PROCON-SP

Artigos de PROCON-SP

Correios têm alta de quase 400% em reclamações no Procon-SP

às 11h48 por

As queixas contras os Correios se tornaram mais comuns no estado de São Paulo. Segundo o Procon-SP, houve um aumento de 398% entre março e junho de 2020. Ao todo, foram 1.568 reclamações, sendo 951 relacionadas ao não fornecimento do serviço. No mesmo período de 2019, foram 315 registros, incluindo 164 sobre problemas na prestação do serviço. Cartões com NFC farão pagamento de até R$ 100 sem senha

Golpe do entregador: Procon-SP quer investigação contra iFood e Rappi

às 09h24 por

Você provavelmente já ouviu falar do golpe da maquininha: ao chegar o seu delivery, o entregador diz que é necessário pagar uma taxa extra e saca uma máquina de cartão com o visor quebrado. Sem saber o valor, você acaba autorizando uma cobrança altíssima — de até R$ 5 mil em alguns casos. A Fundação Procon-SP quer uma investigação sobre essa prática, pela qual iFood e Rappi dizem não se responsabilizar. Como pedir

Procon-SP recua sobre roubo de dados pelo golpe da ligação

às 15h28 por

A Fundação Procon-SP divulgou alerta sobre um golpe em que a pessoa recebe ligação do próprio número: Fernando Capez, diretor-executivo da entidade, afirmou em vídeo que estava "recebendo reclamações de consumidores nesse sentido", e que fraudadores "só precisam de 10 segundos para roubar os seus dados". Eles voltaram atrás, dizendo que não foram notificados por nenhum consumidor sobre esse golpe, e que não têm provas de que o roubo de dados está realmente acontecendo.

Procon-SP alerta para golpe da ligação para o próprio número

às 12h23 por

O celular toca e, quando você olha para a tela, descobre que a ligação vem do seu próprio número. Além do espanto que isso causa, você precisa lidar rapidamente com uma decisão: atender ou desligar? Recentemente, o Procon-SP fez um vídeo para dizer que a ligação não deve ser atendida. Ransomwares: da insanidade ao modelo de negócios Nubank: golp

Procon-SP multa Decolar em R$ 1,2 milhão por prática abusiva de preços

às 12h11 por

A Decolar foi multada, nesta semana, em quase R$ 1,2 milhão pelo Procon-SP. O órgão, que é vinculado à Secretaria da Justiça e Cidadania, concluiu que a companhia desrespeitou direitos dos consumidores ao cobrar preços diferentes para o mesmo serviço de hospedagem tendo como base a localização geográfica de seus clientes. Vivo, Claro e TIM lideram reclamações em ranking do Procon-SP para 2019

Vivo, Claro e TIM lideram reclamações em ranking do Procon-SP para 2019

às 16h44 por

Não é surpresa que as operadoras de telefonia acumulem uma quantidade enorme de reclamações, e em 2019 não foi diferente: Vivo, Claro/NET e TIM lideram o ranking de reclamações à Fundação Procon-SP no ano passado. O top 20 é dominado por bancos e varejistas online. Vivo é processada por expor dados pessoais de clientes no site Meu Vivo

Claro deverá pagar multa de R$ 2 milhões por cobrança abusiva

às 16h56 por

A Fundação Procon-SP multou a Claro em R$ 5,2 milhões por cobrar serviços de telefonia que dez consumidores não contrataram; a operadora recorreu em um processo judicial, e o valor foi reduzido para cerca de R$ 2 milhões. Esta é mais uma daquelas histórias sobre multas que se arrastam por anos na Justiça antes de serem pagas. Claro deverá pagar indenização por sinal ruim de 3G e 4G

Procon-SP divulga lista com lojas online para evitar na Black Friday 2019

às 14h47 por

A Fundação Procon-SP atualizou a lista suja de lojas online nas quais você nunca deveria comprar, especialmente agora que estamos perto da Black Friday 2019. São 307 registros no total, a maioria sites que estão fora do ar; no entanto, encontramos 16 endereços que seguem na atividade e que você deveria evitar. Como saber se uma oferta de Black Friday realme

