Início » Celular » Moto X4: um retorno não triunfal

Moto X4: um retorno não triunfal

Quarta geração do Moto X tem design elegante e bom desempenho, mas deixa uma pontinha de decepção

Paulo Higa Por
Nota Final 8

Depois de quase dois anos sem novidades, o Moto X voltou em sua quarta geração. Ele tem uma carga histórica importante: foi um smartphone que mudou o rumo da Motorola, na era Google, quando a empresa passou a ter uma linha de produtos mais enxuta, com software limpo e um design bem característico.

Algumas coisas mudaram desde o primeiro Moto X, lançado em 2013. O Moto X4 agora é um smartphone intermediário, entre o Moto G e o Moto Z, trazendo alguns detalhes bacanas, como um design de vidro resistente à água, uma tela menor que a dos outros aparelhos da Motorola e uma câmera traseira dupla, com lente grande angular.

Será que é uma boa opção? Eu utilizei o Moto X4 nas últimas semanas como meu smartphone principal e conto tudo nos próximos minutos.

Em vídeo

Design e tela

O design do Moto X4 chama muito a atenção. Ele continua com as linhas da Motorola, com uma leve curvatura na traseira, um botão de início com leitor de impressões digitais e um calombo enorme na região da câmera, que não é a coisa mais bonita do mundo, mas acabou virando uma marca registrada da fabricante, para o bem ou para o mal.

A traseira é de vidro, diferente dos outros aparelhos da Motorola lançados em 2017, apresentando um reflexo elegante, em formato de “S”, que às vezes fica ofuscado pelas inevitáveis marcas de dedo que vão surgir nos primeiros minutos de manuseio. E, apesar de ser um pouco pesado (163 gramas) e espesso (8 mm), ele não chega a incomodar no bolso.

Do lado positivo, temos um conector de fone de ouvido, uma tela levemente curvada nas laterais (diferente das bordas duras do Moto Z2 Force) e a certificação IP68, que protege o aparelho contra água e poeira. Curiosamente, esse é o único Motorola do ano com essa característica — os outros tinham um nanorrevestimento repelente à água, que, embora proteja contra pequenos acidentes, não tem o peso psicológico do IP68.

O Moto X4 não é o aparelho mais compacto do mercado, com 73,4 mm de largura, mas possui uma tela IPS LCD de 5,2 polegadas (1920×1080 pixels), menor que os visores de 5,5 polegadas do Moto G5S Plus e do Moto Z2 Play, então a ergonomia acaba sendo melhor no novo membro.

O painel tem boa qualidade: não impressiona em nada, mas também não decepciona em nada. As cores são equilibradas no modo Padrão (e ficam excessivamente saturadas no modo Intensidade, mas há quem goste), o brilho é forte o suficiente para enxergar o conteúdo da tela sob a luz do sol, e o nível de preto é excelente, dentro dos limites tecnológicos de uma tela com backlight.

Software

O Android 7.1.1 Nougat do Moto X4 tem uma série de recursos que a Motorola inclui em seus aparelhos, mas o visual é bem parecido com o Android do Google e não há muitos aplicativos pré-instalados — o que não impediu o smartphone de ter um ponto negativo normalmente encontrado em smartphones com software mais completo, como comentarei depois.

Assim como nos outros aparelhos da Motorola, ele suporta gestos no botão de início (deslize para a esquerda para voltar, ou direita para abrir a tela de aplicativos recentes); você pode agitar o smartphone para acender a lanterna; e também fazer aquele gesto de “acelerar uma moto” para abrir rapidamente o aplicativo de câmera.

Uma novidade no software é o Moto Key, um gerenciador de senhas próprio da Motorola. Depois que você salva suas senhas nele, é possível fazer login em aplicativos e sites utilizando apenas a sua impressão digital. Além disso, há um software para Windows que permite fazer login no computador com o sensor de impressões digitais do Moto X4. É uma boa alternativa para softwares como LastPass e 1Password.

