Início » Gadgets » iPhone XS, XS Max, XR, Watch Series 4: o resumo dos lançamentos da Apple

iPhone XS, XS Max, XR, Watch Series 4: o resumo dos lançamentos da Apple

Tem pouco tempo? Resumimos o que há de novo nos lançamentos Apple Watch Series 4, iPhone XS e XS Max e o iPhone XR

Jean Prado Por

A Apple apresentou nesta quarta-feira (12), no Steve Jobs Teather, quatro novos produtos: o Apple Watch Series 4, mais fino, com tela maior e monitor de batimentos cardíacos, os novos iPhone XS e iPhone XS Max, também com tela maior e dois chips e o iPhone XR, em seis cores diferentes e com tela LCD para compensar os outros dois lançamentos mais caros.

Além disso, alguns rumores não se concretizaram: nada do tão esperado AirPower, novos AirPods, iPad com Face ID ou o MacBook Pro com tela retina. Ainda assim, a empresa também revelou a data de lançamento do iOS 12, macOS 10.14 Mojave e watchOS 4 e tvOS 12.

Resumo dos lançamentos da Apple

Tem pouco tempo? Tudo bem, aqui vai um resumão para você ler em 1 minuto:

  • Apple Watch Series 4: tem novo design com tela maior e mais fino, processador duas vezes mais rápido, alto-falante mais rápido e eletrocardiograma embutido. Custa a partir de US$ 399 e tem envio a partir de 21 de setembro nos EUA.
  • iPhone XS e iPhone XS Max: têm tela de 5,8 ou 6,5 polegadas, câmera melhor, processador mais rápido e mais inteligente, Face ID mais rápido, resistência contra água e poeira IP68 e disponível na cor dourado. Custam a partir de US$ 999 (iPhone XS) e US$ 1.099 (iPhone XS Max) e têm envio a partir de 21 de setembro nos EUA.
  • iPhone XR: tem tela LCD de 6,1 polegadas com Haptic Touch, mesmo processador e câmera do iPhone XS, mas está disponível em seis cores diferentes. Custa a partir de US$ 749 e tem envio a partir de 26 de outubro nos EUA.
  • Versão final de software: iOS 12, watchOS 5 e tvOS 12 saem no dia 17 de setembro, enquanto o macOS 10.14 Mojave fica para o dia 24 de setembro.

Apple Watch Series 4

Como esperado, a Apple aumentou a tela do Apple Watch Series 4, que agora está até 35% maior em relação à geração anterior graças a menores bordas laterais. O  relógio vem nos tamanhos de 40 mm e 44 mm, além de ter um corpo mais fino. Apesar disso, a empresa continua prometendo uma autonomia de 18 horas na bateria e de 6 horas de monitoramento contínuo.

O novo relógio tem uma CPU de 64 bits e dois núcleos, que podem oferecer até o dobro de desempenho em relação ao Series 3. Por dentro, ele também tem um eletrodo que é capaz de realizar um eletrocardiograma, exame médico que indica o ritmo dos batimentos do coração, em apenas 30 segundos.

Mais focado em saúde, o leitor de batimentos cardíacos consegue informar nível de oxigênio no sangue do usuário e o relógio tem um recurso para detectar quedas, útil para idosos. Toda a informação coletada é enviada ao app Saúde, que pode gerar um histórico em PDF com as medições.

Por fim, o alto-falante está 50% mais alto, a coroa tem um clique melhor e o relógio possui novas faces. O novo Apple Watch Series 4 está disponível por US$ 399 e a versão com GPS custa US$ 499, disponível nas cores prata, preto e dourado e com um novo acabamento preto, em cerâmica. A compatibilidade com as pulseiras antigas continua.

iPhone XS e iPhone XS Max

A Apple também anunciou o iPhone XS e iPhone XS Max, ambos com tela OLED Super Retina, taxa de atualização de 120 Hz, suporte a HDR10, Dolby Vision e tecnologia True Tone. A única diferença entre os dois é o tamanho da tela:

  • iPhone XS: 5,8 polegadas, resolução 2436×1125 pixels e 458 pixels por polegada. É menor que o iPhone 8 Plus, mas com 0,3 polegada a mais na tela;
  • iPhone XS Max: 6,5 polegadas, resolução 2688×1242 pixels e 458 pixels por polegada. É do mesmo tamanho que o iPhone 8 Plus, mas com 1 polegada a mais na tela;

Felizmente, a câmera nos dois celulares é a mesma. Uma tem 12 megapixels, abertura f/1,8 e a outra tem sensor de 12 MP e abertura f/2,4, que possibilita o zoom de 2x. As duas têm estabilização óptica de imagem. A frontal tem 7 MP e abertura f/2,2 para selfies.

Os dois iPhones XS têm 4 GB de RAM e um novo processador A12 Bionic com um chip de apenas 7 nanômetros. São seis núcleos de CPU, com dois de performance (até 15% mais rápidos e 40% mais econômicos) e dois de eficiência (até 50% mais econômicos). A GPU tem quatro núcleos e é até 50% mais rápida em relação à geração anterior. Por fim, há oito núcleos dedicados à aprendizagem de máquina no Neural Engine.

Os núcleos dedicados à inteligência artificial também devem melhorar a câmera. O processador de imagem digital combinado com o Neural Engine traz detecção de rostos e cena, redução de olho vermelho e um melhor modo retrato. Além disso, Smart HDR. Depois que a foto for tirada, você pode mudar a abertura de f/1,4 até f/16 (a tecnologia é via software).

iPhone com dois chips

O alto-falante está mais alto e o Face ID mais rápido. Na bateria, A Apple promete tem 30 minutos a mais no iPhone XS e 1h30 a mais no iPhone XS Max, todas em relação ao iPhone X. E, sim, agora temos um iPhone com dois chips. Eles funcionam com um eSIM e um cartão chip físico, mas a Apple deve enviar uma versão com dois chips físicos para a China.

Os iPhones XS e XS Max agora têm resistência contra água e poeira IP68, que protege até 2 metros de profundidade por 30 minutos; a geração anterior tinha proteção IP67, que tem uma cobertura menor. Os modelos são vendidos a partir do preço de US$ 999 para o iPhone XS e US$ 1.099 para o iPhone XS Max nas cores prata, cinza espacial e dourado. A capacidade de armazenamento é de 64 GB, 256 GB ou 512 GB.

iPhone XR

Para compensar os modelos mais caros, há o iPhone XR. Ele tem tela LCD de 6,1 polegadas e resolução 1792×828 pixels, o que a Apple chama de Liquid Retina Display. Ele não tem 3D Touch, mas sim o que a Apple chama de Haptic Touch, semelhante ao Force Touch do trackpad do MacBook Pro.

O processador é o mesmo A12 Bionic, mas o celular fica só 3 GB de RAM. A câmera é a mesma de 12 megapixels e abertura f/1,8 que a do iPhone XS; não há uma segura câmera, mas ainda assim faz fotos com modo retrato graças ao Neural Engine. A bateria tem 1h30 a mais de autonomia em relação ao iPhone 8 Plus, promete a Apple.

O iPhone XR está disponível nas cores preto, branco, azul, coral, amarelo e vermelho por US$ 749 na versão de 64 GB, mas também há versões de 128 GB e 256 GB, ainda sem preço revelado.

O que mais chamou sua atenção?

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Brunno Kayronn

e o OnePlus 6T é da Marca OnePlus da BBK.

Brunno Kayronn

Não é a Apple, eu mesmo uso um Iphone 8 Plus de 256GB e já estou cansado da mesmice. Apple não inova em Porra nenhuma, eu estava esperando esses lançamentos pra ver se tinha alguma coisa de diferente. Repetiu a mesma merda do Iphone X. Não compensa.

Rafael Moreira

A verdade que não quer calar, quero ver outras empresas de dispositivos android desbancando esse iPhone Xr em termos de preço. O aparelho é melhor que um iPhone X do ano passado, com tela maior que o iPhone Xs apesar de ser IPS. É um desafio para o Pixel 3, e Huawei P20 Pro que está para sair. Note 9 e S9+ já estão com os preços lá em cima. Posso estar doente, mais vejo esse iPhone Xr vendendo mais que os aparelhos top de linha com Android.

Bruno

realmente, vc tem razão. tão ruim que eu nem lembrava mais.

Bil

Fiquei com o 5s até o final do ano passado, minha mãe continua com o 5c e minhas colegas de trabalho continuam com o 5. Dá pra usar de boaça.

André Rodrigues de Jesus

Então o iOS 12, eles estão trabalhando para melhorar a questão de performance nos aparelhos mais antigos, isso foi dito em junho na WWDC

Felipe Augusto

Achei que era anúncio da honda xr xs só faltou a cilindrada

Luca

O meu 6S tem 3 anos de lançado e tá bem de boa. Mas não duvido que os próximos 2 anos apresentem uma queda exponencial de desempenho, hahah.

Vsoco

Caracas, Ios chegou aos 4 de RAM.

danielnbl

Pera, não teve "iPhone 9", e o entrada que é o XR que era pra ser mais barato entrou no lugar do entrada que era bem bom como o 8?

Gente? Ela vai só focar mesmo no XSs

André G

E o SE também saiu

André G

O mesmo foi com o animojis, só funcionavam no iPhone X mas a Apple usa a câmera frontal para fazer o reconhecimento de movimento do seu rosto, então poderia funcionar em qualquer iPhone.
O live photos só funciona em aparelhos com 3D touch, mas poderia funcionar no iPhone 6 ou SE, eles poderiam simplesmente criar outra forma de liberar a animação sem ser apertando forte.
Até mesmo os atalhos da home que usam o 3D touch poderiam funcionar sem o 3D touch.

Baidu feat MC Brinquedo

Meu CEO está morto, não quero voltar a ser só Status, só quero lucro!

Achas que tens o que é preciso para esvaziares meu estoque? CLICA AQUI!

avinicius

Acho errado comparar telas de proporções diferentes assim. A tela de 5,5" 16:9 do i8+ tem área maior que a 5,8" 19,5:9 do Xs.

http://www.displaywars.com/...

Alberto Prado

Se pá nem depois de 12 meses. Mas será que um iPhone depois de 5 anos de atualizações ainda é utilizável? Pelo que eu observo, não.

Exibir mais comentários