CPF na nota aumenta score de crédito? [Mitos e Verdades]

O score de crédito baixo indica risco de inadimplência. O CPF na nota aumenta score (pontuação)? Veja mitos e verdades do tema

Karla Soares
Por

O score de crédito é o currículo financeiro que traz uma pontuação resultante dos hábitos de pagamento do consumidor. Com pontos que vão de 0 (zero) a 1 mil, o score baixo dá a indicação ao mercado que o consumidor tem alto risco de inadimplência. Confira se CPF na nota, salário alto ou nome limpo garantem aumento do seu score.

Mitos

1. Colocar CPF na nota fiscal aumenta a pontuação

Pedir a inclusão do CPF na nota fiscal de produtos e serviços não aumenta o score de crédito. Esse dado não é utilizado pelos bureaus de crédito para o cálculo da pontuação.

cpf na nota aumenta score / Unsplash / YTCount

2. O score aumenta logo após pagar a dívida

Pagar e regularizar dívidas ajudam a aumentar a pontuação do currículo financeiro mas, segundo a Serasa, leva um tempo para que o score seja alterado. O bureau de crédito diz que, o quanto antes se quitar as dívidas e limpar o nome, melhor para a pontuação.

3. O score leva em consideração todo meu histórico financeiro

O score financeiro leva em conta o histórico atual dos consumidores. O Código de Defesa do Consumidor normatiza a prescrição de dívidas cinco anos após a data de vencimento. Portanto, os débitos com mais de cinco anos não entram no cálculo do score de crédito.

4. O score de crédito só usa dados negativos

De acordo com a Serasa, o cálculo do score de crédito utiliza informações negativas, positivas, dados cadastrais e comportamentais para compor a pontuação.

5. Só há uma maneira de se calcular o score

Cada bureau de crédito possui sua forma de calcular a pontuação de crédito. As informações para compor o score de cada instituição são diferentes. O ideal é manter sempre os dados atualizados.

6. Ter renda mais alta aumenta o score

O score de crédito leva em conta os hábitos financeiros do consumidor, o pagamento das contas em dia e o endividamento. Portanto, o valor do seu salário não afeta diretamente a pontuação.

cpf na nota aumenta score / Unsplash / YTCount

7. Consultas frequentes ao CPF diminuem a pontuação do Score

Não é verdade que as consultas frequentes ao CPF diminuem a pontuação do score. A pontuação pode ser checada por empresas que contratam os serviços de consulta do bureau de crédito.

8. Nome limpo garante score alto

Como a pontuação é uma soma das ações financeiras todo o histórico tem influência. Ter o nome limpo hoje ajuda, mas inadimplências em períodos anteriores podem prejudicar a pontuação.

Verdades

1. Consigo financiamento mesmo tendo score baixo

Apesar de consultarem as pontuações elaboradas pelos bureaus de crédito, cabe às empresas a decisão de conceder ou não o crédito solicitado ao consumidor. Portanto, é possível sim obter financiamento apesar do score baixo, sob condições e juros, talvez, não muito favoráveis.

2. Consultar o score de crédito é grátis

O score de crédito pode ser consultado nos sites dos bureaus de crédito gratuitamente, sem que o consumidor precise sair de casa. O da Serasa está disponível em serasa.com.br/score.

3. O score de crédito é uma ferramenta reconhecida

As pontuações de crédito são utilizadas em diversos países há mais de 100 anos. A adoção do score tornou a pontuação acessível para o consumidor, que pode se beneficiar com a oferta mais justa de juros para os empréstimos e financiamentos.

cpf na nota aumenta score / Unsplash / YTCount

4. A pontuação não é aberta para a qualquer pessoa

Além do consumidor, só quem tem acesso ao score são os bureaus e empresas de análise de crédito e tomada de decisão sobre negócios. Outros consumidores não têm acesso ao seu score de crédito.

5. Paguei minhas dívidas. Isso vai aumentar o meu score?

Para quem já foi negativado demora um pouquinho conseguir a confiança do mercado novamente. Portanto, é difícil saber quando o score terá aumento, de acordo com a Serasa.

6. Manter o cadastro atualizado melhora a pontuação do meu score

Quanto mais atualizados estejam seus dados, maiores são as chances de o consumidor ter seus hábitos financeiros e dados conhecidos pelos bureaus de crédito. Não esqueça que o score não é o único tipo de informação que as instituições consultam na hora de conceder crédito ao consumidor.

Com informações: Serasa, Nubank e ConsultScore

Karla Soares

Ex-redatora

Karla Soares é jornalista formada na Universidade da Amazônia e pós-graduada na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero. Analista de Comunicação com experiência em produção de conteúdo institucional, foi redatora no Tecnoblog, atuando na editoria TB Responde, com ênfase na produção de textos sobre economia, aplicativos e pautas ligadas aos serviços públicos.

Relacionados

Relacionados