Início » Telecomunicações » Sinal de TV analógica é desativado em Belo Horizonte e região

Sinal de TV analógica é desativado em Belo Horizonte e região

E as cidades da região Norte terão o cronograma de desligamento antecipado

Lucas Braga Por
2 anos atrás

A partir desta quarta-feira (8), a cidade de Belo Horizonte e seu entorno começam a ter as transmissões de TV analógica interrompidas. A medida segue o processo de transição para o sinal digital, e tem como objetivo proporcionar melhor qualidade de imagem e som para os espectadores, além de liberar a frequência para a ampliação do 4G.

De acordo com o Gired, Grupo de Implementação da TV Digital no Brasil, faltou apenas 0,7% para atingir a meta de 90% de domicílios com sinal digital, em pesquisa realizada pelo Ibope entre 24 de outubro e 4 de novembro. Mesmo assim, a entidade recomendou ao ministro Gilberto Kassab para prosseguir com o desligamento, que ocorrerá gradativamente até o dia 22 de novembro.

O processo de digitalização em Belo Horizonte deveria ter acontecido em julho, mas o cronograma foi atrasado devido à dificuldade das emissoras para a instalação de novas estações de transmissão.

Para receber a TV digital em casa, o usuário precisa de uma antena UHF e TV com receptor digital embutido — todos os modelos produzidos no país a partir de 2010 já estão aptos. Quem possui uma TV mais antiga e não está a fim de trocá-la pode utilizar um conversor, que é facilmente encontrado por menos de R$ 100. Inscritos em programas sociais do governo, como o Bolsa Família, têm direito a um kit gratuito com antena e conversor.

Além de Belo Horizonte, outros 37 municípios terão a TV analógica cortada: Araçaí, Baldim, Betim, Brumadinho, Cachoeira da Prata, Caeté, Capim Branco, Confins, Contagem, Esmeraldas, Florestal, Fortuna de Minas, Funilândia, Ibirité, Igarapé, Inhaúma, Itaúna, Jequitibá, Juatuba, Lagoa Santa, Mário Campos, Mateus Leme, Matozinhos, Nova Lima, Pedro Leopoldo, Prudente de Morais, Raposos, Ribeirão das Neves, Rio Acima, Sabará, Santa Luzia, São Joaquim de Bicas, São José da Lapa, São José da Varginha, Sarzedo, Sete Lagoas, Taquaraçu de Minas e Vespasiano.

Com o desligamento da TV analógica, as operadoras de telefonia móvel poderão expandir sua rede de 4G na frequência de 700 MHz, que proporciona maior penetração de sinal e será importante na ampliação do serviço para mais municípios brasileiros.

Próximos passos

A próxima região a ter o desligamento da TV analógica é o interior de São Paulo, nas cidades de Campinas, Franca, Ribeirão Preto, Santos e Vale do Paraíba. O processo está programado para ocorrer no dia 29 de novembro. As capitais da região Sul (Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre) têm o switch off programado para 31 de janeiro de 2018.

Além disso, o Gired decidiu antecipar o cronograma de desligamento nas cidades de Boa Vista (RR), Macapá (AP), Palmas (TO), Porto Velho (RO) e Rio Branco (AC). A previsão inicial era que o processo de digitalização ocorresse no dia 28 de novembro de 2018, mas o grupo decidiu antecipá-lo para 14 de agosto de 2018, evitando que coincidisse com o período eleitoral.