Início » Aplicativos e Software » Google permitirá desativar login automático no Chrome 70

Google permitirá desativar login automático no Chrome 70

Após críticas, o Google promete dar mais controle aos usuários no Chrome 70

Por
46 semanas atrás

Aparentemente, o retorno que o Google recebeu após incluir um login automático no Chrome não foi muito positivo. A empresa informou nesta quarta-feira (26) que fará ajustes na próxima versão de seu navegador.

No Chrome 70, os usuários terão uma forma mais fácil de “desativar a conexão do login na web com o login do navegador”. Assim, será possível proibir o Chrome de usar suas credenciais quando você entrar em um site do Google.

Google Chrome 70 permitirá desativar login automático

Segundo a empresa, o objetivo da mudança é oferecer mais controle aos usuários. O navegador seguirá com o login automático por padrão, mas a opção poderá ser desativada a qualquer momento na área de configurações.

Para algumas pessoas, o login automático no Chrome 69 foi apenas uma forma de o Google conseguir mais dados dos usuários. Afinal, ao logar um usuário, o navegador passou a exibir um botão que pode induzir à sincronização de informações como histórico e favoritos.

Pensando em evitar confusão, o Google também informou que vai atualizar o botão. Em vez de exibir o texto “sincronizar como”, ele mostrará “ativar sincronização”. A mudança deve esclarecer que a sincronização só será ativada quando o botão for clicado.

Sincronizar dados no Google Chrome 70

Enquanto a atualização do não chega, é possível seguir outro caminho para desativar o login automático. Acesse chrome://flags/#account-consistency. Em seguida, desative a opção Identity consistency between browser and cookie jar.

A próxima versão do Chrome ainda mudará a forma de lidar com cookies de autenticação. Hoje, mesmo que você apague os cookies, o navegador mantém alguns dados para permitir que o login em sites continue ativo. Com a mudança, você precisará logar novamente nos sites após limpar os cookies.

O Chrome 70 deve ser liberado no meio de outubro.

Com informações: Google, The Verge.

Mais sobre: ,