Uma enxurrada de rumores vem revelando a maioria dos detalhes sobre o Galaxy S8, a ser anunciado oficialmente no fim de março. Um desses detalhes, que a própria Samsung destaca em teasers, é a ausência de um botão físico abaixo da tela. Por que a empresa decidiu fazer isso?

Galaxy S8, frente e verso (@evleaks)

Segundo o jornal coreano The Investor, a Samsung inicialmente planejava incorporar o leitor de digitais na tela do S8, mas teve que descartar o plano por causa da Synaptics – a fabricante não conseguiria oferecer a tempo sua nova tecnologia.

Em dezembro, a Synaptics anunciou o sensor FS9100, capaz de detectar impressões digitais através de até 1 mm de vidro. Isso eliminaria a necessidade de um botão físico só para desbloquear o smartphone – bastaria tocar na tela. A previsão era levar esse sensor à produção em massa no segundo trimestre de 2017.

A Samsung teria investido recursos para ajudar a Synaptics a desenvolver o recurso de ler impressões digitais na tela, mas uma fonte do jornal diz que os “resultados foram frustrantes”.

Por isso, a coreana foi forçada a mover o leitor de digitais para a parte traseira do S8, já que não poderia retirá-lo. “Com a produção iminente, a empresa teve que realocar o botão de ler digitais para a parte traseira do dispositivo no último minuto”, de acordo com o The Investor.

O jornal também afirma que o Galaxy S8 usará uma tecnologia 3D Touch para os botões virtuais Home/Voltar/Multitarefa na parte inferior da tela. Os botões devem reagir de maneira diferente dependendo da pressão que o usuário aplicar. Segundo o The Investor, futuros smartphones top de linha da Samsung – como o Galaxy Note 8 – usarão essa tecnologia em toda a tela.

A Samsung fará um evento em Nova York no dia 29 de março para revelar oficialmente o Galaxy S8.

Com informações: Mashable, The Next Web.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lucas Terra
Na frente vai ter o sensor de iris! Não vai presicar tirar da mesa pra desbloquear.
Humberto Machado
A saida P2 embaixo é melhor pq é uma posição natural que voce tira o telefone.
Jhon
A tecnologia é sensacional, não vejo motivos pra não copiar.
Jorge Flávio Costa
Não sei por que até hoje eles não usaram o logo da maçã como o leitor biométrico. Seria uma utilidade nobre pra aquela peça de design.
Paulo Carneiro
Na parte de traz não vai valer de nada vai ser a pior coisa ter o sensor de impressão digital o ideal é a frente
Abra

haha' Nada se cria.. Tudo se combina.

Abraão Pereira de Sousa
haha' Nada se cria.. Tudo se combina.
Abra

Às vezes são meio, você sabe, explosivas...

Abraão Pereira de Sousa
Às vezes são meio, você sabe, explosivas...
DumbSloth87
"terríveis botões da LG" Vc usa os botões pra alguma coisa a não ser ligar e desligar o telefone?(algo feito raramente hj em dia) Pq todos os LGs que eu ja tive, pra desbloquear era só dar dois toques na tela.
Diogo S
Ed, depende de como vc usa o telefone... No meu caso eu acho mais cômodo colocar ele de cabeça pra cima mesmo, mas sou obrigado a concordar com o Danilo que pra quem escuta com ele na mesa é melhor ser embaixo
Diogo S
Tb tem esse problema, ainda mais com um telefone desse tamanho
Jonas S. Marques
Aqui vai uma curiosidade que eu acho no mínimo engraçada. Eu tenho um galaxy A, e uso ele com o Voice Assistant, o leitor de telas semi proprietário da Samsung "É só um forc diferente do Talkback para Android, mais integrado internamente" A já alguns meses a Samsung desenvolveu um método para que o botão leia os botões capacitivos direito e esquerdo, o que me faz duvidar um pouco da teoria desse post. Normalmente não se dedica muito tempo a esses apps ou vantagens de acessibilidade, então, imagino eu que o recurso tenha sido feito bem antes do que diz na matéria. Inclusive acabei de testar aqui e ele tem até uma espécie de previsão de toque, é bizarro.
Marcos Paulo Morale
Mas o Higa não é canhoto? Tenho a impressão de já ter visto em algum lugar
Antony
Quer dizer que a Apple não copiou NADA nos últimos lançamentos?
Exibir mais comentários