Início » Inteligência Artificial » Elon Musk alerta para risco de Terceira Guerra Mundial com inteligência artificial

Elon Musk alerta para risco de Terceira Guerra Mundial com inteligência artificial

Por
1 ano atrás

Os projetos conduzidos por companhias como Tesla Motors e Neuralik são tão disruptivos que Elon Musk acaba tendo acesso aos pormenores da tecnologia, inclusive os negativos. Ele já avisou que a inteligência artificial (IA) precisa ser regulamentada antes que seja tarde para nós. Agora, o visionário empresário solta um alerta ainda mais dramático: a IA pode ser a base da Terceira Guerra Mundial.

Elon Musk

Exagero? Talvez. Mas a declaração de Musk tem como referência um país que os Estados Unidos não se atrevem a menosprezar: a Rússia. Na semana passada, o presidente russo Vladimir Putin fez um discurso para estudantes e destacou que quem se tornar líder no desenvolvimento da IA irá “dominar o mundo”. Para o presidente, a inteligência artificial é o futuro não só da Rússia, mas de toda a humanidade.

Inicialmente, o assunto passou despercebido, mas as declarações de Putin ganharam atenção depois que a mídia especializada começou a divulgá-las. A publicação do The Verge chamou a atenção de Elon Musk que, no Twitter, divulgou o link com os dizeres “está começando”:

Na sequência, Musk declarou (em tradução livre): “China, Rússia, em breve, todos os países com domínio da ciência da computação. A competição pela IA superior em nível nacional será a causa mais provável da Terceira Guerra Mundial, na minha opinião”.

É interessante como Putin e Musk sinalizam para a IA sendo mais importante para o futuro do que imaginamos. Até certo ponto, os dois têm a mesma opinião. Porém, a oportunidade que um enxerga é justamente o perigo que preocupa o outro.

Nas interações que manteve no Twitter, Musk destacou, por exemplo, que não vê a Coreia do Norte como um país com grande potencial para iniciar a Terceira Guerra Mundial. “A Coreia do Norte não tem alianças estabelecidas que poderiam polarizar o mundo para a guerra”, disse.

Vladimir Putin

No discurso para os estudantes, Putin adotou uma postura cuidadosa, apesar de sua aparente empolgação. Para ele, a IA é sim o futuro, razão pela qual a Rússia está disposta a compartilhar seus conhecimentos sobre o assunto. Essa seria uma forma de dizer que a tecnologia não ficará restrita a uma única nação.

Certeza mesmo é que o assunto ainda vai gerar muito debate. Musk parece determinado a chamar atenção para os riscos. Só para dar uma ideia, recentemente, o empresário se juntou a um grupo com mais de 100 líderes de companhias especializadas em inteligência artificial que enviou uma carta à ONU pedindo que a entidade proíba o desenvolvimento de robôs de guerra.

Com informações: TechCrunch

Mitos e verdades sobre a IA

Existe uma certa afobação na comunidade em torno da Inteligência Artificial. E isso tem acontecido principalmente porque a ideia de máquinas inteligentes gera muita mídia, além de ser um prato cheio para filmes e séries de ficção científica.

Mas a IA ainda está longe de se tornar um ser autônomo, que pensa como um ser humano. O que temos hoje são várias IAs restritas, desenvolvidas para tarefas específicas. Esse é o tema do Tecnocast 064. Dá o play e vem com a gente!