Início » Celular » L70 Dual, mais uma opção da LG para quem busca um smartphone acessível

L70 Dual, mais uma opção da LG para quem busca um smartphone acessível

Custando menos de 600 reais, L70 Dual tem desempenho razoável e boa câmera, mas peca no espaço para dados

Por
5 anos atrás
Nota Final 6.4

Lançado no último mês de junho no Brasil, o LG L70 Dual é um smartphone com suporte a dois chips que se posiciona entre as categorias de baixo e médio custo. Trata-se, por conseguinte, de mais uma opção para quem está saindo de celulares mais simples ou quer trocar seu smartphone atual, mas sem gastar muito.

Naturalmente, aparelhos deste tipo apresentam altos e baixos. No caso do LG L70 Dual, a tela tem 4,5 polegadas, mas resolução de apenas 800×480 pixels, enquanto que a memória RAM conta com 1 GB de capacidade, mas o armazenamento interno é de apenas 4 GB, com menos da metade disso livre para uso.

Diante destas circunstâncias, o que importa é saber se o conjunto da obra agrada. Será que o L70 Dual é uma boa alternativa a modelos como Moto E, Xperia E1, Lumia 630 ou, de repente, até mesmo o badalado Moto G? A câmera do aparelho é boa? A sua bateria aguenta um dia inteiro de uso? O desempenho convence? As respostas você confere neste review.

Design e pegada

Ao pegá-lo, você não estará enganado se tiver a impressão de que o LG L70 Dual é mais leve do que aparenta: apesar de não ser pequeno – suas dimensões são de 127,2 mm x 66,8 mm x 9,5 mm -, o modelo pesa apenas 126 gramas.

Esta característica se deve principalmente à construção do aparelho. Com exceção da tela, o corpo do LG L70 é quase todo feito de plástico, o mesmo valendo para a tampa traseira. Este aspecto pode transmitir uma sensação de fragilidade, mas logo o usuário a substitui pelo fator conveniência: a leveza, combinada com a textura saliente e fosca da tampa, tornam o dispositivo agradável de se segurar.

A traseira do L70 Dual tem textura saliente, o que evita marcas de dedos, mas facilita o acúmulo de sujeira

A traseira do L70 Dual tem textura saliente, o que evita marcas de dedos, mas facilita o acúmulo de sujeira

A LG aproveitou todas as laterais do L70 Dual: a direita contém o botão de liga e desliga; a esquerda, o controle de volume; na parte superior estão a entrada P2 para fones de ouvido e o microfone externo; a porta USB fica na parte inferior, com a sua ranhura servindo também como apoio para a retirada da tampa traseira.

LG L70 Dual

Como este é um aparelho de baixo custo, não dá para esperar “luxos” como um botão para acesso imediato à câmera, mas assim como outros smartphones mais recentes da LG, ao menos o L70 Dual oferece um “atalho” logo abaixo da tela que permite ao usuário alternar rapidamente entre os cartões SIM instalados. Funciona tão bem que não seria nada ruim se outros fabricantes adotassem a ideia.

É uma pena que este e os botões que aparecem ao lado não tenham retroiluminação: se acostumar a esta condição não demora muito, mas é chato ficar procurando o botão desejado em ambientes escuros.

O botão mais à direita permite alternar rapidamente entre os chips

O botão mais à direita permite alternar rapidamente entre os chips

Também não há acesso aos slots pelas laterais. Você terá que remover a tampa traseira se quiser inserir um microSD; para colocar os chips SIM, além da tampa, é necessário tirar a bateria. Mas, como não estamos falando de tarefas a serem realizadas constantemente, estes “rituais” não chegam a ser um problema.

O slot para microSD fica na lateral, mesmo assim, é necessário retirar a tampa traseira

O slot para microSD fica na lateral, mesmo assim, é necessário retirar a tampa traseira

Tela

O L70 Dual tem tela composta por um painel IPS reforçado com a tecnologia Gorilla Glass 2. O seu tamanho de 4,5 polegadas agrada bastante a pessoas que não apreciam telas muito grandes, mas também não gostam de conteúdo exibido de maneira “espremida”.

