No ano passado, o YouTube removeu milhares de vídeos que diziam ser voltados para crianças, mas que eram totalmente inadequados. Um deles mostrava o Mickey atropelado por um carro; outro tinha a Peppa Pig bebendo água sanitária.

Este ano, descobriu-se que o YouTube Kids — app que deveria filtrar conteúdo impróprio para crianças — estava recomendando teorias da conspiração. Isso inclui vídeos sobre Terra plana, “provas” de que o pouso na Lua foi forjado, entre outros.

YouTube Kids

Por isso, o YouTube Kids foi atualizado esta semana para limitar seu filho apenas a conteúdo aprovado por humanos.

Há um acervo de canais confiáveis sobre assuntos como artes, música, esportes e educação. Entre os parceiros, estão a Vila Sésamo e a UNICEF. Basta ir a Configurações de Perfil e selecionar o que a criança poderá ver. “Continuaremos adicionando mais parceiros no decorrer do tempo”, diz o Google.

Além disso, se você desativar a pesquisa no YouTube Kids — o que já era possível antes — seu filho só poderá ver vídeos de canais aprovados pela equipe do Google. Antes, o algoritmo podia recomendar qualquer conteúdo do catálogo, e acabava deixando passar teorias da conspiração.

E, “ainda este ano”, será possível escolher exatamente quais vídeos e quais canais ficarão disponíveis para seus filhos no aplicativo. O YouTube pede que, até lá, os pais denunciem vídeos impróprios.

Com informações: YouTube.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Baidu feat MC Brinquedo

É só montar uma playlist gigante (revisada) de tudo o que o filho pode assistir.

Dependendo da idade, dificilmente ele fugirá daquele pedaço.

Bernardo Rosenfeld M.

Era o que eu comentava sobre ter uma pré-aprovação por pessoas do que automático. Ao menos isso, já que pais largam de qualquer forma crianças com seus celulares, tablets e etc. Infelizmente o rumo do caminhar é sem volta, o mais necessário é ter cautela, mesmo que difícil.

Lucas Santos

De qualquer forma o filtro mais adequado ainda são os pais. Ainda recomendo tirar um tempo pra separar os vídeos adequados dos inadequados antes de seu filho assistir.