Anatel e Procon-SP notificam Vivo após dados de clientes serem expostos

às 14h51 por

A Vivo deverá dar explicações sobre a falha que expõs dados de clientes que usavam o portal Meu Vivo. A Telefônica Brasil, dona da operadora, foi acionada pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e pelo Procon-SP, que querem saber o que tem sido feito para resolver o problema. Adobe expôs dados de 7,5 milhões de contas da Creative Cloud

Procon-SP multa Google e Apple em até R$ 10 milhões por causa do FaceApp

às 11h54 por

A Fundação Procon-SP multou o Google em quase R$ 10 milhões, e a Apple em R$ 7,7 milhões, acusando-as de desrespeitar o Código de Defesa do Consumidor (CDC) ao fornecerem o FaceApp para iPhone e Android sem termos de uso em português. Além disso, o órgão diz que as duas empresas estabeleceram cláusulas abusivas em suas políticas de privacidade e termos de uso. O Google vai recorrer da decisão. Como pedir ao FaceApp para remover seus d

Cadastro para bloqueio de telemarketing em SP enfim adota HTTPS

às 16h43 por

A Fundação Procon-SP passou a utilizar o protocolo HTTPS em todo o seu site, incluindo no Cadastro para Bloqueio do Recebimento de Ligações de Telemarketing, após uma denúncia da imprensa: o sistema lançado em 2009 dependia de conexões não-protegidas há anos, potencialmente expondo dados pessoais como endereço e número de telefone. Em outros estados, como Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, os sistemas para barrar chamadas indesejadas ainda usam HTTP.

Uber diz ao Procon-SP que motoristas não podem recusar passageiros com cão-guia

às 18h55 por

Após ser notificada pela Fundação Procon-SP, a Uber respondeu que os motoristas não devem negar corridas para passageiros com deficiência visual e cão-guia: se fizerem isso, eles recebem uma advertência e podem ser desativados da plataforma. No mês passado, um motorista em São Paulo recusou viagem a uma advogada cega porque ela estava com cão-guia. Uber demite 400 funcionários para cortar custos

Rappi e Uber se isentam de morte de entregador em resposta ao Procon-SP

às 10h17 por

A Fundação Procon-SP notificou a Rappi e a Uber após a morte de um entregador na cidade de São Paulo: o motoboy teve um AVC (acidente vascular cerebral), o atendimento de emergência não enviou uma ambulância após ser contatado, e um motorista da Uber se recusou a levá-lo ao hospital. As empresas negam responsabilidade dizendo que prestam serviços aos motoristas e entregadores, não o contrário.

Procon-SP alerta Anatel por informação errada no site Não Me Perturbe

às 11h29 por

O site Não Me Perturbe foi criado pelas operadoras por determinação da Anatel para bloquear ligações de telemarketing da Algar, Claro/NET, Nextel, Oi, Sercomtel, Sky, TIM e Vivo. A seção de perguntas frequentes dava a entender que esse serviço substituía o cadastro Não Me Ligue da Fundação Procon-SP, o que não é verdade; por isso, a agência de telecomunicações foi notificada para alterar o texto.

Procon-SP quer que FaceApp, Google e Apple expliquem coleta de dados

às 16h30 por

A febre do FaceApp — aquele app que envelhece os usuários nas fotos — atraiu a atenção da Fundação Procon-SP: o órgão, que tem vínculo com a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo, notificou os responsáveis pelo aplicativo para saber como os dados dos usuários são tratados. Google e Apple também receberam notificações. Extensões para Chrome e Firefox venderam dados de 4 milhõ

Xiaomi e DL são autuadas pelo Procon por infrações na Mi Store de SP

às 13h22 por

A primeira loja física da Xiaomi no Brasil recebeu uma visita da Fundação Procon-SP: o órgão descobriu algumas irregularidades, como produtos vendidos sem detalhes em português e itens sem informação de origem da importação. A Mi Store foi autuada e poderá receber multa por essas infrações. O local havia sido flagrado vendendo eletrônicos sem o selo da Anatel.

Vivo, NET e TIM lideram telemarketing indesejado em lista do Procon

às 12h15 por

Vivo, NET e TIM são as empresas que mais incomodam com ligações de telemarketing, segundo ranking criado pela Fundação Procon-SP. A lista, dominada por operadoras e bancos, reúne companhias que telefonam para números que claramente não querem receber este tipo de chamada, pois estão no cadastro estadual de bloqueio. Em 2019, a entidade já aplicou R$ 12,9 milhões em multas. Como bloquear ligações de números indesejados no An

Huawei e Google explicam como bloqueio dos EUA afeta brasileiros

às 13h11 por

Como a disputa EUA vs. China afeta os brasileiros, especialmente quem comprou um celular da Huawei? É o que a Fundação Procon-SP quer saber. O órgão notificou a fabricante, o Google, varejistas e operadoras (Vivo, TIM, Oi, Claro, Nextel) para obter mais detalhes. Huawei e Google garantem suporte ao Android, enquanto as outras empresas deram respostas mais evasivas. Huawei revê meta de superar Samsung

Procon-SP divulga lista com lojas online para se evitar na Black Friday

às 16h23 por

A Black Friday está quase entre nós, uma das principais temporadas de compra no Brasil, só ficando atrás do Natal. Ela ocorre no próximo dia 23 de novembro e é muito mais forte na internet que em lojas físicas. Por isso, é bom ficar atento à lista suja do Procon-SP, que reúne sites nos quais você definitivamente não deve comprar. Como saber se uma oferta de Black Friday realmente vale a pena

Procon-SP multa 20 empresas por telemarketing indesejado

às 12h01 por

A Fundação Procon-SP multou 20 empresas que ligaram para pessoas na lista de bloqueios a telemarketing. Isso inclui as operadoras TIM, Vivo, Claro, Oi, Nextel e Sky; bancos como Itaú, Bradesco e Caixa; e a Cnova, responsável pelas lojas online do Pontofrio, Extra e Casas Bahia. Como bloquear ligações de números indesejados no Android

Procon-SP notifica Apple por reduzir desempenho de iPhones com baterias velhas

às 16h18 por

A Apple foi notificada pela Fundação Procon-SP nesta quarta-feira (3) para esclarecer os problemas relacionados à redução no desempenho de iPhones com baterias desgastadas. O órgão quer saber como o consumidor deverá proceder para trocar a bateria, e quais prejuízos os usuários estão tendo com a diminuição na velocidade do processador. O problema foi descoberto em dezembro de 2017: benchmarks mostraram que o desempenho de iPhones com baterias desgastadas é mais baixo. A Apple

Uber é multado pelo Procon por cobrança indevida

às 13h02 por

O Procon-SP informou nesta quinta-feira (9) que multou o Uber em R$ 13.653,33. Segundo o órgão, o serviço de transporte descumpriu a legislação brasileira por não restituir corretamente os clientes por serviços cobrados indevidamente e não disponibilizar os dados de identificação da empresa de forma adequada. De acordo com o Procon-SP, o Uber cobrou por serviços que não foram prestados aos usuários. Nesse caso, o Código de Defesa do Consumidor especifica que o usuário tem direito à devolução do dobro do valor que pagou em excesso, o que não tem sido feito pela empresa.

Procon notifica lojas da Black Friday por maquiarem descontos

às 19h21 por

O Procon de São Paulo comunicou o envio de notificação para sete empresas participantes da Black Friday que acontece hoje. Fiscais da fundação identificaram indícios de maquiagem nos descontos oferecidos por Americanas.com, Extra (tanto loja física quanto virtual), Fast Shop, Ponto Frio, Saraiva, Submarino e Wal-Mart. As empresas têm uma semana, até 30 de novembro, para prestar esclarecimentos. A entidade recebeu 40 reclamações de consumidores até 15h. A partir disso, iniciaram investigações que podem levar a autuação e processo

PROCON-SP autua Groupon, Peixe Urbano e ClickOn

às 15h28 por

Três dos maiores sites de compra coletiva foram autuados pelo PROCON-SP em 7 de novembro. Groupon, Peixe Urbano e ClickOn têm práticas em desacordo com o Código de Defesa do Consumidor, a fundação informa em um comunicado divulgado somente nessa segunda-feira. As empresas têm o direito de ampla durante aquilo que o órgão chama de processo administrativo – quando a situação se agrava para o lado das empresas. Entre as práticas condenáveis que o PROCON-SP verificou nos sites de comp