Início » Mobile » Guia vazado mostra como Apple decide se conserta ou troca iPhones

Guia vazado mostra como Apple decide se conserta ou troca iPhones

Por
41 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Um guia de 22 páginas vazado no Dropbox mostra as condições que a Apple impõe para consertos de iPhone, seja dentro ou fora da garantia. Isso inclui problemas na tela, danos no conector Lightning, e até mesmo aparelhos que entortaram.

O “Guia de Inspeção Visual/Mecânica” (VMI) cobre o iPhone 6, 6 Plus, 6S, 6S Plus, 7 e 7 Plus. Primeiro, temos os reparos dentro da garantia, que valem mesmo se o aparelho tiver passado por danos acidentais ou contato com líquido.

São três casos: desalinhamento da espuma na câmera frontal; rachadura única no vidro frontal sem pontos de impacto; e detritos abaixo do vidro do display (apenas se o cliente mencionar).

Foto por Nick Amoscato/Flickr

A Apple também faz consertos fora da garantia, e cobre mais casos. Isso inclui fraturas no LCD abaixo do vidro; rachadura única no vidro frontal com pontos de impacto; e múltiplas rachaduras no vidro.

A lista ainda menciona arranhões extremos, buracos e botões faltando após uma queda; corpo entortado, ou separação entre a tela e o corpo do iPhone; conector Lightning ou de áudio danificado; danos nos orifícios do microfone e alto-falante; e danos devido ao contato de um laser com a câmera.

Além disso, temos danos causados por líquidos e corrosão interna. Há uma seção adicional sobre o assunto, para checar se o indicador de contato com líquidos (LCI) está vermelho — é um forte sinal de que os componentes internos do iPhone tiveram que lidar com água, mesmo que o cliente negue.

Por fim, temos os casos em que a Apple não fará reparos. Isso inclui iPhones com código que não bate com sua cor, tamanho ou modelo; com adulteração interna, peças faltando ou baterias que não sejam fornecidas pela empresa; e com dano catastrófico.

Além disso, danos cosméticos não são cobertos pela garantia, como arranhões no corpo de metal, clareamento da cor, e partes amassadas:

Um funcionário da Apple diz ao Business Insider que o VMI é “basicamente metade do treinamento para quem trabalha na Genius Bar”, mas geralmente é pouco usado como referência, “a menos que encontremos algum problema fora do comum”. Ele também diz que “há sempre alguns casos em que o aparelho tecnicamente não está coberto pela garantia, mas nós o trocamos mesmo assim sem cobrar”.

Com informações: Business Insider, The Verge.