Início » Aplicativos e Software » Canonical anuncia servidor gráfico próprio para o Ubuntu e planeja mudanças na interface Unity

Canonical anuncia servidor gráfico próprio para o Ubuntu e planeja mudanças na interface Unity

Servidor gráfico X, usado na maioria das distribuições, será abandonado pelo Ubuntu

Avatar Por

Grandes mudanças estão por vir no Ubuntu, que vem se distanciando cada vez mais do Linux tradicional. A distribuição abandonará o servidor gráfico X para adotar uma solução própria da Canonical. Com isso, novidades no Unity deverão aparecer para permitir que o Ubuntu continue sendo adaptado para mais e mais dispositivos. Conheça o Mir, novo servidor gráfico do Ubuntu.

Não é fácil querer dominar o universo. Ainda mais quando você não consegue unificar seu sistema operacional nos mais diferentes dispositivos e ainda depende de arquiteturas que, embora funcionem a contento, são pesadas e arcaicas. Pensando nisso, a Canonical resolveu aposentar o bom e velho servidor gráfico X, e criar um servidor próprio para seus sistemas. É o Mir.

Um Unity para todos governar

Um Unity para todos governar

Durante muito tempo cogitou-se que a Canonical passaria a usar o Wayland, outro servidor gráfico que também tem chamado a atenção da comunidade. Mas ao que tudo indica a empresa abandonou a ideia e criou um novo servidor em casa mesmo.

Os objetivos da Canonical com o Mir são bem claros: estabilidade e flexibilidade. O Ubuntu 12.10, apesar de trazer novidades interessantes, sofreu diversas reclamações pela interface gráfica lenta e pesada. E não dava para manter esse mesmo ambiente se o objetivo é colocar o Ubuntu em celulares, tablets, TVs, carros e talvez, quem sabe, privadas. Foi mais fácil partir do zero e fazer do jeito que eles achassem certo.

E se o X está se aposentando, que tal aproveitar e refazer o Unity também, tornando-o compatível com os diversos dispositivos? Essa é a idéia do Unity Next, que será a interface responsável por todos os dispositivos da Canonical. Para entender: até então tinhamos o Unity padrão, o Unity 2D, o Unity da Ubuntu TV e o Unity para celulares e tablets. Pode não parecer, mas embora eles tivessem interface quase idêntica, por dentro eram bem diferentes. O Unity padrão se baseava no Compiz, o Unity para celulares no Qt, e por aí vai. Um inferno para desenvolvedores.

Já o Unity Next será desenvolvido inteiramente em Qt/QML e será praticamente o mesmo em todas as plataformas em que ele estiver. Junto com o Mir, o Unity Next será o ponto de partida para unificar o Ubuntu, coisa que até então parecia impossível.

Legal, mas quando veremos essas mudanças? Pelo menos no Ubuntu para desktops, provavelmente só no lançamento da versão LTS de 2014. Existe a possibilidade de já termos uma prévia na versão 13.10, e nesse caso o ideal é esperar por muitos bugs. Para dispositivos móveis, deveremos ver as mudanças mais cedo.

