O que é TCP/IP?

Conheça mais sobre os chamados Protocolos de Controle de Transmissão e Internet; importantes peças na comunicação da rede

Ricardo Syozi
Por
• Atualizado há 1 ano
Definição de TCP/IP (Imagem: Tecnoblog)

O TCP/IP é fundamental para a rede de internet. Esses dois protocolos garantem que pacotes de informações cheguem a seu destino de forma correta e segura. Dessa forma, conseguimos tratar e definir os dados entre os dispositivos antes de alcançarem seus destinos. Mas como isso funciona e qual a sua importância?

Quando falamos de TCP, nos referimos a algo que faz toda a definição de como aplicações conseguem criar canais de comunicação através da rede. Também auxilia na quebra em pedaços de uma mensagem que será posteriormente reconstruída antes de chegar a seu destino.

Uma boa analogia é compará-lo a alguém que recebe as peças e, em seguida, monta o quebra-cabeça por completo.

Já o IP é o que define o endereço e o caminho do pacote de dados, ou seja, ele garante que as informações cheguem a seu destino correto. Ele é basicamente o “carteiro”, que recebe o item e o checa para ter certeza de que estará no local de seu objetivo.

Tudo isso a partir do endereço IP (IP address).

Sendo assim, é correto afirmar que TCP/IP é um conjunto de protocolos e um modelo de comunicação de rede. Ele serve para, principalmente, viabilizar a troca de informações entre ORIGEM e DESTINO.

Mas isso é importante?

Sua importância é enorme. Sem a presença desse conjunto, seria impossível definir os padrões de transmissão, que são adotados por diferentes dispositivos das mais variadas aplicações.

Por meio destes protocolos, toda a internet é endereçada, permitindo que a troca de informações seja feita entre as mais variadas origem e destinos.

Resumindo: você só consegue logar de forma correta por causa do TCP/IP.

TCP/IP
Exemplo visual da comunicação entre os protocolos (Imagem: YouTube / CertBros)

Como o modelo TCP/IP funciona

O Tecnoblog falou com Fabio Appel, Coordenador de Produtos da TP-Link no Brasil. Ele nos explicou mais sobre o assunto:

Há quatro camadas para constituir o modelo:

Camada Aplicação: como o nome diz, usamos esta camada para definir o uso ou finalidade da transmissão dos protocolos relacionados ao programa. Existem diversos tipos para distintas aplicações, como por exemplo, para troca de e-mails (SMTP), Internet (HTTP), arquivos (FTP);

Camada Transporte: é responsável pela maneira que os dados serão transmitidos pela rede, conforme o uso, prioridade ou criticidade do conteúdo trafegado. Esta camada define a melhor maneira de os dados serem transmitidos. Estão inclusos aqui os protocolos TCP e UDP;

Camada de Internet: ela é responsável pelo roteamento de origem e destino dos pacotes. Por meio dela, os dispositivos de diversas redes privadas e públicas encontram-se para troca de pacotes e informações solicitadas por diversas aplicações;

Camada de Enlace: cuida do conjunto de protocolos que fazem o enquadramento dos dados anteriormente definidos e a transmissão em camada física de todo o conjunto. Usa métodos e padrões que possam concluir a transmissão de maneira segura e confiável, de fim a fim. Tecnologias como Wi-Fi e Ethernet trabalham ativamente nesta camada.

A boa notícia é que o usuário comum da internet não precisa se preocupar com todos esses termos e usos. Já é o suficiente saber que tudo está funcionando graças aos protocolos de TCP/IP.

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Deixe a sua opinião na comunidade do Tecnoblog!

Esse conteúdo foi útil?
😄 Sim🙁 Não

Receba mais sobre endereço IP na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Ricardo Syozi

Ricardo Syozi

Repórter

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Relacionados