Como entrar na deep web pelo Android ou iPhone

Assim como no PC, também é possível acessar o mundo obscuro da internet em dispositivos Android e iOS em poucos passos

Jean Prado
Por

Acessar a deep web é algo que também pode ser feito pelo smartphone, seja Android ou iOS. Da mesma forma que no computador, é preciso instalar alguns aplicativos de modo que a conexão seja feita no seu smartphone. Por isso, a seguir, você confere como entrar na deep web pelo celular e quais apps precisam seu baixados.

É possível acessar a deep web em poucos passos (Imagem: Gilles Lambert/Unsplash)

Entrar na deep web pelo Android

Tempo necessário: 5 minutos.

Assim como no PC, é preciso baixar e instalar um aplicativo que seja capaz de abrir URLs compatíveis da deep web. Veja detalhes abaixo — por conta de uma bloqueio do app, não foi possível produzir prints para ilustrar os passos do tutorial.

  1. Baixe e instale o app

    Primeiramente, vá até a Play Store, faça o download do Tor Browser e instale-o em seu dispositivo;

  2. Faça a conexão

    Assim que instalado, permita que o navegador conecte-se à rede. Assim, será possível acessar as URLs próprias da deep web;

  3. Selecione o nível de segurança

    Em determinado momento, será necessário escolher o nível de segurança que deseja ter. Deixe no recomendado caso não tenha experiência no assunto;

  4. Acesse à rede

    Pronto, navegador em funcionamento. Agora, é preciso que você acesse uma URL válida para começar a navegar pela deep web.

    No Tor Browser, os links são formados por caracteres aleatórios seguidos da terminação .onion. O diretório mais famoso é a Hidden Wiki, basta copiar e colar uma das URLs no Tor Browser.

Pronto. Agora você já sabe como entrar na deep web, em poucos passos, pelo celular Android. No iPhone, o processo é bem semelhante.

Acessar a deep web pelo iPhone

Para iPhone, não existe um aplicativo oficial do Tor por algumas limitações do sistema, como o fato da Apple obrigar os navegadores de terceiros no iOS a usarem o motor de navegação WebKit, o mesmo do Safari e Chrome.

O próprio Tor recomenda o Onion Browser, que tenta implementar alguns recursos para prevenir alguns problemas de segurança — normalmente suficientes para um usuário comum. Pelo menos, por conta dessas limitações, é muito mais fácil navegar na deep web pelo iPhone:

  1. Instale e conecte-se
    Vá até a App Store e baixe o Onion Browser no seu iPhone. Na sequência, toque em “Vamos” e em “Conecte-se a Tor” para iniciar a conexão;
    Como acessar a deep web pelo iPhone
  2. Aguarde
    Aguarde pela mensagem “Conectou-se” e toque em “Próximo“;
    Como acessar a deep web pelo iPhone
  3. Selecione o nível de segurança
    Assim que conectar, é preciso que o usuário defina um nível de segurança para sua conexão. De acordo com o app, o recomendado é escolher entre Prata e Ouro. Pronto, navegador já em funcionamento.

Agora, é preciso que você acesse uma URL válida para começar a navegar pela deep web.

No Onion Browser, os links são formados por caracteres aleatórios seguidos da terminação .onion. O diretório mais famoso é a Hidden Wiki.

O que fazer na deep web

Geralmente, a deep web é associada a conteúdo ilegal, como venda de drogas, pornografia infantil ou diversas outras atividades obscuras, mas a rede não tem só esse tipo de conteúdo.

Ela pode ser bastante útil para ativistas e jornalistas que precisam de anonimato. No computador, ela pode ser acessada pelo navegador Tor, que se conecta à rede de mesmo nome.

Normalmente, o primeiro passo é acessar a Hidden Wiki, que lista alguns sites da deep web. O diretório mais famoso do Tor é a Hidden Wiki. Por lá, você encontra qualquer tipo de site que existe nas redes da deep web.

A velocidade de navegação deve ser mais lenta que o normal porque a sua internet se conecta a diversos computadores, como um túnel, para carregar os sites, então depende da velocidade de conexão de muitos pontos ao redor do mundo.

Jean Prado

Ex-autor

Jean Prado é jornalista de tecnologia e conta com certificados nas áreas de Ciência de Dados, Python e Ciências Políticas. É especialista em análise e visualização de dados, e foi autor do Tecnoblog entre 2015 e 2018. Atualmente integra a equipe do Greenpeace Brasil.

Relacionados

Relacionados