LG L70 Dual

A fidelidade de cores é muito boa, a saturação convence inclusive nos tons de preto, é possível visualizar o conteúdo de maneira satisfatória a partir de ângulos variados ou em ambientes com forte incidência de luz solar e o tempo de resposta aos toques não decepciona.

O ponto fraco da tela fica mesmo por conta da resolução. A combinação de 800×480 pixels (densidade de 207 ppi) é suficiente para visualizar fotos, jogar e utilizar aplicativos diversos, mas não dá para negar que uma resolução de pelo menos 720p faria enorme diferença.

Não é difícil distinguir os pixels na tela do L70

Não é difícil distinguir os pixels na tela do L70 Dual

Como consequência, não é possível visualizar todos os detalhes de um vídeo em alta definição, assim como acaba não sendo difícil distinguir pixels na tela. É verdade que estamos falando de um aparelho de custo baixo para médio, mas mesmo nesta categoria, já não é querer demais uma resolução um pouco melhor.

Software e multimídia

A LG não cometeu o erro de colocar uma versão mais antiga do Android para compensar o baixo custo do dispositivo, já que o L70 Dual sai de fábrica com a versão 4.4.2 (KitKat) da plataforma. A empresa só não soube informar se haverá atualização para a versão 4.4.3 ou superior, mas sempre fica a expectativa, embora a LG não tenha uma fama muito boa em relação a updates.

A interface do L70 Dual e a execução do player de vídeo em miniatura

A interface do L70 Dual e a execução do player de vídeo em miniatura

Apesar de ter aderido de vez ao Android KitKat, a interface do LG L70 Dual difere pouco do padrão que a LG adotou em modelos anteriores. Ao menos esta customização é funcional: há alguns efeitos de transição, widgets e comandos por toques específicos desta interface, mas nada excêntrico o suficiente para atrapalhar a experiência de uso.

Na parte multimídia, o L70 provê o básico. O player de áudio, chamado apenas de “Música”, toca formatos como MP3, WAV e FLAC em uma interface simples, mas intuitiva. É possível organizar as faixas por artista, gênero e álbum ou mesmo por listas de reprodução personalizadas.

O app Música

O app Música

O player de vídeo, por sua vez, é um pouco mais incrementado. O programa roda formatos como AVI e MP4, permite ajustar rapidamente o áudio e o brilho com o vídeo em execução a partir de toques na tela e exibe legendas sem se estranhar com a acentuação. Pode-se ainda fazer o vídeo ser exibido em miniatura enquanto outro aplicativo está sendo executado em primeiro plano. Este recurso, vale dizer, também funciona com outros apps, como o discador e a calculadora.

O smartphone conta ainda com um aplicativo de rádio FM que permite gravar as transmissões. Em contrapartida, não há TV digital – este recurso está presente no modelo L80.

Uma funcionalidade que a LG destaca inclusive na embalagem do L70 Dual é o Knock Code, que está presente também em outros smartphones atuais da empresa, como o suntuoso G3. Trata-se de uma sequência de quatro toques determinada pelo usuário que serve para desbloquear o aparelho, mesmo se a tela estiver desligada.

A tela de bloqueio com Knock Code e o gerenciador dos chips SIM

A tela de bloqueio com espaço para o Knock Code (metade inferior) e o gerenciador dos chips SIM

Se o usuário fizer a sequência correta, o aparelho exibirá imediatamente a tela de início. O recurso funciona bem porque é necessário decorar apenas os mencionados quatro passos e não há pontos específicos na tela que deixem claro qual a sequência de toques. Caso o usuário esqueça a ordem determinada, poderá acessar o aparelho informando a sua senha.

Câmera

Com 8 megapixels, a câmera traseira do LG L70 Dual vendido no Brasil (em alguns países, a câmera do modelo tem 5 megapixels) não faz feio para a sua categoria, superando até mesmo o sensor da principal referência intermediária do mercado, o Moto G.

