Início / TB Responde / Aplicativos e Software /

O que é SaaS? [Software as a Service]

Utilização através da nuvem; saiba o que é SaaS e como o conceito de Software as a Service funciona para as empresas

Leandro Kovacs

Por

TB Responde
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A utilização de aplicações e softwares sem a necessidade de instalação está crescendo, assim como os serviços de streaming. Veja abaixo, o que é SaaS e como a ideia de Software as a Service afeta o dia a dia de empresas e usuários que optam por utilizar essa modalidade de serviços.

O que é SaaS? (Imagem: Vitor Pádua)
O que é SaaS? (Imagem: Vitor Pádua)

Através da nuvem

Apesar de ser através da nuvem, não é chuva. O Software as a Service (SaaS) — ou software como serviço, em português — é um método para oferecer programas e aplicações aos usuários usando a nuvem.

Ao invés de adquirir e instalar, os usuários de SaaS fazem uma assinatura. Agora, pode-se acessar e usar a aplicação do método SaaS em qualquer dispositivo compatível, através da Internet. A aplicação é executada em servidores de nuvem (clouds) que podem estar longe do usuário.

Como funciona?

Uma aplicação SaaS pode ser acessada por meio de um navegador ou aplicativo. Os servidores de e-mail online acessados usando um navegador, como o Gmail e o Office 365, são exemplos comuns de aplicações SaaS.

A diferença entre o SaaS e um modelo de software instalado no computador do usuário é semelhante à diferença entre assistir a uma série de TV online (streaming) e comprar todas as temporadas em DVD.

Eu disse que o crescimento estava intimamente ligado a popularização dos streamings. Estamos na era das assinaturas.

O Slack é um SaaS que une diversos outros iguais por compatibilidade (Imagem: Slack/Divulgação)
O Slack é um SaaS que une diversos outros iguais por compatibilidade (Imagem: Slack/Divulgação)

Vantagens do SaaS

Acesso facilitado

Para fornecer aplicativos SaaS a usuários, não é necessário adquirir, instalar, atualizar ou manter hardware, middleware ou software. O método torna aplicativos corporativos sofisticados, como ERP e CRM, acessíveis a organizações que precisam economizar recursos para comprar, implantar e gerenciar a infraestrutura.

On demand

A economia vem também pelo fato do serviço SaaS escalar verticalmente e horizontalmente os custos de acordo com o nível de uso. Os planejamentos são mais “individualizados” se adaptando a qualquer cenário.

Cliente gratuito e simplificado

Os usuários podem executar quase todos os aplicativos diretamente do navegador da web sem precisar baixar e instalar nada. Em alguns casos, aplicativos podem exigir plug-ins. Resumindo, não precisa adquirir e instalar softwares específicos para os usuários em cada terminal.

Fácil mobilização

O SaaS facilita a mobilização da força de trabalho, pois os usuários podem acessar aplicativos e dados por meio de qualquer computador ou dispositivo móvel conectado à Internet.

Não é necessário obter especialistas para gerenciar problemas de segurança comuns no mobile. Um provedor de serviço cuidadosamente escolhido garantirá a segurança dos dados, independentemente do tipo de dispositivo usado.

Prevenção de perdas

Podem ser acessados por qualquer computador ou dispositivo móvel conectado à Internet. Após o armazenamento, os dados do aplicativo estão protegidos, nenhum dado será perdido em caso de falha do dispositivo final.

Custos previsíveis

Ao contratar um SaaS sabe-se exatamente o que pagará por mês, algo que nem sempre é possível quando se tem uma infraestrutura própria. Estruturas próprias trazem problemas com recursos extras, elevando os gastos com a tecnologia necessária para manter o programa em funcionamento.

Um crescente número de SaaS estão aproximando a "nuvem" da realidade profissional (Imagem: Webstacks/Unsplash)
Um crescente número de SaaS estão aproximando a “nuvem” da realidade profissional (Imagem: Webstacks/Unsplash)

Desvantagem do SaaS

Controle de acesso forte

Verificar a identidade do usuário e controlar os níveis de acesso é muito importante. Com o SaaS, os ativos da empresa não ficam em uma rede interna e isolada. Pelo contrário, o acesso do está sujeito à identidade do usuário, ou seja, se uma pessoa tem as credenciais de login corretas, poderá acessar a aplicação. É essencial uma forte verificação de identidade.

Dependência do fornecedor

O usuário pode se tornar muito dependente do provedor de aplicações SaaS. É demorado e custa caro migrar para uma nova aplicação se todo o banco de dados de uma organização estiver armazenado na anterior. Para evitar o problema, pesquise muito antes de adotar o serviço.

Exemplos de SaaS do mercado

SaaS é a mesma coisa que o modelo por assinatura?

SaaS não é a mesma coisa que modelo por assinatura, porém pode fazer uso desse sistema de pagamento para obter receita recorrente. Isso permite à desenvolvedora obter ganhos constantes enquanto durar a sua relação com o cliente.

Com informação: Cloudflare, Microsoft, Salesforce.