Hoje em dia, muitos smartphones Android têm leitor de digitais ou outra forma de biometria para desbloqueio. No entanto, às vezes você ainda precisa inserir uma senha — quando o aparelho é ligado, por exemplo. Se você usa o desbloqueio por padrão, talvez seja melhor trocar por um código numérico.

Em um novo estudo, 64% dos participantes foram capazes de reproduzir o desbloqueio por padrão após vê-lo uma vez. No caso de uma senha numérica de seis dígitos, essa proporção cai para 11%.

1.173 indivíduos participaram do teste. Eles assistiram a vídeos controlados mostrando pessoas desbloqueando seus smartphones em diversos ângulos. Então, eles tentaram adivinhar os padrões e as senhas numéricas.

Após uma visualização, 64% dos participantes conseguiram acertar o padrão de desbloqueio. Com duas visualizações, isso aumentou para 80%.

No caso das senhas numéricas (PINs), eles tiveram mais dificuldade: 11% acertaram de primeira; e 27% tiveram sucesso após assistir ao vídeo uma segunda vez.

Vídeos do estudo com diferentes ângulos de visão e diferentes distâncias em relação ao smartphone

Adam Aviv, coautor do estudo, explica à Wired que os padrões são muito mais fáceis de decorar — e identificar — que uma senha numérica. Afinal, nossos cérebros são feitos para reconhecer e lembrar padrões. Por isso, eles “são definitivamente menos seguros do que os PINs”.

E se você ainda quiser usar padrões de desbloqueio? Neste caso, o melhor a fazer é desativar as linhas que conectam os pontos. No estudo, apenas 35% dos participantes conseguiram identificar o padrão sem essas linhas.

Para tanto, basta ir em Configurar > Segurança, tocar na engrenagem e desativar a opção “Tornar o padrão visível”. (Isso pode ser diferente dependendo da sua fabricante.)

Repare, no entanto, que mesmo o padrão sem as linhas é menos seguro que uma senha numérica. Portanto, ainda é melhor configurar um PIN ou senha alfanumérica para seu smartphone.

O estudo foi publicado esta semana por pesquisadores da Academia Naval dos Estados Unidos e da Universidade de Maryland, Baltimore County, e está disponível aqui.

Com informações: Wired.

Comentários

Envie uma pergunta