Início » Computador » Intel Xeon Cascade Lake é um processador com 48 núcleos

Intel Xeon Cascade Lake é um processador com 48 núcleos

Voltado a servidores de alto desempenho, processador Intel Xeon Cascade Lake AP tem até 48 núcleos e será lançado em 2019

Por
06/11/2018 às 15h24
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Um mês depois de revelar os primeiros processadores Core de nona geração, a Intel anunciou novos chips para servidores: a linha Xeon Cascade Lake Advanced Performance (ou Xeon Cascade Lake AP), como foi batizada, pode contar com até 48 núcleos em uma única unidade.

Intel Xeon

É um feito impressionante. Atualmente, os chips para servidores mais poderosos da companhia são os da linha Scalable Processor (também conhecida como Xeon SP), que contam com até 28 núcleos e 56 threads. Na nova linha, a tecnologia de fabricação continua sendo a de 14 nanômetros — chips da Intel com 10 nanômetros só devem aparecer no fim de 2019 (e olhe lá).

Mas o que a Intel fez para aumentar significativamente a quantidade de núcleos? O “Cascade” no nome dá uma pista: em vez de implementar múltiplos núcleos em um mesmo die, a Intel criou uma matriz de dies e juntou tudo em um único “pacote”. É como se o Xeon Cascade Lake AP fosse formado por vários chips. Trata-se de uma arquitetura de construção chamada Multi-Chip Package (MCP).

Não é uma abordagem inédita, vale destacar. A rival AMD já adota uma técnica parecida: os processadores Epyc são compostos por quatro matrizes, cada uma com oito núcleos, o que faz o chip como um todo ter 32 núcleos.

Curiosamente, à época do lançamento dos processadores Epyc, a Intel comentou que a abordagem de múltiplos dies da AMD poderia levar a inconsistências no desempenho ou a dificuldades de implementação nos datacenters.

Na verdade, a abordagem em questão aponta para uma diminuição do risco de inconsistências. Quanto maior uma matriz, mais chances existem de haver defeitos por conta do aumento expressivo da quantidade de transistores. O uso de matrizes menores em conjunto tende o reduzir o aparecimento de problemas. Esse é, provavelmente, um dos fatores que levaram a Intel a apostar no MCP.

É claro que o desempenho continua sendo um fator importante. A Intel afirma que os processadores Xeon Cascade Lake AP podem ser até 20% mais rápidos que os chips Xeon SP. Na comparação com os processadores AMD Epyc, o desempenho é até 3,4 vezes maior, ainda de acordo com a Intel.

Intel Xeon Cascade Lake

Os novos chips são preparados para lidar com grandes volumes de dados, como não poderia deixar de ser, razão pela qual podem trabalhar com até 12 canais de memória DDR4. Só não ficou claro se há suporte ao Hyper Threading, o que faria a quantidade de threads chegar a 96 por chip.

A previsão é a de que os primeiros chips Xeon Cascade Lake cheguem ao mercado no primeiro semestre de 2019, quando então deveremos ter mais detalhes sobre eles.

Intel Xeon E-2100

Outra novidade recente da Intel para o segmento é o Xeon E-2100. Ele é bem mais modesto que os chips Cascade Lake, mesmo assim, traz poder de fogo suficiente para servidores que lidam com aplicações não muito exigentes: o modelo conta com seis núcleos e 12 threads, além de suportar memórias com ECC (tecnologia para correção de erros).

Ao contrário da linha Cascade Lake, o Intel Xeon E-2100 já está disponível para os fabricantes.

Com informações: Ars Technica, VentureBeat.