Início » Aplicativos e Software » ARC Welder: a maneira mais fácil de rodar apps do Android no Windows, no Mac e no Linux

ARC Welder: a maneira mais fácil de rodar apps do Android no Windows, no Mac e no Linux

Paulo Higa Por

Executar aplicativos para celular no desktop não é uma ideia exatamente nova: emuladores Android para PC, como o BlueStacks, existem há anos. Mas o Google possui o ARC Welder, um projeto próprio desde setembro de 2014 para ajudar os desenvolvedores a testarem seus aplicativos e jogos para Android no Chrome OS — e empresa acaba de tornar essa tarefa mais simples para quem usa Windows, OS X e Linux.

arc-welder

Com o aplicativo ARC Welder para Google Chrome, você pode executar APKs para Android da maneira mais prática possível.

Como usar o ARC Welder

  1. Instale o ARC Welder no seu Chrome;
  2. Abra o ARC Welder no launcher de aplicativos do Chrome (ou acesse chrome://apps);
  3. Clique em Add your APK e selecione o aplicativo *.apk que você deseja rodar;
  4. Escolha as configurações (orientação de tela, formato de dispositivo e acesso ao clipboard) e clique em Launch App;
  5. Seja feliz.

Como baixar APKs para usar no ARC Welder

O Google Play não permite que você faça download de um *.apk diretamente da web, mas há uma série de serviços que distribuem esses arquivos (embora nem todos sejam confiáveis), como o APKMirror. Além disso, o ótimo AirDroid possui uma função para que você baixe facilmente o *.apk dos aplicativos que já possui instalados no seu smartphone ou tablet.

Como funciona o ARC Welder

O ARC Welder funciona com base no App Runtime for Chrome (ARC), que na versão mais recente oferece suporte ao Google Play Services — um conjunto de APIs e ferramentas essenciais para que vários aplicativos de Android funcionem. Graças ao Native Client do Chrome, os aplicativos podem usar todo o potencial do processador e GPU da sua máquina, rodando a velocidades “quase nativas”.

Como o ARC Welder não emula totalmente um smartphone ou tablet Android, talvez você tenha problemas para rodar certos aplicativos ou jogos — especialmente os que exigem um acesso mais profundo ao software ou hardware do aparelho. Nos meus testes, consegui usar Twitter, Instagram e Cut The Rope sem problemas, mas Chrome, Opera e Mailbox nem chegaram a abrir.

twitter-instagram-android-pc

Com informações: Ars Technica.

Mais sobre: , , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Manuel Freitas de Souza
outra porcaria que não funciona.... mundo ANDROID é um treco.
Joe
uma bosta so isso
Danilo Todie
Não está funcionando ¬_¬
João Paulo Santos Carvalho
Literalmente um lixo!
Joao Carlos dos Santos
nao funciona!!!
linux10complica
Complementando a dica: Saiba como emular o Android no Linux usando o Genymotion http://www.linuxdescomplicado.com.br/2013/12/saiba-como-emular-o-android-no-linux.html
KappaKeepo
se for o pocketcasts deve sincronizar sim, só fazer login
Leonardo Rocha
nossa, que top nem sabia que dava pra fazer isso =)
Samuel Vieira
Rodou o instagram mas não o Snapchat
Raul Amoretti de Souza
Genymotion é o melhor sem dúvidas, esses são paliativos !!!
rodolfo gutman
A minha pergunta é: sincroniza os podcasts com o celular? senão não vejo vantagem.
Gabs
Funciona o Whatsapp de forma independente (ou para aqueles que tem iPhone)
Keaton
Precisa de apk? Evozi (ou a extensão do chrome deles também serve). =P Chato é que isso ai não roda metade das coisas legais... Puzzle and Dragons, Quiz RPG, etc não rodam. =P (Sim, eu gosto destes jogos. =p)
F. S.
Roda Instagram? Caramba, jamais consegui rodar o Instagram em um emulador que não fosse o BlueStacks. Por mais que existam diversas alternativas melhores que BlueStacks, ele era o único compativel com quase todos os apps (mas browsers também não rodam direito nele).
ki1023lou
Thiago Sabaia
Não conhecia essa ferramenta, irei testar.
Alex Lopes
Na verdade, o Genymotion é melhor do que os 2 citados
Guilherme C.
As vezes chega do nada e as vezes nem abre o app. Achei melhor o BlueStacks, citado (nem conhecia esse).
KappaKeepo
porra posso finalmente abandonar o iTunes no mac pra usar o pocketcasts sem ter que pagar por aquela versão web safada