Câmera

Antes, preciso contar minha decepção. Embora seja equipado com uma câmera frontal de 16 megapixels, um número que chama atenção, o Moto X4 tem um grande problema: ele não consegue focar direito. Por um momento eu me lembrei das velhas câmeras com foco fixo: o fundo constantemente fica mais focado que meu rosto. A única forma de tirar uma selfie nítida foi afastando bastante a câmera — um problema que não deveria ocorrer em um smartphone dessa faixa de preço.

Nas câmeras traseiras, temos um conjunto de sensor de 12 megapixels (com lente normal) e outro de 8 megapixels (com lente grande angular), uma combinação bem parecida com a do Zenfone 4, que é ligeiramente mais caro. Ainda assim, a qualidade das imagens se mostrou melhor que a do concorrente nos meus testes, especialmente na grande angular; em geral, as fotos têm nível de detalhes maior e ruído menor.

Na câmera normal, o Moto X4 também consegue tirar fotos com boa qualidade, embora não seja impecável. Várias vezes eu notei um certo exagero na saturação, com cores muito mais vibrantes que na vida real. Além disso, a lente produz uma aberração cromática lateral que me incomodou um pouco. De qualquer forma, se você tirar uma foto com o Moto X4 e enviá-la para o Instagram, ninguém deve notar problema algum.

A principal crítica é o fato de, por algum motivo, o aplicativo de câmera ficar muito lento. Isso não acontece sempre, mas incomoda com uma certa frequência: você tira a foto, ele demora um pouco para focar e dá uma travadinha de um ou dois segundos enquanto processa a imagem. A campanha publicitária do Moto X4 foca na “câmera inteligente” do aparelho, mas claramente faltou uma otimização aqui.

Além disso, o Moto X4 tem o mesmo problema do Moto G5S Plus: ele tem o modo de profundidade, para você desfocar o fundo de um retrato, mas o recurso não funciona direito. No primeiro clique, quase sempre o sujeito e o fundo serão reconhecidos de maneira errada, borrando o que não deveria e não borrando o que deveria. Precisa tirar tantas fotos para o resultado ficar bom que eu desisti de utilizar a função.

Hardware e bateria

O Moto X4 tem processador Snapdragon 630 e 3 GB de RAM. E ele entrega um desempenho consistente no dia a dia, sem travadinhas em aplicativos, com animações bastante fluidas e rodando jogos com qualidade decente — não com os gráficos no máximo, mas não é o que eu esperaria de um smartphone dessa faixa de preço, de qualquer forma.

A maior polêmica no hardware do Moto X4 é a capacidade de armazenamento efetivamente disponível. O aparelho tem memória flash de 32 GB, mas metade já vem ocupada pelo sistema. Na prática, apenas 16 ou 17 GB estão disponíveis para o usuário logo quando o produto é tirado da caixa. Eu quase enchi a memória nas duas semanas de teste, e é provável que você tenha que comprar um cartão de memória.

O consumo do sistema do Moto X4 é maior que em outros aparelhos: o Galaxy S7, que também possui 32 GB de memória flash, mas roda um sistema bem mais completo, tem 24 GB disponível para o usuário, por exemplo. A situação também é melhor do outro lado da força: o iPhone 7 de 32 GB tem aproximadamente 28 GB disponíveis. Poxa, Motorola.

A bateria tem capacidade de 3.000 mAh, um número dentro do padrão que resulta em autonomia também dentro do padrão. Nos meus testes, com duas horas de streaming de música no 4G e 1h30min de navegação também pela rede móvel, sempre com brilho no automático, eu chegava em casa no final do dia com algo entre 30% e 40% de carga. É uma bateria suficiente para um dia inteiro para um usuário médio.

Conclusão

A Motorola lançou muitos smartphones neste ano; não tanto quanto a Samsung, mas bem mais do que estávamos acostumados na marca. E isso acabou se refletindo no Moto X4: ele fica entre o Moto G5S Plus e o Moto Z2 Play, com uma diferença de preço muito pequena entre eles.

E o fato é que não existe um motivo muito claro para você escolher o Moto X4. Talvez se você fizesse questão do IP68, da câmera grande angular ou do design de vidro, mas o Moto Z2 Play custa quase a mesma coisa, tendo uma câmera mais rápida, uma tela superior e, principalmente, mais RAM (4 GB) e o dobro de armazenamento (64 GB). Eu troco uma grande angular por 32 GB de espaço sem pensar duas vezes.

O Moto X4 não é uma compra ruim se você tiver ciência dos problemas da câmera e na memória, mas acaba ficando meio ofuscado por concorrentes com custo-benefício mais atraente — e vendidos pela própria Motorola. Para um produto que mudou a história recente da empresa, ele bem que merecia um refinamento.

Moto X4

Prós

  • Desempenho consistente no dia a dia
  • Design elegante e com proteção contra água

Contras

  • Câmera é lenta e tem problema com foco
  • Efeito de profundidade não funciona direito
  • Pouco espaço disponível para o usuário
Nota Final 8
Design
8
Tela
8
Software
8
Câmera
7
Desempenho
8
Bateria
8
Conectividade
9

Especificações técnicas

  • Bateria: 3.000 mAh;
  • Câmera: 12 megapixels (traseira, normal), 8 megapixels (traseira, grande angular) e 16 megapixels (frontal);
  • Conectividade: 3G, 4G, Wi-Fi 802.11n, GPS, Bluetooth 4.2, USB-C, NFC;
  • Dimensões: 148,4 x 73,4 x 8 mm;
  • GPU: Adreno 508;
  • Memória externa: suporte a cartão microSD de até 2 TB;
  • Memória interna: 32 GB (16 GB disponíveis para o usuário);
  • Memória RAM: 3 GB;
  • Peso: 163 gramas;
  • Plataforma: Android 7.1.1 Nougat;
  • Processador: octa-core Snapdragon 630 de 2,2 GHz;
  • Sensores: acelerômetro, proximidade, giroscópio, bússola, impressões digitais;
  • Tela: IPS LCD de 5,2 polegadas com resolução de 1920×1080 pixels e proteção Gorilla Glass.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eduardo Aguillera

Lixo de aparelho... estou profundamente arrependido de ter adquirido esse aparelho...deveria ter pego o Z2... aparelho que não te dá espaço para compartilhar com o cartão SD? então para que coloca? Como ainda não faz uma semana que recebi, estarei devolvendo...

Bruna C. C. de S. Wojtenko

Não há mais necessidade de trocar a ROM. Basta instalar o apk da Google Câmera. Usei e aprovei, principalmente com selfies. As selfies de 16mp na realidade são 4mp interpolados, e com o gcam da pra tirar selfies muito melhores.

pedrohuehue

Cara eu achei bem ruim o motorola x4 eu comprei feliz achando q ia rodar apk que o sansung gran prime meu nn rodava pois meu amigo tem um moto g4 e roda, dae eu entro já na play store e baixo o tinder e vejo que o motorola g4 do meu amigo roda e o meu x4 não, a parte que retiraram a galeria me deixou puto pq não consigo achar vídeos que eu tinha no meu cartão de memória.
ali aparece que tem câmera lenta mas utilizei e é a pior câmera lenta que vi pq com um editor no computador faço melhor. tem vezes que boto o dedo pra desbloquear e demora pra ligar.

Odilon Ribeiro (DjDilon)
Deveriam fazer uma análise do moto x 4 com o Android novo....esses problemas citados acho que sumiram
Antonio Campos
Fiquei em dúvida se comprava o X4, ou esperava mais alguns meses pra pegar um S7 edge... Acabei comprando o x4 mesmo, em uma promoção "relâmpago" no fim do ano passado... Paguei mais ou menos mil e cem reais nele... A câmera tem seus defeitos, e o motokey está bichado depois da atualização para o Oreo (aparentemente atualizaram o aplicativo para o smartphone e não o do PC), mas acho que pelo preço valeu a pena... Não sou um usuário hardcore, mais creio que com o S7 estaria bem mais satisfeito... Agora já foi, mas o próximo provavelmente será um Xiaomi ou linha S da samsung mesmo...
Amanda Queiroz
No dia 29/11 eu adquiri um Moto X4 e ele apresentou problemas de super aquecimento depois de uma semana de uso. Liguei na Motorola e fiz o procedimento indicado de levar na assistência técnica autorizada. Levei na Assistência dia 18/12 e depois de 17 dias em reparo e sem celular, no dia 03/01 eu retiro ele da assistência e ontem a noite, dia 04/01 ele não carrega mais, não da nenhuma carga. Liguei novamente na Motorola e me disseram que eu precisaria levar novamente na assistência técnica para ser analisado. Ou seja, vou ter que passar por tudo novamente, ficar mais um tempo sem o celular, perder a película que já investi mais de 100 reais pra colocar duas vezes, pois a assistência descarta e formata o celular. Estou extremante decepcionada! Não faz sentido um aparelho novo ser reparado 2 vezes, não confio mais! Não investi 1600 Reais para ter tantos problemas e fazer tantos reparos, paguei pra ter um celular novo que funcione. Não indico a Motorola para ninguém! Só to passando raiva, perdendo dinheiro e ainda não estou com um celular funcionando! o Parelho ficou mais tempo na assistência em reparo do que na minha mão em uso. Já passei o Natal e Ano novo sem o meu aparelho, não imaginam o quanto foi frustrante pra mim.
Samael Vinícius
Qual foi o preço oficial de lançamento do X4?
Fred

