Início » Gadgets » Sony SmartWatch 2 é um bom relógio que peca no preço

Sony SmartWatch 2 é um bom relógio que peca no preço

Relógio da Sony se conecta a smartphones Android e custará R$ 999.
Ele exibe notificações, controla o player de música e permite atender ligações.

Por
6 anos atrás

sony-smartwatch-2-abre

Nunca se falou tanto de smartwatch como agora: a Samsung lançou recentemente o Galaxy Gear, a Qualcomm começará a vender o Toq em dezembro e o Pebble está ganhando cada vez mais usuários, sem contar os rumores que indicam relógios desenvolvidos por Apple, Google e Microsoft. Enquanto isso, a Sony lança seu terceiro smartwatch: ele se chama SmartWatch 2 e chega ao Brasil até o fim do ano por 999 reais.

Assim como outros relógios que estão sendo lançados este ano, o SmartWatch 2 é apenas um acessório e não tem inteligência própria: ele precisa de um smartphone para desempenhar todas as funções. Quando conectado, o relógio da Sony exibe notificações, tira fotos com a câmera do smartphone, controla o player de música, permite atender ou recusar chamadas, entre outras funções. Ele até mostra as horas.

Como funciona?

sony-smartwatch-2-divulgacao-alt

A comunicação entre o smartwatch e o smartphone é feita por Bluetooth. Caso o smartphone tenha NFC, parear os dois é ainda mais prático: basta aproximar a traseira do relógio com a traseira do celular. Um aplicativo disponível no Google Play será instalado e servirá como ponte para enviar as informações para o relógio e instalar os aplicativos adaptados para a pequenina tela de 1,6 polegada.

A Sony afirma que o SmartWatch 2 é compatível com todos os smartphones que rodam Ice Cream Sandwich ou superior. É uma lista de dispositivos bem mais ampla que outro relógio lançado recentemente, o Galaxy Gear, que funciona somente com alguns aparelhos da Samsung. Aqui, consegui usá-lo sem dificuldades com o Sony Xperia Z1 e o Motorola Moto G, este último sem NFC.

Depois de parear os dispositivos e instalar o aplicativo da Sony, ainda será necessário instalar cada aplicativo para o relógio, o que é um pouco inconveniente. Claro, nem todo mundo precisa de notificações do Twitter ou quer um calendário no pulso, mas os mais úteis, como o gerenciador de ligações e SMS, bem como o controle para o player de música, deveriam vir pré-instalados.

smartwatch-2-software

Então, quando tudo estiver configurado, o SmartWatch 2 começará a ligar a tela automaticamente para exibir alguma notificação. Na configuração padrão, quando houver algo novo, o relógio também vibrará vigorosamente no pulso para chamar a sua atenção. Não há alto-falante integrado.

Olhar para o pulso é mais prático e natural que tirar o smartphone do bolso, apertar o botão liga/desliga e abrir a central de notificações para conferir uma simples notificação que, no final das contas, pode ser apenas um SMS inútil da operadora. A questão da praticidade é ainda mais importante se você tiver um aparelho grande, como um Xperia Z Ultra (6,4 polegadas) ou Galaxy Mega (6,3 polegadas), que às vezes nem estará guardado em um bolso de fácil acesso.

Design

A discrição é um ponto positivo para quem não quer ser o centro das atenções. É verdade que alguém a sua volta perceberá que você está usando algo mais tecnológico no pulso quando a tela acender sozinha para exibir uma notificação ou quando você resolver trocar de música no relógio, mas, olhando de longe, o SmartWatch 2 pode passar despercebido como um relógio comum.

Sim, eu sou canhoto e uso o relógio no braço direito

Sim, eu sou canhoto e uso o relógio no braço direito

Ele não é um trambolhão, não incomoda no pulso (apesar do peso de 122,5 gramas) e possui um design minimalista e elegante, que combina com os smartphones que a Sony vem produzindo. O botão liga/desliga arredondado e prateado, uma das principais características da atual geração de smartphones da Sony, está presente. Os botões frontais (voltar, início e menu) usam os mesmos ícones que a empresa adota no Android.

Com certificação IP57, o relógio da Sony é protegido contra poeira e pode ficar submerso em água durante 30 minutos a uma profundidade de 1 metro, desde que a porta Micro USB esteja fechada. No entanto, a Sony é mais cautelosa e apenas destaca que o SmartWatch 2 “pode tomar chuva”. Nada de tomar banho ou nadar com o aparelho, como a empresa faz com smartphones como o Xperia ZR. Mesmo assim, é um bom ponto positivo.

Tela

A pequena tela do SmartWatch 2 não traz nada muito impressionante na ficha de especificações técnicas: o visor possui 1,6 polegada, resolução de apenas 176×220 pixels e painel LCD. A definição não é das melhores: dá para enxergar os pixels sem muita dificuldade, e as fontes mais pequenas ficam levemente serrilhadas.

Mas se a tela não impressiona na teoria, na prática ela é realmente boa: a Sony adotou um display transflectivo, que transmite e reflete luz, o que torna a visualização sob o sol bastante confortável. Mesmo com luz incidindo diretamente sobre a tela, é possível enxergar tudo sem nenhuma dificuldade. Na verdade, em ambientes externos, quanto mais luz, mais fácil de ler o que está na tela.

