Início » Internet » Por que a Wikipédia perdeu meio bilhão de visitas nos últimos meses

Por que a Wikipédia perdeu meio bilhão de visitas nos últimos meses

Jean Prado Por
4 anos atrás

wikipedia-logo-marca

A Wikipédia, que já teve cerca de 3 bilhões de visitantes únicos por mês, vê seu tráfego despencar em centenas de milhões de visitas nos últimos meses. Dentre as várias razões para explicar o porquê desses dados terem caído, algumas análises atribuíam ao Google a queda nas referências de pesquisa para a Wikipédia. O problema, no entanto, é decorrente de outros fatores mais esporádicos.

Por um momento, a hipótese do Google ter abocanhado as milhões de visitas da Wikipédia até que faz sentido. Nos últimos anos, o buscador vem incorporando uma série de dados da principal enciclopédia online em seus resultados de pesquisa, além de desenvolver seu próprio conteúdo para responder, por exemplo, quem ganhou a última copa do mundo.

De março a julho deste ano, um período de cinco meses, a pesquisa orgânica apenas no desktop reteve cerca de 20% das visitas à Wikipédia, fazendo com que o tráfego de busca fosse reduzido de mais de 2,5 bilhões de visitas para "apenas" 2 bilhões. Por mais que em números não pareça (ainda são bilhões!), cerca de 550 milhões de visitas a menos é uma perda imensa.

Tráfego proveniente de motores de pesquisa à Wikipédia, de fevereiro a julho deste ano.

Tráfego proveniente de motores de pesquisa à Wikipédia, de fevereiro a julho deste ano.

Vale lembrar que a queda não afeta só a Wikipédia: seus milhões de artigos contém referências para outros sites importantes que recebem visitas porque foram fonte para uma página na enciclopédia livre. Uma queda colossal nas visitas da Wikipédia pode ser interpretada como uma queda no tráfego da internet nos desktops como um todo.

No mesmo período, as visitas por meio de dispositivos móveis não cresceram proporcionalmente: desde maio, a queda é de aproximadamente 460 milhões de visitas. Não foi à toa que a Wikipédia passou do quinto site mais visitado no mundo, no início de 2014, para o décimo; até a versão web do Instagram fica na frente, segundo o ranking da SimilarWeb.

No entanto, dados da própria Fundação Wikimedia, organização que gerencia a Wikipédia, apontam que o Google não é exatamente um vilão. Apesar das visitas provenientes de pesquisas terem caído nos últimos meses, a proporção de pageviews com as referências do Google na verdade subiu (!) de 33 para 36% (porcentagens aproximadas).

wikipedia-proporcao-pageviews-google

Há várias outras razões que podem ter contribuído para a queda no tráfego da Wikipédia: de maio a junho, período de férias escolares nos Estados Unidos, as visitas do site caem cerca de 5% porque menos estudantes ao redor do mundo estão usando a Wikipédia como fonte de suas pesquisas ― este ano, a queda foi de 15%. Um terço do problema está explicado.

A outra parte foi impulsionada pela mudança no protocolo de navegação da Wikipédia. Em junho, foi anunciado que os sites da Wikimedia seriam criptografados com o protocolo HTTPS, que garante a segurança e privacidade, uma vez que é mais difícil para software de terceiros monitorarem a sua navegação. Consequentemente, de acordo com a SimilarWeb, visitas falsas, normalmente originadas por bots, não são contabilizadas:

"Essa mudança para o HTTPS impacta o tráfego em várias formas. Por exemplo, afetou uma série de robôs que rastejam por entre as páginas da Wikimedia. [A mudança] também afeta como os motores de pesquisa indexam as páginas, levando a uma menor medição do tráfego."

A empresa especializada na análise do fluxo de visitas em websites também afirmou acreditar que a queda este ano não foi súbita, mas na verdade faz parte de uma extensa tendência que se intensificou atualmente. Jimmy Wales, cofundador da Fundação Wikimedia e da Wikipédia, declarou ao Business Insider que as visitas oriundas do Google estão de fato subindo:

"Nenhum dado aponta uma redução direta no tráfego [vindo] do Google; na verdade, as referências diretas do Google estão aumentando nos últimos meses, em vez de reduzir."

Embora o tráfego aumente de forma percentual, não quer dizer que o número de cliques continue crescendo, apenas que o Google continua levando proporcionalmente o mesmo volume de visitas em relação aos meses anteriores.

Ao analisar os dados providos pela Wikipédia e da SimilarWeb, fica claro que o Google não é culpado pela queda de visitas na maior enciclopédia online. O protocolo HTTPS contribuiu a reduzir o número de cliques falsos e não necessariamente quer dizer que o Google está desfavorecendo a Wikipédia nas pesquisas.

Mais sobre: ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários.