Início » Negócios » Tidal é acusado de atrasar pagamentos de royalties para gravadoras

Tidal é acusado de atrasar pagamentos de royalties para gravadoras

Por
1 ano atrás

O Tidal, serviço de streaming do rapper Jay-Z, não está em seus melhores dias do ponto de vista financeiro. Em dezembro de 2017, rumores indicavam que a empresa conseguiria se manter somente por mais seis meses.

Agora, uma nova informação pode aproximar ainda mais o Tidal de seu fim. Segundo o jornal norueguês Dagens Næringsliv, a plataforma está devendo alguns meses de pagamento de royalties a diversas gravadoras.

O débito também incluiria três meses de pagamentos não realizados às três maiores gravadoras do mundo: Universal, Sony e Warner. De acordo com executivos de uma gravadora e uma distribuidora da Noruega, os atrasos já chegam a seis meses.

Para piorar a situação, o Tidal ainda precisa responder às acusações de que estaria manipulando os números de reproduções de álbuns de Beyoncé e Kanye West.

O Tidal foi criado em 2014 por uma empresa norueguesa chamada Aspiro. No ano seguinte, Jay-Z pagou US$ 56 milhões pelo serviço. Ele chegou a afirmar que a Aspiro inflou os números e que queria parte do seu dinheiro de volta.

Com informações: The Verge.

Mais sobre: