Início » Aplicativos e Software » Windows 10 envia relatório de navegação das crianças para os pais (e isso pode ser um problema)

Windows 10 envia relatório de navegação das crianças para os pais (e isso pode ser um problema)

Jean Prado Por

windows-10-product-family

Depois dos sites de torrent se revoltarem com os termos de uso do Windows 10, que seriam invasivos demais, várias pessoas estão reclamando do recurso de monitorar a atividade das crianças no computador. Uma vez ativa, essa funcionalidade envia relatórios semanais aos pais com informações sobre a navegação dos filhos na máquina.

Dessa forma, os pais podem saber se seus filhos estão sendo vítimas de algum golpe ou se visitaram algum tipo de conteúdo inapropriado para a idade. Na seção “Mantenha seus filhos mais seguros no computador”, nas instruções do Windows 10, a Microsoft descreve o recurso:

Quando adiciona uma conta da Microsoft de um filho à sua família, você recebe e-mails regulares com relatórios que resumem o tempo que ele ficou no computador, os sites que visitou, os jogos e aplicativos usados e os termos que ele procurou em mecanismos de pesquisa como Bing, Google ou Yahoo! Search.

Ou seja, com uma conta familiar do Windows 10, é possível saber cada clique que o seu filho dá no computador, por quanto tempo ele faz isso e o que ele pesquisa nos principais sites. Segundo o Business Insider, o recurso vem ativo por padrão, então muitos podem ser pegos de surpresa com todo o histórico do seu filho na sua caixa de entrada.

Kirk, um leitor do Boing Boing contou ao site que, quando o computador do seu filho de 14 anos com uma conta familiar foi atualizado do Windows 8 para o Windows 10, ele passou a receber “um e-mail assustador da Microsoft intitulado ‘Relatório semanal de atividade para [meu filho]’, incluindo quais sites ele visitou, quantas horas por dia ele usou [o computador] e quantos minutos ele passou em seus apps favoritos”. Ele ainda afirmou que não deseja espionar o que o filho dele faz no computador e contou já ter desativado o recurso.

Outros serviços do Windows 10 coletam dados de pesquisa (ainda que local) por padrão.

Outros serviços do Windows 10 coletam dados de pesquisa (ainda que local) por padrão.

Apesar de, por um lado, ser bom monitorar se o seu filho não está se envolvendo com estranhos na internet, há uma linha bem tênue entre a segurança e a privacidade da criança — especialmente nos casos em que há conflitos dentro de casa e o computador, muitas vezes, é o refúgio em que muitos se sentem mais seguros. Receber um relatório com o que a criança faz nesses momentos é um tanto quanto invasivo.

O caso se agrava porque ainda há o problema da transparência: muitos pais podem não contar para os jovens que estão espionando-os e, como o aviso é bem discreto, a ferramenta pode ser fruto de graves conflitos. Em alguns casos, a internet, para muitas crianças homossexuais, pode ser fonte de pesquisa para aprender mais sobre si mesma e assim descobrir mais sobre um assunto que normalmente não é discutido em casa.

Sites como o britânico PinkNews apontam que, em vista disso, muitas crianças podem ser descobertas pelos pais apenas com um e-mail que pode mostrar que elas visitaram sites de suporte ao público LGBT, o que coloca-as em um possível risco. Também foi apurado pelo site britânico que limpar seu histórico, dados de navegação ou abrir esses sites em aba anônima não resolve nada: as informações ainda são coletadas pela Microsoft e enviadas por e-mail.

