A inteligência artificial já nos ultrapassou em muita coisa — e até consegue criar outras inteligências artificiais melhor que nós. Mas ela acaba de dar um passo ainda maior: o robô Libratus está derrotando os melhores jogadores de poker do mundo e já ganhou o equivalente a US$ 1,5 milhão em fichas dos pobres seres humanos.

Isso é importante porque derrotar um humano no poker não é tão simples para um computador quanto ganhar no xadrez, por exemplo. No xadrez, a máquina enxerga as peças do adversário e faz milhões de cálculos por segundo para fazer a melhor movimentação possível. Não há como fazer isso com tanta eficiência no poker, já que não é possível ver a mão do outro jogador.

O algoritmo do Libratus foi desenvolvido justamente para funcionar quando a informação é imperfeita ou incerta (se alguém estiver blefando, por exemplo) ou quando não há dados suficientes para chegar a uma conclusão definitiva. Os cientistas programaram as regras do poker e deixaram que o robô “aprendesse” a jogar, segundo o The Guardian.

À medida que as pessoas jogam com o robô (e provavelmente perdem), ele aprende novas estratégias — todas as jogadas são registradas e analisadas posteriormente por um supercomputador. Depois de 20 dias jogando num cassino de Pittsburgh e tendo ganhado o equivalente a US$ 1,5 milhão, parece que ele está sendo um bom aluno. E sim, o Libratus já sabe blefar.

Como o Libratus não foi criado especificamente para jogar poker, ele pode ser reprogramado para ser utilizado em inúmeras aplicações de negociações empresariais, estratégias de segurança militar e planejamento de tratamentos médicos, por exemplo. Por sinal, ele deve tomar as decisões melhor que um humano.

Tecnocast 044 – The Next Big Thing

Desde a introdução do primeiro PC a tecnologia passou por grandes transformações. Hoje chegamos a um ponto de maturidade, no qual poucas coisas realmente empolgantes aparecem nos anúncios de grandes empresas. Porém, uma novidade está prestes a mudar radicalmente o mundo onde vivemos. Essa novidade não está sendo tratada como uma nova feature, mas sim como uma das últimas grandes invenções da humanidade.

Papo de doido, né? Mas dá o play que a gente explica.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Cláudia Silvano

"À medida que as pessoas jogam com o robô (e provavelmente perdem), ele aprende novas estratégias" - Tecnoblog.
Ele deve ter perdido algumas vezes enquanto estava aprendendo, depois é q ficou esperto..kkkk

Cláudia Silvano
"À medida que as pessoas jogam com o robô (e provavelmente perdem), ele aprende novas estratégias" - Tecnoblog. Ele deve ter perdido algumas vezes enquanto estava aprendendo, depois é q ficou esperto..kkkk
Guaip

Se isso for verdade (pode ser blefe, hãm, hãm?) as implicações podem ser bem maiores do que parece. Todos esses sites de poker online teriam bots fazendo a limpa na galera, se passando por pessoas comuns. Simplesmente os sites de poker teriam que fechar as portas.

Guaip
Se isso for verdade (pode ser blefe, hãm, hãm?) as implicações podem ser bem maiores do que parece. Todos esses sites de poker online teriam bots fazendo a limpa na galera, se passando por pessoas comuns. Simplesmente os sites de poker teriam que fechar as portas.
💀GHOC💀

Eu sempre perdi pra inteligência artificial do MK2 modo hard, hehe

GHOC
Eu sempre perdi pra inteligência artificial do MK2 modo hard, hehe
Trovalds

"Poker face"... de mais a mais, jogadores profissionais tem consultoria de especialistas em análise comportamental justamente pra evitar deslizes de linguagem corporal que possam denunciar um blefe, por exemplo. Não é se tornar uma estátua, é aprender a se comportar de uma maneira só independente de como está o desenrolar da partida. Ou até mesmo simular um comportamento pra enganar os oponentes.

Trovalds
"Poker face"... de mais a mais, jogadores profissionais tem consultoria de especialistas em análise comportamental justamente pra evitar deslizes de linguagem corporal que possam denunciar um blefe, por exemplo. Não é se tornar uma estátua, é aprender a se comportar de uma maneira só independente de como está o desenrolar da partida. Ou até mesmo simular um comportamento pra enganar os oponentes.
Ricardo - Vaz Lobo

O movimento corporal também pode ser lido como "dei mole". Daí ficar fingindo de estátua não é uma vantagem muito grande.

Ricardo - Vaz Lobo
O movimento corporal também pode ser lido como "dei mole". Daí ficar fingindo de estátua não é uma vantagem muito grande.
Trovalds

Ele não lê linguagem corporal (acredito eu) e não pode ser "lido". Isso pode ser uma vantagem a favor de jogadores reais.

Trovalds
Ele não lê linguagem corporal (acredito eu) e não pode ser "lido". Isso pode ser uma vantagem a favor de jogadores reais.
Ricardo - Vaz Lobo

Libratus aceita calças e esposas como pagamento?

Ricardo - Vaz Lobo
Libratus aceita calças e esposas como pagamento?