Início » Telecom » Claro muda planos e volta a fornecer pacote de dados “ilimitado”

Claro muda planos e volta a fornecer pacote de dados “ilimitado”

Por
6 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A Claro ainda não decidiu o que quer da vida. Na época do lançamento dos serviços 3G, a operadora vendia pacotes de dados ilimitados, sem franquias de acesso. A procura foi tão grande que houve restrições de tráfego. Em seguida, a operadora cortou os planos ilimitados, e se a franquia do plano acabasse, não seria possível usar internet. E agora, a operadora de origem mexicana retornou aos planos com restrição de tráfego.

Por restrição de tráfego, entenda: há uma franquia mensal, com a velocidade informada pela operadora. Após o consumo integral do pacote de dados escolhido, a velocidade é reduzida até o fechamento dessa fatura.

No caso da Claro, os novos planos de internet pós-pagos possuem quatro pacotes diferentes: 300 MB, 500 MB, 1 GB e 5 GB, ao custo mensal de R$ 29,90, R$ 59,90, R$ 79,90 e R$ 99,90, respectivamente. Nos planos de 300 MB e 500 MB, a velocidade após o consumo da franquia é de 64 kbps, e 128 kbps nos planos de 1 GB e 5 GB. Enquanto o cliente estiver dentro dos limites do plano, a operadora oferece a velocidade 3GMax, nome comercial da operadora para o HSPA+. Na prática, as velocidades podem chegar a até 6 Mbps.

O serviço pré-pago também ganhou novas opções. Em uma delas, destinada aos clientes que utilizam o serviço de voz, o novo pacote de dados mensal de 100 MB custa R$ 22, com direito a navegação nas velocidades 3GMax. A outra opção é para quem usa no computador ou tablet: o pacote diário de 80 MB é bem similar ao Infinity Web Modem, possuindo velocidade de 1,5 Mbps e custando R$ 1,99. Em todos os planos pré-pagos, a velocidade é reduzida para 64 kbps após o cosnumo da franquia.

O chato de tudo isso é que a velocidade 3GMax nesses planos (até o pós-pago) não passa de uma promoção. De acordo com o regulamento da operadora, os clientes tem velocidade contratada de 1 Mbps. O benefício dura 12 meses, mas, conhecendo o histórico das operadoras, é previsível que a promoção seja renovada por mais um ano.