Em ambientes bem iluminados, o L70 Dual consegue registrar fotos com pouco ou nenhum ruído e boa intensidade de cores, além de não comprometer severamente os detalhes por não precisar fazer um pós-processamento muito intenso.

Foto tirada com o L70 Dual

Foto tirada com o LG L70 Dual

Por outro lado, basta faltar um pouquinho de luz para os ruídos se tornarem facilmente perceptíveis. Neste ponto, a iluminação do flash LED compensa, mas nem sempre é conveniente usá-la.

Foto tirada com LG L70 Dual

Foto tirada com o L70 Dual

Se com fotos a câmera L70 Dual dá para o gasto, com vídeos é melhor não criar expectativas: o componente só consegue filmar com resolução de até 800×480 pixels, não há recursos que ajudam a estabilizar a imagem e o microfone se mostrou mais sensível a ventos que o normal. Ao menos é possível gravar com a luz de flash ativada.

O app da câmera parece não ter se entendido muito bem com o hardware do L70 Dual, por vezes demorando preciosos segundos para deixar o componente pronto ou para exibir a imagem após o disparo. A compensação vem na facilidade de uso da ferramenta e na possibilidade de ajustar ISO, balanço de branco, efeitos de cor, entre outros parâmetros.

Convém frisar que o L70 Dual também vem com câmera frontal, mas como de hábito, com qualidade bastante inferior, permitindo fotos com resolução de apenas 640×480 pixels.

Hardware e desempenho

O LG L70 Dual é equipado com um chip Snapdragon 200 de 1,2 GHz dual-core (Cortex-A7), GPU Adreno 302 e 1 GB de RAM, uma configuração não mais que mediana, suficiente para dar conta das tarefas mais básicas. Alternar entre as telas principais, usar apps de redes sociais, acessar a web, ouvir música e visualizar fotos são exemplos de atividades que são executadas sem nenhum engasgo.

Aplicativos mais pesados também são bem tolerados pelo L70 Dual, mas nem sempre com a fluidez desejada: nos testes, o aparelho ficou “pensando” alguns segundos para abrir ou executar determinadas funções do Google Maps e do player de vídeo, por exemplo; o jogo Dead Trigger 2 rodou bem com configurações gráficas básicas, mas deu travadas nas definições mais avançadas.

Abaixo, um comparativo de desempenho do L70 Dual com outros modelos no Quadrant Standard e no AnTuTu. O Vellamo, outro programa que utilizamos para benchmark, foi descartado por ter mudado seus parâmetros e invalidar a comparação com testes anteriores.

Create Infographics

O que incomoda mesmo no L70 Dual é o espaço interno para armazenamento de dados: somente 4 GB, sendo que aproximadamente 2,5 GB são ocupados pelo sistema e pelos aplicativos instalados de fábrica. É verdade que o smartphone é compatível com microSD de até 32 GB, mas como não é possível armazenar apps em cartões de memória (a não ser pelo uso de algum artificio), o usuário logo perceberá que não poderá instalar muita coisa no L70.

Em smartphones, mesmo nos modelos mais avançados, não dá para esperar grande performance da saída externa de áudio, mas neste aspecto o L70 Dual consegue ser pior que a média. Localizado na parte traseira, o alto-falante reproduz som de maneira abafada e, mesmo que o volume não esteja no nível máximo, não é difícil notar distorções. Fones de ouvido, definitivamente, são uma obrigação neste modelo.

Na conectividade, o L70 Dual não foge do trivial: Wi-Fi 802.11n, Bluetooth 4.0, GPS, porta micro-USB 2.0, 3G e o já mencionado rádio FM que, para captar sinal, exige o uso de fones.

Bateria

A LG equipou o L70 Dual com uma bateria removível de 2.040 mAh, capacidade que está dentro dos padrões básicos atuais. Até dá para utilizar o smartphone durante um dia inteiro mantendo-o longe da tomada, mas é seja necessário tomar cuidado para não acessar aplicativos exigentes por muito tempo.