Essa reunião agressiva de dados também chega a ser, de certa forma, suspeita. Ao desabilitar o recurso, a coleta de informações é realmente interrompida ou o só o e-mail para de ser enviado aos pais? Visando todos os outros problemas de privacidade do Windows 10, como o envio de dados para a Microsoft mesmo que você desabilite essa opção, essa é uma questão preocupante.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcos Martins
Isso é uma piada. Privacidade total para crianças e adolescentes. Os pedófilos e produtores de pornografia agradecem. Os pais não só podem como devem monitorar os filhos. Privacidade de conquista mediante responsabilidade
Victor Leite
meu filho ta lascado kkkk
Paulo Sérgio Oliveira Borges
O direito à privacidade da criança, previsto no ECA e na CF, está relacionado a sua imagem de forma pública e ampla. Não em relação aos seus responsáveis legais. É isso mesmo, quem detém a guarda do menor, não é limitado pela lei, para saber o que ele faz no computador.
Lucio
Não existes crianças homossexuais! Ser contra o monitoramento pelos pais é coisa de gays pedófilos!
Keaton
"Mas o tema educação sempre é excluído. Não só pelo governo, pela própria sociedade." Vejo bastante discussão por aqui. Pena que nunca da maneira correta, por parte de ambos, professores e governo... Se não estou enganado, o ano letivo [2015] da escola pública daqui vai se extender até fev/2016 por culpa de uma dessas presepadas... Certamente que a escola está terrivel, que tipo de professor aguenta dar aula sob ameaças e com baderna durante a aula toda? Tem professor que simplesmente desiste de dar aula por falta de educação de poucos marginais que ninguém tira de lá com medo de represalias. "uma escola que o aluno pixou já é uma porcaria" Isso também ocorre em várias privadas de boa qualidade, vandalo não é exclusividade de escola pública. A única diferença é que o individuo é punido ao fazer este tipo de coisa. Falar que o vandalo pixou a escola porque ela é uma porcaria é bobagem. Existem vários tipos de pessoas, várias não se importam tanto com a escola e só aparecem lá para fazer baderna. Não é porque algumas vão se interessar bastante pela escola, independentemente de como ela seja, que todas farão o mesmo. No caso ele pixou por ser vandalo. Vandalos não tem respeito por propriedade alheia ou publica. Se um dia tu vier a Curitiba, veja como andam metade dos prédios do centro. Pela tua lógica, eles só pixaram porque a cidade é uma porcaria. Vandalos sendo vandalos. Aqui falta ensinar o que é o certo e o errado. Nem todo mundo aprende o que é correto e errado na escola, para isso temos as cadeias e punições. "Quantas chacinas ocorreram em escolas nas últimas décadas? Que eu lembre 2 no país." Só chacina que você conta? Espancamento, esfaqueamento, linchamento de professores, alunos e funcionários não contariam também? Tem centenas de casos... e a maioria por motivos banais. Por exemplo, um caso que aconteceu recentemente foi um de uma a professora que foi espancada por ter dado uma nota baixa para um guri. Isso não é caso unico. Outro caso foi o de uma professora foi espancada por um marginal depois que ela repreendeu o mesmo por ter explodido um vaso sanitário. Sei que o investimento em educação não se resume a apenas de salário e professores, isso também inclui material didatico (sério, tem uns que são tristes, isso precisaria de uma reforma urgente), escolar, merenda, infraestrutura, reformas contra vandalismo, esportes, atividades extracurriculares, e etc. Sim, faltam muitos professores ainda e boa parte das coisas estão longe do ideal. Mas para manter um ambiente escolar saudável, além de tudo que já foi citado, também é necessário retirar os individuos que estão prejudicando os outros. Se um bagunceiro fica pertubando e estragando tudo sem punição, isso acaba mostrando aos outros que essa pessoa pode fazer o errado sem sofrer as consequencias e isso acaba incentivando mais pessoas a fazer o mesmo... ou desmotivando o bom aluno a permanecer na escola e estudar de fato. O que eu vejo muito é professor contratado pedindo afastamento/transferencia de certas escolas por causa da violencia. "Afinal, se é investido em cadeia é pra ter mais presos, não?" Não necessáriamente. No Brasil há um gasto excessivo devido à inumeras rebeliões que acontecem pelo sistema carcerario precário. No caso, são pessoas que não podem ficar em liberdade por serem um perigo a sociedade. Nestes casos, a escola provavelmente já não pode fazer mais nada. Concluindo: tem de haver investimento em AMBOS setores. Tanto escola, quanto cadeia. Mas uma coisa que faz falta na escola é a punição severa de crimes e vandalismos que acontecem dentro da mesma.
Joice Américo
Américo, você é de verdade? Casa comigo? ?
AIJ

Primeiro, eu não quis fazer vc parecer ser contra escolas e me perdoe se assim pareceu.

