Início » Telecomunicações » Vivo muda pacotes de roaming internacional

Vivo muda pacotes de roaming internacional

Novos pacotes incluem ligações, SMS e internet por tarifa diária

Por
3 anos atrás

A gente já sabe que roaming internacional não é a forma mais econômica para usar o celular no exterior, mas por pressões tanto do mercado quanto de órgãos reguladores, as operadoras acabam melhorando suas ofertas. Desta vez foi a Vivo, que abandonou os pacotes com cobrança avulsa e concentrou o portfólio em diárias com internet, ligações e SMS.

São três diárias, cujos preços variam de acordo com o continente visitado. Quem viajar para as Américas paga R$ 29,99 por dia, quem for para a Europa paga R$ 39,99 por dia e quem visitar Ásia, África ou Oceania, além de roaming marítimo ou aéreo, paga R$ 59,99 por dia. Nos três casos, há acesso à internet, 50 minutos em ligações locais ou para o Brasil, recebimento de chamadas ilimitado, SMS ilimitado e acesso ao Vivo Travel Wi-Fi.

A franquia de dados varia de acordo com o destino. Na maioria dos países latino-americanos são 500 MB por dia, enquanto nos Estados Unidos e diversos países da Europa são 200 MB por dia. Há alguns países onde a diária permite apenas 5 MB por dia. Em todos os casos, ao esgotar o pacote a velocidade é reduzida até a próxima diária.

paris-galaxy-nexus

Até então, a Vivo vendia a diária de dados para Europa e Américas por R$ 29,90, enquanto viagens para o resto do mundo custavam R$ 59,90 por dia. Quem fizesse uma ligação tinha que pagar a cobrança avulsa, que variava entre US$ 2,69 a US$ 3,69, e cada SMS custava R$ 0,79 mais o valor do seu plano no Brasil.

O plano novo é vantajoso por já disponibilizar ligações e SMS, que anteriormente não eram inclusos. A Vivo também costumava vender pacotes só de voz: custavam R$ 99 e vinham com 50 minutos, que podiam ser usados durante o período de 30 dias. Também havia o combo Vivo Travel, que custava R$ 199 e trazia 7 dias de uso de internet, ligações e SMS.

No entanto, a nova forma de cobrança da Vivo deve desagradar quem usava casualmente o telefone em viagens, apenas para receber algumas ligações ou trocar poucas mensagens. A partir do momento que você faz ou atende qualquer ligação, cobra-se a diária que contempla todos os três serviços, mesmo se você não quiser utilizá-los. Além disso, mesmo em países que não há roaming de dados disponível pela Vivo (como Bahamas) ocorre a mesma cobrança que é feita onde se poderia acessar a internet móvel.

Ainda assim, fica a recomendação de comprar um chip de uma operadora local ao fazer uma viagem internacional. Salvo em viagens curtas, é possível conseguir uma boa quantia de dados pagando bem menos que em roaming. E como a Vivo disponibiliza o TU Go, app que permite utilizar sua linha celular tradicional através da internet, é possível fazer e receber ligações como se você estivesse no Brasil, sem tarifa de roaming.

Mais sobre: ,