galaxy-alpha

Quem reclama dos smartphones de plástico da Samsung provavelmente se interessará pelo Galaxy Alpha. Anunciado oficialmente nesta quarta-feira (13), o aparelho possui um novo design com bordas metálicas chanfradas. O smartphone chega às lojas em setembro e, mesmo com design mais sofisticado, coloca o pé no freio na corrida das especificações técnicas.

Apresentado como a “evolução do design Galaxy”, o Galaxy Alpha talvez agrade a quem estiver procurando um Android com design premium. Mas a carcaça não foge do que estamos acostumados em smartphones da Samsung: o botão físico de início, a grade prateada no alto-falante frontal e o acabamento texturizado na traseira mostram, de longe, que este é um smartphone feito pela sul-coreana.

galaxy-alpha-bordas

galaxy-alpha-inferior

Além das bordas metálicas chanfradas, outra característica do Galaxy Alpha é o corpo extremamente fino e leve, com 6,7 mm e 115 gramas. Isso nos leva a outro ponto: provavelmente, para economizar espaço, a Samsung precisou diminuir alguns componentes, e obviamente o mais afetado foi a bateria, que tem apenas 1.860 mAh, capacidade significativamente menor que a de outros topos de linha da marca.

galaxy-alpha-traseira

Outro ponto que destoa dos Androids caros é a tela, com tamanho de 4,7 polegadas, painel Super AMOLED e resolução de 1280×720 pixels — nada de Full HD ou Quad HD como os concorrentes, o que, pelo menos de acordo com a minha experiência, não faz a menor diferença na prática. Com isso, a definição da tela ficou em 312 pixels por polegada.

No resto, temos um conjunto padrão: chip quad-core de 2,5 GHz, 2 GB de RAM, 32 GB de armazenamento interno (sem entrada para microSD), câmera de 12 megapixels com filmagem em 4K, leitor de impressões digitais e sensor de batimentos cardíacos. Em alguns mercados, o Galaxy Alpha será lançado com processador Exynos octa-core; não se sabe qual virá para o Brasil.

Com bordas metálicas chanfradas, carcaça fina e leve, tela não muito grande e com resolução menor, bateria de pequena capacidade e ausência de entrada para cartão de memória, o Galaxy Alpha acabou me lembrando outro smartphone bastante conhecido. Mas, para evitar polêmicas antes mesmo de finalizar o texto, vou deixar que vocês mesmos façam a comparação nos comentários, se for o caso.

O Galaxy Alpha será lançado em 150 países a partir de setembro, nas cores preta, branca, dourada, prateada e azul. A data exata de lançamento e o preço sugerido para o mercado brasileiro ainda não foram divulgados pela Samsung.

Atualizado às 11h19 com informações da Samsung Brasil.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Luidy Damaceno
A Apple deve estar dando iPhones para esses caras lamber ela. #SóAcho
Henrique Lima
Quando chegara dourado no Brasil mesmo?
bernardo
Nem sempre desing é tudo
Thiago Sabaia
Copiaram o design do iPhone e deixaram o aparelho uma merda. Não tem USB 3.0, Bateria de Longa Duração, Tela Full HD....
Hiagoo
Hahahah, verdade também uso um 820, estou prestes a pegar um 930...
Bagaça

Gostei. Só eu que não achei parecido c/ iphone?

Antonio Neto
Gostei. Só eu que não achei parecido c/ iphone?
Allan

kkkkkkkkkkkkkk Mr. Mobilon King of Zoeira.

Allan Luiz
kkkkkkkkkkkkkk Mr. Mobilon King of Zoeira.
Renan Oliveira
Win!!
Rodrigo Cerqueira
Falei da bateria que é muito tosca. As demais specs continuam dentro do padrão dos smartphones Android.
Daniel Lopes
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... Boa, Mobilon!!
Pokemon Fudido
Eita ... nem disfarçam mais.
Soldier
Essa bateria junto com a TouchWiz vai ser drenada em minutos
Thalles Ferreira
O cara não escreveu specs toscas, escreveu BATERIA tosca. E essa bateria HOJE é regredir em usabilidade. Vai durar menos que o S3.
Exibir mais comentários