Com informações: OMG! Ubuntu

Mais sobre: , , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Darkus
Espero que o Mint também mude o Mate e o Cinnamon para esse Mir, assim tudo ficaria LINDO!
trovalds
O Wayland não vai ser adotado porque ainda não tem uma versão estável OU porque eles querem não depender do resto da comunidade pra parte gráfica?
Nyappy!
Vai demorar muito para o Xorg ser abandonado definitivamente, ele ainda vai ter sobrevida trabalhando em conjunto com o próprio Mir ou o Wayland rodando programas mais antigos transparentemente por trás.
Ezequiel Gervasio Gouveia
Estou usando o Ubuntu no meu notebook a mais de 2 semanas e estou gostando muito.. Enjoei do WIndows... Só espero que o UBuntu para Desktop fique com a mesma aparência que a versão para Tablet/smartphones...Ficaria ótimo,e com visual mais moderno....
alexandri.berton
Samuel, concordo com você! Na minha opinião, a canonical está dando o devido empurrão no Linux. Eles estão de parabéns! E do jeito que as coisas estão indo na Canonical, não acho um absurdo o comentário do Mark, presidente da empresa, em dizer que o Ubuntu 14,04 (ainda a ser lançado) será a melhor plataforma do mundo.
gabri14el
muito bom parabéns canonical rs, esse é o futuro.
Krull kucler massa
Tenho muitos amigos que trabalham em várias distros, de contribuidores esporádicos ate mantenedores de vários projetos, adivinha qual era o pior pesadelo quando se fala em componentes gráficos? Justamente o nosso amado X.
Krull kucler massa
Ué, mas o maior paradigma da comunidade não é inovar? Tanto que varias distros usam componentes diferentes.
Thanara Corrêa
Continuar a atualizar é o que há, melhor que esse windows cheio de falhas
ricardo
Desde que mude para melhor e não deixe de ser Open Source, está valendo.
Samuel Nascimento Siguinolfi
O Paulo não citou no post aqui do tecnoblog, mas no post oficial eles explicam que estão mantendo conversas ativas com as fabricantes de GPU. Outra coisa que explicam é que o Mir irá gerenciar melhor ambientes com GPU's híbridas. Mas até agora, só história.
Flavio Augusto Toldo
minhas 2 duvidas quanto a isso: sera opensource? como fica os drivers de video proprietário nisso?
Ian Brunelli
"Já o Unity Next será desenvolvido inteiramente em Qt/QML e será praticamente o mesmo em todas as plataformas em que ele estiver." Faz parte do passo atual :p
mlhz
bacana hein. Estou vendo um grande futuro para o Ubuntu, eles merecem se destacar entre as varias distros.
Samuel Nascimento Siguinolfi
Opa, vlw pela correção, falha nostra. O que quis dizer é que o Ubuntu está se distanciando da comunidade, criando suas próprias ferramentas ao invés de usar e ajudar no desenvolvimento das já existentes.
Jose Renan Assis
Próximo passo: abandonar o GTK no Desktop?
Guilherme Macedo C.
Ó só: http://bit.ly/YU1BFx
Guilherme Macedo C.
Sistema Linux e baseado em Linux é a mesma coisa :P Ubuntu, Fedora e companhia são GNU baseados no kernel Linux. A diferença pra Android, Firefox OS, Tizen, MeeGo/Maemo é que esses não são GNU.
Samuel Nascimento Siguinolfi
Não necessariamente o fim Anderson, pois temos um novo servidor ai, o Wayland, que está com força total, tendo apoio de gnt grande, como o Red Hat, Fedora, etc etc etc... O X é muito arcaico e na minha opinião, não teve o devido esforço para melhorá-lo, tanto que as grandes empresas de GPU liberam drivers muito mal acabados para nós que usamos o Linux. Se vier algo melhor, com um suporte bom, ótimo. A única coisa, ao meu ver, que ser interessante a Canonical fazer é dar um suporte maior ao Wayland. Mas como ela quer fazer algo que unifique tudo, achou melhor criar o servidor gráfico próprio, onde ela pode fazer tudo que deseja, sem ter que passar por um "conclave" (tá na moda falar isso hahaha)
Samuel Nascimento Siguinolfi
haters gonna hate... Porra véi, a Canonical tá traindo o movimento... Brincadeiras a parte, acho legal a iniciativa da Canonical de desenvolver algo (melhor?) que o X. Unificar o Unity vai ser massa. Agora, o Ubuntu está virando um SO baseado em Linux, e não um SO Linux. Ansioso pelos próximos capítulos.
Anderson Antonio Santos Costa
O fim do servidor gráfico X no Ubuntu e, possivelmente, no Linux implica no possível fim dos desktops para o Linux, na minha opinião... Resta saber se Windows e Mac também abandonarão variações do ambiente gráfico X para gerenciamento de janelas!!!!