No primeiro teste de bateria, o L70 Dual rodou um vídeo via Netflix de 42 minutos com Wi-Fi ativado e tela com brilho máximo. Ao final de seis execuções seguidas, a carga havia passado de 96% para 36%.

Tentando simular um dia normal de utilização, fiz o seguinte para o segundo teste: rodei um vídeo de 120 minutos da Netflix, executei o player de áudio por 50 minutos via alto-falante, rodei o jogo Dead Trigger 2 por meia hora, fiz uma ligação de 10 minutos e naveguei pela web e redes sociais por aproximadamente uma hora. Todas estas execuções consumiram 64% da carga da bateria.

O tempo de recarga é compatível com a média de outros smartphones: com o aparelho estando em modo avião, a bateria levou duas horas e 32 minutos para ir de 5% para 100% de carga.

Conclusão

De modo geral, o LG L70 Dual é um aparelho que consegue atender bem às necessidades de quem busca um smartphone dual-SIM que seja um pouco mais que um modelo de entrada: seu desempenho é aceitável, a câmera traseira faz fotos decentes, a autonomia da bateria está dentro da média e a interface, mesmo não sendo a mais atual da LG, flui bem e tem um bom conjunto de funcionalidades.

O “Calcanhar de Aquiles” do modelo é, inegavelmente, a sua capacidade de armazenamento de dados. Com 4 GB – sendo 2,5 GB já em uso –, até mesmo a execução de aplicativos pré-instalados pode ser afetada, uma vez que sobra pouco espaço para dados temporários.

LG L70 Dual

De qualquer forma, as especificações do L70 Dual posicionam o aparelho como um rival em potencial de modelos como Moto E e Lumia 630, ainda que não tenha TV digital. O seu preço sugerido de R$ 699, no entanto, o coloca no mesmo patamar do Moto G e, se levarmos em conta os recursos de ambos, este último leva grande vantagem, perdendo somente no aspecto da câmera, provavelmente.

Felizmente, já não é difícil encontrar varejistas oferecendo o L70 Dual a valores abaixo dos R$ 600, faixa de preço muito mais justa. Ainda assim, é recomendável analisar se não vale a pena gastar algumas dezenas de reais a mais para levar o Moto G, cuja versão dual-SIM já pode ser encontrada com preços entre R$ 600 e R$ 650.

Sim, é uma comparação repetitiva, mas inevitável até o modelo da Motorola deixar de oferecer a melhor relação custo-benefício do mercado.

PRÓS

  • Para a categoria do aparelho, a câmera registra boas fotos
  • Controle intuitivo dos chips SIM - inclui um botão para alternar rapidamente entre eles

CONTRAS

  • Armazenamento interno de apenas 4 GB, com 1,5 GB disponível para o usuário
  • Tela com resolução de apenas 800x480 pixels
Nota Final 6.4
Design
6
Tela
6
Câmera(s)
7
Desempenho
6
Sistema Operacional
7
Bateria
6
Qualidade da Chamada
7

Especificações técnicas

  • Bateria: 2.040 mAh;
  • Câmera: 8 megapixels (traseira) e VGA (frontal);
  • Conectividade: 3G, Wi-Fi 802.11n, GPS, Bluetooth 4.0 e USB 2.0;
  • Dimensões: 127,2 x 66,8 x 9,5 mm;
  • GPU: Adreno 302;
  • Memória externa: suporte a cartão microSD de até 32 GB;
  • Memória interna: 4 GB (1,5 GB disponível para o usuário);
  • Memória RAM: 1 GB;
  • Peso: 126 gramas;
  • Plataforma: Android 4.4.2 KitKat;
  • Processador: dual-core Snapdragon 200 de 1,2 GHz;
  • Sensores: acelerômetro, proximidade;
  • Tela: IPS LCD de 4,5 polegadas com resolução de 800×480 pixels (207 ppi).
Mais sobre: ,