Início » Internet » Facebook vai avisar páginas quando remover ou limitar posts que violam regras

Facebook vai avisar páginas quando remover ou limitar posts que violam regras

Facebook cria aba "Qualidade da Página" para avisar sobre posts que violam Padrões da Comunidade ou distribuem conteúdo falso

Por
34 semanas atrás

O Facebook está tentando ser mais transparente com administradores de página. A rede social vai avisar em uma nova aba “Qualidade da Página” quando remover posts por violarem os Padrões da Comunidade — envolvendo discurso de ódio, violência, assédio e nudez — ou quando reduzir a distribuição de fake news.

Foto por Thomas Ulrich/Pixabay

A partir desta quinta-feira (24), a aba “Qualidade da Página” mostra posts cuja distribuição foi limitada pelo Facebook por serem classificados como “falso”, “misto” ou “título falso” por verificadores independentes — no Brasil, isso inclui a AFP Brasil, Agência Lupa e Aos Fatos.

Além disso, o Facebook mostra os posts que foram removidos por trazerem conteúdo que viola os Padrões da Comunidade, incluindo:

  • discurso de ódio: ataque direto a pessoas com base em raça, etnia, nacionalidade, filiação religiosa, orientação sexual, gênero ou status migratório;
  • violência e conteúdo explícito: conteúdo que celebra a humilhação ou o sofrimento de pessoas reais ou animais, exceto para gerar conscientização (sobre violações de direitos humanos ou atos de terrorismo, por exemplo);
  • assédio: contato insistente e indesejado com alguém, ou ataques direcionados a uma pessoa (incluindo figuras públicas);
  • bullying: conteúdo para atacar e ridicularizar um indivíduo (exceto figuras públicas);
  • produtos controlados: conteúdo que coordene ou incentive a venda de drogas (exceto álcool e tabaco), armas de fogo (inclusive instruções para impressão 3D) e órgãos humanos;
  • nudez adulta e atividades sexuais, exceto para conscientização sobre uma causa ou por motivos médicos e educacionais;
  • apoio a organizações e indivíduos perigosos, como terroristas, assassinos em série e grupos de ódio organizado.

Existem outras possíveis violações de políticas, mas o Facebook está começando pelas regras listadas acima. No momento, a rede social não avisa sobre posts removidos por spam, clickbait (caça-cliques) ou violações de propriedade intelectual.

Facebook combate quem “dribla” remoção de páginas

Além disso, o Facebook está atualizando as políticas de reincidência. Isso significa que, se uma página foi removida por violar os Padrões da Comunidade, seu administrador terá mais dificuldade em criar outra página.

“Já há algum tempo temos uma política que proíbe as pessoas de criarem novas Páginas, Grupos, Eventos ou Contas semelhantes às que removemos anteriormente por violar nossos Padrões da Comunidade”, explica a rede social. No entanto, alguns tentam contornar essa regra usando páginas existentes — que eles já gerenciavam — para o mesmo propósito que a página removida.

“Agora, quando removermos uma Página ou um Grupo por violar nossas políticas, nós também poderemos remover outras Páginas e Grupos mesmo que esta Página ou Grupo específico ainda não tenha violações de políticas suficientes para sua remoção”, avisa a empresa.

Com informações: Facebook.