Sim, eu sou peludo e não pretendo me depilar

Sim, eu sou peludo e não pretendo me depilar

Interface e aplicativos

A tela do SmartWatch 2 fica constantemente ligada. É possível enxergar o horário sem dificuldades quando a parte inteligente do relógio estiver inativa. Aperte o botão lateral e a tela acenderá. Aperte mais uma vez e você será levado à tela inicial, que exibirá seis ícones de aplicativos por página. Dá para ordenar alfabeticamente ou por data de instalação.

sony-smartwatch-2-temporizador

Não há muitos aplicativos nativos. Tem o alarme e o temporizador, que fazem o relógio vibrar quando a hora chegar. O discador exibe os contatos da agenda, o histórico de ligações e deixa você ligar para alguém (mas a chamada será realizada pelo smartphone). Há até uma lanterna, que possui a única função de deixar a tela toda branca – só que a tela do SmartWatch 2 é pouco brilhante para que a ferramenta tenha alguma utilidade.

Operadora ligando para tentar me convencer a migrar para um plano mais lucrativo

Operadora ligando para tentar me convencer a migrar para um plano mais lucrativo

Está claro que a principal utilidade do SmartWatch 2 é exibir notificações, mas nada impede que os desenvolvedores distribuam aplicativos que funcionem de maneira autônoma. Uma rápida olhada no Google Play revela mais de cem aplicativos para o relógio. Há alguns mais antigos, voltados para a primeira geração do relógio inteligente da Sony, que ficam esticados ou não funcionam corretamente no SmartWatch 2.

sony-smartwatch-2-notificacoes

Na seção de jogos, tem Sudoku, Tic Tac Toe, Blackjack e mais alguns jogos de cartas, além do inesquecível jogo da cobrinha. Há ferramentas diversas, como calendário, calculadora, bússola, velocímetro e até um navegador basicão. Quem pratica esportes deve gostar do Runtastic Pro, que possui uma extensão para o SmartWatch 2.

Muitos aplicativos são pagos, o que pode desagradar alguns compradores. Por exemplo, o WatchNotifier, um aplicativo que faz o SmartWatch 2 exibir todas as notificações do sistema, custa R$ 4,68 no Google Play. Ele é quase indispensável, até porque o WhatsApp, por exemplo, não é suportado oficialmente pela Sony: você receberá uma mensagem e o relógio nem se dará conta disso.

Bateria

sony-smartwatch-2-traseira

A Sony promete que o SmartWatch 2 dura até sete dias com pouco uso ou de três a quatro dias com uso normal, ambos com o relógio sempre ligado. E a empresa não exagera nem um pouco.

A bateria me surpreendeu positivamente: com uso intenso e tudo configurado, consegui usar o SmartWatch 2 por três dias inteiros até que o aviso de bateria fraca (15%) aparecesse. Considerando que recebo mais de cem emails por dia e dezenas de menções no Twitter e estava interessado em fuçar todas as configurações do relógio, posso dizer que a bateria do SmartWatch 2 dá conta do recado.

Claro, seria melhor se a duração fosse de semanas ou meses, como um relógio comum, mas isso é o que temos por enquanto. Ele não se tornará um estorvo, um dispositivo adicional para ser lembrado antes de dormir, até porque o carregamento completo da bateria dura cerca de apenas uma hora. Eu também não percebi nenhum impacto relevante na autonomia do smartphone, mesmo com a conexão ativada durante todo o tempo.

Notas relevantes

  • Em uma ocasião, o SmartWatch 2 travou. Ele não respondia aos comandos e apenas exibia o conteúdo da tela em preto e branco. Após alguns minutos, o relógio milagrosamente voltou a funcionar.
  • O botão lateral é bonito, mas ruim: ele é estranhamente duro, de modo que apertá-lo para ligar a tela não é algo agradável.
  • Por padrão, o SmartWatch 2 vem com uma pulseira de borracha, que não é bonita ou elegante como o corpo do relógio. No entanto, a Sony venderá pulseiras de várias cores, sendo duas de couro.
  • O SmartWatch 2 também possui uma pulseira de metal na cor preta, mas a Sony não soube nos informar se ela será vendida no Brasil.
  • Você pode encontrar os aplicativos compatíveis com o SmartWatch 2 nesta página do Google Play.
  • O vibrador do SmartWatch 2 é bem poderoso. Durma com o relógio no pulso e ele certamente servirá como um confiável despertador.

Vale a pena?

SmartWatch 2 é um acessório bacana (e caro)

SmartWatch 2 é um acessório bacana (e caro)

O SmartWatch 2 é um bom relógio. Ele faz bem o que se propõe a fazer, tem um design que me agradou bastante e deixa as coisas mais práticas. Poder saber na hora por que meu smartphone está vibrando, com um simples movimento de braço, é útil, ainda que o relógio não permita interações maiores. Não dá para responder mensagens, por exemplo, mesmo porque o SmartWatch 2 não possui microfone como o Galaxy Gear, e um teclado na tela minúscula não seria nada prático.

O grande problema é o preço a se pagar por essa pequena praticidade. O SmartWatch 2 é apenas um acessório que depende do smartphone para desempenhar todas as suas funções. Independentemente do custo para se fabricar um relógio como o SmartWatch 2 ou os impostos que a Sony paga para importá-lo, é difícil dizer que gastar 999 reais seja um bom negócio, ainda que ele seja mais barato que o principal rival. Mesmo os 199 dólares cobrados nos EUA parecem muito.

Logo, se você tem dinheiro sobrando e usa um relógio “burro” no pulso, talvez o SmartWatch 2 seja um bom upgrade. Caso contrário, ele é somente um acessório caro, claramente voltado para early adopters, com um ecossistema pouco desenvolvido. No estado em que se encontra, o SmartWatch 2 é um acessório muito longe de ser indispensável.