A especificação da Câmera é porca, nenhum software vai melhorar o f/2.0 tosco dela. Pode ser que fique menos horroroso do que é o padrão hoje, mas sempre será uma câmera para fotografar paisagens com tripé, timer, num dia de sol...

Julio César Serra Junior

Putz man, só de pensar que por mais uns 200, 300 tu pegava hoje um Moto Z2 Play... Dá até tristeza em pensar! :'(

paulo yan
Que morte triste do moto X. Lenovo destruindo todo o legado que a Google deixou na motorola, com esse design horrível e 300 smartphones por ano.
Ricardo Alvim
Até entendo que a Lenovo quer um novo posicionamento de mercado com a Motorola, mas, essa confusão de linhas me deixa com o pé atrás, junto com os problemas que eu tenho com meu Moto X Force (que não são poucos, de longe eu posso dizer que foi o pior smartphone que eu já tive). Talvez trazer de volta a linha X vai servir apenas para queimar mais o filme da mesma... não duvido que em pouco tempo acabem lançando o X4 Play, X4 Plus e afins... complicado hein Motorola?
Sivaldo Ferreira
Isso é uma verdade, Moto X sempr foi o flagship da marca, mas a Lenovo com a ideia de entrar na China ou sei lá onde resolveu mudar todo o design para gosto dela, deixando pra mim todos os aparelhos com pouco beleza como era o caso do Style, até hoje pra mim apesar de pouca bateria o melhor aparelho da série X.
Sivaldo Ferreira
A Lenovo conseguiu matar a melhor linha que a Motorola já fez tive 4 Moto X Style hoje mudei para o Xiaomi Redmi Note 4x, pq todos os aparelhos da Motorola pra mim estão feitos e bateria horríveis, iPhone mais caro que Diamante, Samsung e LG nem de graça fui testar o Xiaomi tô aqui com 1 dia e 12h de bateria sem conectar o carregador. Se não tivessem mexido tanto no design da linha Moto X poderiam lançar um novo Style ainda mais bonito e mais completo que esse X4 café o som estéreo, kd a tela maravilhosa de 5.7, se tivessem trabalhado direito poderiam ter aproveitado o tamanho do Style feito uma tela por toda frontal ele teria eu acho uns 6.5 de tela mas com o corpo do mesmo tamanho, mas fazer o que quando outra empresa é quem manda né? Vamos ver os próximos lançamentos.
Sid

Será? Já testou outras? Aqui em casa usamos Motorola e Samsung. Não tenho do que reclamar do Moto G5 e nem vou comentar sobre a Samsung porque uso um top e estamos falando de intermediários. Mas posso lhe garantir que a assistência técnica da Samsung está muito boa. Já foi péssima, mas melhorou muito.

Sidney Piesco
Será? Já testou outras? Aqui em casa usamos Motorola e Samsung. Não tenho do que reclamar do Moto G5 e nem vou comentar sobre a Samsung porque uso um top e estamos falando de intermediários. Mas posso lhe garantir que a assistência técnica da Samsung está muito boa. Já foi péssima, mas melhorou muito.
Exibir mais comentários