Há um problema na retórica de "cadeia e escola não são excludentes". Ninguém fala de escolas, somente de cadeias. E é aí que mora o problema. Não são excludentes, ok, podem até não ser. Mas o tema educação sempre é excluído. Não só pelo governo, pela própria sociedade.

Quando você diz que o problema da escola é "essa cambada que estraga patrimonio publico", você já passou do ponto que eu demarco. Essa escola já é uma porcaria. Escola boa não dá tempo pra aluno riscar carteira. Escola boa não tem 40 alunos em séries iniciais por sala. Escola boa é integral, pro aluno ter o que fazer enquanto ambos os pais trabalham. Escola boa ensina matemática e lógica, senão a matemática não serve pra nada, ensina português e escrita, senão o português não serve pra nada, ensina física e aplica, senão a física não serve pra nada. Ora, uma escola que o aluno pixou já é uma porcaria (veja, não condeno os funcionários, eles estão apenas dentro do sistema que é uma furada). Se você entender isso, vai perceber que nossas escolas são todas uma porcaria. E isso leva pessoas a fazer qualquer coisinha e achar o máximo. Mas nenhuma escola brasileira é o máximo, nem mesmo particular.

Sobre o vandalismo e criminalidade nas escolas, se você olhar vai perceber que poucos ambientes são tão seguros quanto uma escola. Quantas chacinas ocorreram em escolas nas últimas décadas? Que eu lembre 2 no país. Pode ter mais, mas sejamos francos, até em igreja nessa nação se corre mais risco. Veja então postos da PM (em tese deveria se ter medo dos PM's.

E não é só investir em professor dando salário. O salário do professor em si não é de todo mal. A carga horária é mais cruel que o salário (e eu já fui professor). Agora o que esse professor ensina? Tem conteúdos que são ridículos, tem conteúdos faltantes e tem pouquíssimas horas para se passar o conteúdo com turmas abarrotadas de alunos. Aí começa o problema.

Claro que todo país investe em segurança. Mas nesses países que penso, investiu-se mais em educação, proporcionalmente ao investimento anterior, do que em segurança, cadeias. O número de presos depois de duas décadas inclusive diminui... Pq será? Afinal, se é investido em cadeia é pra ter mais presos, não?

O meu ponto não é acabar com investimento em segurança pública. Mas é que, se mantiver a atual segurança e um investimento verdadeiro em educação, que NUNCA aconteceu nesse país, você teria uma realidade completamente diferente, simplesmente pq povo com educação começa tendo profissão menos arriscada do que "trocador de tiro com polícia".

