Início » Telecom » Vivo coloca limite mensal de consumo de internet na banda larga fixa

Vivo coloca limite mensal de consumo de internet na banda larga fixa

Por
2 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

As franquias de consumo de dados, comuns nos planos de internet móvel, estão chegando ao Vivo Internet Fixa, antigamente conhecido como Speedy. Os novos contratos da conexão ADSL oferecida em velocidades de 200 kb/s a 25 Mb/s estão vindo com uma cláusula que estabelece o bloqueio ou redução de velocidade após o limite ser atingido pelo cliente.

O limite mensal de consumo estabelecido no contrato varia entre 10 GB e 130 GB, dependendo da velocidade da banda larga contratada pelo usuário. Estas são as franquias de cada plano:

  • Banda Larga Popular 200 kb/s: 10 GB
  • Banda Larga Popular 1 e 2 Mb/s: 10 GB
  • Vivo Internet 4 Mb/s: 50 GB
  • Vivo Internet 8 e 10 Mb/s: 100 GB
  • Vivo Internet 15 Mb/s: 120 GB
  • Vivo Internet 25 Mb/s: 130 GB

O contrato estabelece que a franquia será “promocionalmente” ilimitada até 31 de dezembro de 2016. Após o período, “poderá ocorrer o bloqueio ou redução da velocidade”, segundo o texto.

vivo-campus-logo-marca

O esquema já era adotado por outras empresas de banda larga, como a NET, com a justificativa de que a prática ajuda a manter a rede bem dimensionada para todos os assinantes. O Vírtua, por exemplo, estabelece franquias de 30 GB (no plano de 2 Mb/s) a 500 GB (no plano de 500 Mb/s) no contrato de prestação de serviço. Quando o limite é atingido, a velocidade da conexão do cliente pode ser reduzida até o final do mês.

Procurada pelo Tecnoblog, a Vivo confirmou que os novos clientes do Vivo Internet Fixa, com tecnologia ADSL, estão sujeitos ao limite de franquia. Quem assinou o serviço antes da última sexta-feira (5) mantém as condições contratuais já existentes, segundo a operadora. De acordo com a empresa, as franquias citadas acima “são apenas referências e poderão ser ampliadas”.

“Promocionalmente, não haverá cobrança pelo excedente do uso de dados até 31 de dezembro de 2016. À medida que isto vier a ocorrer no futuro, a empresa fará um trabalho prévio educativo, por meio de ferramentas adequadas, para que o cliente possa aferir o seu consumo”, diz a nota.

Tecnocast.zip 001 – Do not, my friends, become addicted to the internet

Gravamos uma edição especial do Tecnocast para discutir os limites na banda larga fixa. O modelo de negócio das operadoras está em risco, pois todos os seus serviços estão deixando de existir e migrando para dentro da internet. É fato que o usuário não pode pagar o pato, mas também não existe almoço grátis. O que fazer? Dê o play!

zip

Mais sobre: ,