Início » Aplicativos e Software » Google encerra acesso à interface do Fuchsia, substituto do Android

Google encerra acesso à interface do Fuchsia, substituto do Android

Google remove arquivos da interface Armadillo para seu futuro sistema operacional Fuchsia, que continua open-source

Felipe Ventura Por

O Google interrompeu o acesso à interface Armadillo de seu futuro sistema operacional Fuchsia. A empresa removeu 173 arquivos de seu repositório para código aberto. O sistema continua open-source, mas seu visual está sendo desenvolvido em segredo. Ele deve substituir o Android no futuro.

O 9to5Google notou que os arquivos responsáveis pela interface Armadillo foram permanentemente removidos do repositório Topaz, do Fuchsia. Isso ocorreu após uma mudança de código intitulada “O Armadillo desmaiou!”. (Esta é a palavra em inglês para “tatu”.)

Vimos a interface Armadillo pela primeira vez em 2017. Ela estava bastante crua na época, mas já indicava que o Fuchsia teria suporte a diferentes tamanhos de tela — o sistema é pensado para celulares e notebooks.

Alguns meses depois, ele já tinha evoluído bastante. A interface com Material Design é baseada em cards e possui integração com a busca do Google (claro). Havia apps pré-instalados como um navegador web, um player de vídeo e um reprodutor de música.

Com o tempo, o Fuchsia ganhou suporte a login com Google e se tornou mais rápido, fazendo boot em apenas 4,7 segundos no Pixelbook. Um botão circular na parte inferior permite voltar à tela inicial quando você abre um app; mas, ao deslizá-lo para cima, aparece a barra de busca e uma lista de sugestões inteligentes de conteúdo.

Google desenvolve interface do Fuchsia em segredo

Desde maio, o Armadillo não era mais a interface padrão do Fuchsia. Ele foi substituído pelo Ermine, pensado para desenvolvedores testarem aplicativos no novo sistema. Então, agora em dezembro, o Armadillo foi totalmente removido.

O 9to5Google acredita que a interface do Fuchsia provavelmente está sendo desenvolvida no repositório de código fechado “vendor/google”. Comentários públicos sugerem que o Google está preparando pelo menos três novos “shells” (ou interfaces): Dugonglass, Dragonglass e Flamingo.

O Google estaria planejando substituir o Android pelo Fuchsia em smartphones ao longo de cinco anos; o primeiro dispositivo deve ser lançado em 2021. O sistema não usa o Linux como base, e sim um kernel chamado Zircon (baseado no LK). Ele está sendo testado pela Huawei no Honor Play.

Imagens por 9to5Google

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Douglas Souza Luz

Sim, me expressei errado ao chamar o Flutter de linguagem :p, nem tinha reparado, valeu pelo toque. Quanto a Golang, acho dificil ela substituir o Java, pelo que eu conheço da linguagem ela tá anos atrás ainda. Mas, quem sabe, esse seja o incentivo que falta.

Cyro Farias

Na verdade o Flutter não é uma linguagem, é uma ferramenta. A linguagem usada nesse projeto é conhecida como Dart. E você está correto, sem dúvidas irão utilizar o Flutter para migrar os apps. Também acho que vão utilizar Golang para quem quiser programar nativamente no lugar do Java, que deu problemas para eles esses dias.

Eithy Khey

Tomara que chegue logo !

disqus_56QnZ5gcZj

disqus_86WK5wdNCL already

Leonardo Feelckins

boto muita fé nesse projeto fuchsia

Henry

Fuchsia tem tudo pra dar certo!!! Mas O que pode matar esse sistema vai se a demora em lança-lo.

Google já deveria ter começado esse sistema desde o Kit Kat,

tomara que saia pelo menos uma versão Preview em 2019.

Carlin

Com certeza, não falo no fim do Windows, mais que tem tudo pra causar um bom abalo, isso tem.

Sinho Gamer

Só se o

Carlin

Com toda certeza essa tem tudo pra ser a MAIOR jogada do Google no mercado mobile, se o Google se sair bem nessa investida tem tudo pra abocanhar uma grande parte do mercado de notebooks e até alguns pc's!
Oferece um integração onde "TUDO" funciona pode até causar uma especie de disruptura no mercado.

Baio-kun

Esqueceu da parte do 'acabar com toda exclusividade que tinha no SO'. Microsoft é a principal culpada da morte do WP, mas não a única.

Douglas Souza Luz

Eu já penso totalmente o contrário. A Google já ta preparando o terreno com o Flutter que provavelmente vai ser a linguagem padrão do sistema e vai estar muito madura até 2021 além de ser Open Source. O sistema vai ter suporte a Swift também, então migrar Apps do iOS vai ser fácil. Tem também o fato desse sistema corrigir os problemas de atualização do Android e, principalmente, livrar a Google de pagar milhões por ano pelo uso de códigos da Oracle e patentes de outras empresas.

Lucas Santos

Ou se criar exclusividade com uma fabricante que já cobre todos os níveis de smartphones que outras fabricantes possam oferecer, que deixe de oferecer atualização pra um aparelho que saiu faz nem um ano, impedindo inclusive a atualização dos apps na versão anterior...

Alexandre Salau

Porque fracassaria?

Baio-kun

Só vai fracassar se a Google se auto-boicotar, igual fizeram com o WP.

Daniel R. Pinheiro

Acho que esse sistema vai fracassar igual o Windows Phone. Se ao menos ver a luz do dia, claro...

Exibir mais comentários