Américo Imianovski
Primeiro, eu não quis fazer vc parecer ser contra escolas e me perdoe se assim pareceu. Há um problema na retórica de "cadeia e escola não são excludentes". Ninguém fala de escolas, somente de cadeias. E é aí que mora o problema. Não são excludentes, ok, podem até não ser. Mas o tema educação sempre é excluído. Não só pelo governo, pela própria sociedade. Quando você diz que o problema da escola é "essa cambada que estraga patrimonio publico", você já passou do ponto que eu demarco. Essa escola já é uma porcaria. Escola boa não dá tempo pra aluno riscar carteira. Escola boa não tem 40 alunos em séries iniciais por sala. Escola boa é integral, pro aluno ter o que fazer enquanto ambos os pais trabalham. Escola boa ensina matemática e lógica, senão a matemática não serve pra nada, ensina português e escrita, senão o português não serve pra nada, ensina física e aplica, senão a física não serve pra nada. Ora, uma escola que o aluno pixou já é uma porcaria (veja, não condeno os funcionários, eles estão apenas dentro do sistema que é uma furada). Se você entender isso, vai perceber que nossas escolas são todas uma porcaria. E isso leva pessoas a fazer qualquer coisinha e achar o máximo. Mas nenhuma escola brasileira é o máximo, nem mesmo particular. Sobre o vandalismo e criminalidade nas escolas, se você olhar vai perceber que poucos ambientes são tão seguros quanto uma escola. Quantas chacinas ocorreram em escolas nas últimas décadas? Que eu lembre 2 no país. Pode ter mais, mas sejamos francos, até em igreja nessa nação se corre mais risco. Veja então postos da PM (em tese deveria se ter medo dos PM's. E não é só investir em professor dando salário. O salário do professor em si não é de todo mal. A carga horária é mais cruel que o salário (e eu já fui professor). Agora o que esse professor ensina? Tem conteúdos que são ridículos, tem conteúdos faltantes e tem pouquíssimas horas para se passar o conteúdo com turmas abarrotadas de alunos. Aí começa o problema. Claro que todo país investe em segurança. Mas nesses países que penso, investiu-se mais em educação, proporcionalmente ao investimento anterior, do que em segurança, cadeias. O número de presos depois de duas décadas inclusive diminui... Pq será? Afinal, se é investido em cadeia é pra ter mais presos, não? O meu ponto não é acabar com investimento em segurança pública. Mas é que, se mantiver a atual segurança e um investimento verdadeiro em educação, que NUNCA aconteceu nesse país, você teria uma realidade completamente diferente, simplesmente pq povo com educação começa tendo profissão menos arriscada do que "trocador de tiro com polícia".
Keaton
Primeiro, não me faça parecer contra escolas. Sou a favor delas e reconheço quão importante elas são para a vida da população em geral. Segundo, essa idéia de "escola e não cadeia" é furada. Esses itens não são auto-excludentes. Não importa o quão a escola seja boa, nem todo mundo vai seguir o modelo que a sociedade acha mais aceitavel que é fazer uma escola (, depois talvés faculdade) e arranjar emprego. Sempre terá malandro que vai querer dinheiro fácil sem trabalhar. Sou de Curitiba/PR. E sim, já fui em várias publicas e estaduais. O estado de uma boa parte é lastimável devido a poucos zé ruelas que as vandalizam. Ou seja, essa cambada que estraga patrimonio publico só o faz porque tem a certeza absoluta que não vai precisar pagar um unico centavo do bolso e porque pouco se importa com os outros que estão lá para mudar de vida e realmente tentar aprender alguma coisa... Se você trancar esses marginais na cadeia (não na fundação casa), você tem uma escola com menos custos. Ou seja, com mais recursos para investir nos professores e na infraestrutura. (Sou terminantemente contra permitir que pessoas atrapalhem as que querem mudar de vida seguindo o caminho do aprendizado. E também sou contra todo e qualquer tipo de vandalismo que prejudique pessoas desta forma.) Não adianta continuar com essa mentalidade de "ei a escola é tão boa então você pode destruir a vontade" ou "a escola não tem infra estrutura boa porque o estado não dá dinheiro o suficiente". Uma coisa que deveria ser feita com mais vontade era o combate ao vandalismo e criminalidade nas escolas. A conscientização sobre a importancia da escola também seria de grande valia. Se o governo tivesse de gastar menos com reformas, daria sim para investir mais nos professores e infraestrutura. Porém isso ainda não excluiria investir em cadeias. Ah sim, espero esses locais que fora do pais, onde a violencia diminuiu, não tenham investido em segurança publica, policia e cadeias... se não teu argumento fica bem enfraquecido. E o motivo é óbvio.
AIJ

Você já viu uma escola pública realmente de qualidade? Sou do sul e aqui, apesar de várias tentativas de verdadeiros heróis nacionais da docência, não consegui nenhuma pois não há apoio governamental.

Se não tem escola de qualidade, porque você cobra qualidade do aluno? Entende AONDE sua falácia de educação não diminui os índices de criminalidade falham? Pro Brasil isso não é realidade em nenhum lugar, simplesmente porque não há boa educação em nenhum lugar. Há um ou outro projeto, mas são tão poucos os contemplados que não valem como um bom índice. Já fora do país, sociedades mais violentas se dirimiram com educação, comprovando que pode sim ser um ótimo caminho.

Sobre seu PS, acredito que toda discussão pode evoluir para outros temas... Ainda mais uma que mexe com família. Juntar os pontos é fácil nessas discussões.

Américo Imianovski
Você já viu uma escola pública realmente de qualidade? Sou do sul e aqui, apesar de várias tentativas de verdadeiros heróis nacionais da docência, não consegui nenhuma pois não há apoio governamental. Se não tem escola de qualidade, porque você cobra qualidade do aluno? Entende AONDE sua falácia de educação não diminui os índices de criminalidade falham? Pro Brasil isso não é realidade em nenhum lugar, simplesmente porque não há boa educação em nenhum lugar. Há um ou outro projeto, mas são tão poucos os contemplados que não valem como um bom índice. Já fora do país, sociedades mais violentas se dirimiram com educação, comprovando que pode sim ser um ótimo caminho. Sobre seu PS, acredito que toda discussão pode evoluir para outros temas... Ainda mais uma que mexe com família. Juntar os pontos é fácil nessas discussões.
AIJ

Sempre é bom expressar a opinião. E como eu disse em outro comentário, estou até disposto a mudar de opinião se evidências forem me mostradas a isso, coisa que ainda não me mostraram (inclusive mudei, pois era a favor da redução da maioridade penal antes de ler a respeito).

Por isso precisamos mais e mais demonstrar nossa opinião... Não para os outros passarem a concordar conosco mas para percebemos que não estamos sozinhos - Neil deGrasse Tyson.

Américo Imianovski
Sempre é bom expressar a opinião. E como eu disse em outro comentário, estou até disposto a mudar de opinião se evidências forem me mostradas a isso, coisa que ainda não me mostraram (inclusive mudei, pois era a favor da redução da maioridade penal antes de ler a respeito). Por isso precisamos mais e mais demonstrar nossa opinião... Não para os outros passarem a concordar conosco mas para percebemos que não estamos sozinhos - Neil deGrasse Tyson.
Marcos Souza
Sim, tem que haver um equilíbrio. A punição é necessária também. É um benefício para a própria pessoa ser disciplinada quando faz besteira, é para o bem da sociedade e da própria pessoa punida também. Mas a prevenção ainda é o melhor caminho. E quanto mais se estiver atuando em prevenção, maios a culpa dos que não aproveitarem as oportunidades e foram para o crime. A culpabilidade deveria ser proporcional à consciência e às oportunidades oferecidas. Nesse sentido, filhos da classe média q colocam fogo em mendigo poderiam pegar uns 30 anos não é mesmo?!
Marcos Souza
Amigo, não adianta, os datenas já fizeram a lavagem cerebral na população. O número de crimes cometidos por menores é ínfimo mas recebem mais destaque. A nossa classe média hoje é um bando de homer simpsons, um monte de gente preguiçosa q aceita informação de segunda mão, que não tem coragem nem de ir no google fazer uma pesquisar com várias fontes antes de formar uma opinião. Lêem qualquer bobagem na Veja e saem repetindo igual papagaio. Veja como viraram a casaca nas eleições, iam votar na Marina até 10 dias antes da eleição, aí a Veja começou a puxar saco do Aécio mais explicitamente, os zumbis foram lá e votaram, mesmo sabendo que metade do eleitorado da Marina era de gente q nunca votaria num tucano, pois é gente esclarecida q sabe q se o pt é ruim hoje é exatamente por ter imitado e continuado as práticas tucanas no governo. Eitcha povo burro. Um bando de pitbulls batedores de panela.
Exibir mais comentários