se hidratado, mas um sistema de ar-condicionado pode ajudar a combater esse problema;
  • Melhora a qualidade do sono: ligando o ar-condicionado e mantendo a temperatura mais baixa durante a noite, você consegue dormir melhor. Um ambiente refrigerado proporciona um sono agradável e, naturalmente, te deixará mais descansado para o dia seguinte;
  • Reduz risco de ataques de asma: o ar-condicionado ajuda a limpar o ar do ambiente. Isso significa que há uma possibilidade, mesmo que pequena, dele evitar ataques de asma. Para reduzir ainda mais esse risco, também é importante trocar o filtro quando necessário.

Pronto, agora você já conhece mais detalhes sobre o ar-condicionado, um equipamento indispensável para muitas pessoas.

Com informações: Boxt e Carrier.