Início » Comportamento » Review: Harry, o cachorro

Review: Harry, o cachorro

Com o mínimo de dedicação, ter um cachorro vale cada minuto do seu tempo

Por
3 anos atrás
Nota Final 10

Num mundo onde a internet das coisas está sendo cada vez mais discutida, esquecemos que cachorros são excelentes sensores de presença, sistemas de segurança e, principalmente, um bom amigo para qualquer hora. Este é o review do Harry, meu animal de estimação que está comigo desde 2011.

Design e pegada

Meu irmão diz que existem dois tipos de cachorros: os lindos e os maravilhosos. É bem certo que Harry se encontra na segunda opção, com seu pelo sedoso e bonito, que dispensa a necessidade de escovação frequente (acho que nunca fiz isso em toda a vida dele, aliás).

Quando filhote, era difícil de imaginar que seu pelo ficaria um pouco mais escuro e que seu porte seria médio. Harry é um cachorro que nasceu bonito, teve seu form-factor completamente alterado e ainda assim continuou com sua beleza característica.

Harry (direita) e seu irmão, no dia da adoção. Infelizmente o destino separou os dois em lares distintos :(

Harry (direita) e seu irmão, no dia da adoção. Infelizmente o destino separou os dois em lares distintos 🙁

Performance

Harry é um vira-lata com descendência de um Cocker Spaniel com um Golden Retriever. Logo que o adotamos, todos falavam que era de se esperar que Harry fosse um cachorro extremamente brincalhão e bastante hiperativo. Não erraram uma palavra.

Nos quatro primeiros anos de vida, Harry fazia xixi no lugar errado, subia onde não devia, latia desesperadamente para qualquer motivo e não deixava nenhum ser humano em paz. Ele foi adquirindo maturidade e hoje, com 5 anos, raramente faz suas necessidades em local indevido. Harry continua latindo para qualquer novo intruso, incluindo pássaros, mosquitos e até mesmo aviões e helicópteros que invadam seu espaço aéreo.

Várias pessoas que conheceram o Harry ainda filhote custam a acreditar em sua evolução. Ele deixou de ser um cachorro chato e se tornou bastante amigável (desde que um morador da casa esteja presente no momento).

Selfieeeeee!

Selfieeeeee!

Algo estranho é que Harry não gosta muito de sair para passear. Ter algum humano segurando a coleira é um dos seus piores pesadelos; na rua, ele praticamente empaca na hora de andar.

Software

Harry acompanha alguns recursos pré-instalados bem interessantes:

  • Previsão do tempo: sempre que está prestes a chover, Harry começa a farejar por todo canto que estiver disponível. Ele raramente falha. Caso essa tarefa esteja sendo executada no momento, prepare-se para uma tempestade.
  • Aspirador de objetos: deixou uma fruta cair do seu prato no café da manhã? Se Harry estiver lhe acompanhando, provavelmente o objeto já terá sido coletado antes mesmo que você olhe para o chão.
  • Repetidor de interfone: caso alguém chegue em casa, Harry é o primeiro a se manifestar sobre a chegada de alguém.

Bateria

Para manter toda sua atividade, Harry se alimenta de ração Equilíbrio Natural Adulto Raças Médias e Grandes e água. Além disso, ele come casca de cenoura quase todos os dias, o que ajuda a manter o pelo bem bonito. No entanto, Harry é capaz de comer qualquer coisa (exceto limão e cebola) que esteja ao seu alcance.

O famigerado cão chupando manga

O famigerado cão chupando manga

Em um almoço de domingo, todos que estavam na mesa fizeram uma breve saída após o término para receber um convidado em casa. Harry tinha acesso ao recinto (a porta da sala de jantar estava aberta) e, sorrateiramente, o cão subiu numa cadeira e comeu todo o gnocchi à bolonhesa que havia sobrado.

Tudo isso foi feito com a maior elegância possível: não havia nenhum sinal de que um cachorro havia passado por ali. O pirex em que o gnocchi estava foi encontrado completamente limpo, sem indícios de que algum cachorro tocou no recipiente.

Outros episódios similares aconteceram: numa mesma situação, o cachorro se aproveitou de um frango assado de padaria e uma pizza no sabor portuguesa.

Conclusão

Harry é um cachorro muito carente de atenção, e está disposto a retribuir carinho em qualquer momento possível. O fato de ser bonito torna Harry um objeto dinâmico de decoração que agrada qualquer pessoa no ambiente, e a autonomia do cachorro é exemplar: ele é servido com ração três vezes por dia, além de se alimentar de frutas e legumes na hora do almoço.

Com o tempo, ele passou a incomodar menos e se comportar mais, sem perder seu carisma e companheirismo característico. Com o mínimo de dedicação, ter um cachorro vale cada minuto do seu tempo.

Review

PRÓS

  • Belo design, com acabamento sedoso e bonito
  • Qualidade de companhia acima da média do mercado

CONTRAS

  • Ele vai comer sua pizza quando você menos esperar
  • Não gosta de passear
Nota Final 10
Design
10
Tela
10
Câmera
10
Desempenho
10
Software
10
Bateria
10
Conectividade
10

Especificações técnicas

  • Raça: Vira-lata;
  • Origem: Cocker Spaniel e Golden Retriever;
  • Pelo: loiro, mancha branca na cauda;
  • Idade: 5 anos;
  • Peso: 15.000 gramas, aproximadamente;
  • Alimentação: ração, três vezes por dia, e sobras de gnocchi à bolonhesa;
  • Sensores: presença, clima, detector de alimentos, invasão de espaço aéreo;
  • Aplicativos pré-instalados: previsão do tempo, aspirador de objetos e repetidor de interfone;
  • Preço sugerido: R$ 0,00.
Mais sobre:
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.