Início » Negócios » Kaz Hirai, presidente da Sony, anuncia aposentadoria após 35 anos na empresa

Kaz Hirai, presidente da Sony, anuncia aposentadoria após 35 anos na empresa

O executivo, que ocupou o posto de CEO por seis anos, passará a atuar como um consultor da Sony

Victor Hugo Silva Por

Depois de 35 anos, o presidente da Sony, Kaz Hirai anunciou sua aposentadoria. O executivo, que passou por vários departamentos na empresa, ocupa o atual cargo desde abril de 2018, quando foi sucedido por Kenichiro Yoshida na posição de CEO.

Hirai seguirá como presidente da Sony até 18 de junho para, em seguida, se tornar consultor sênior da companhia. O cargo deverá demandar menos do executivo, que acompanhará discussões internas quando for convidado.

Kaz Hirai chegou à companhia em 1984 (Foto: Rob Pegoraro/Flickr)

Apesar de todas as dificuldades com a divisão de smartphones, o período de Hirai nos cargos de chefia, especialmente como CEO, é bastante positivo. Quando chegou ao posto, em abril de 2012, a empresa havia acabado de terminar o ano fiscal com um prejuízo de 456 bilhões de ienes.

Em abril de 2018, quando Hirai deixou o cargo, o lucro líquido anual ficou em 490 bilhões de ienes. Nesse intervalo, a empresa passou a se concentrar principalmente em duas áreas: PlayStation e câmeras.

Kaz Hirai chegou à companhia em 1984, na divisão de música. Em 1995, em meio ao lançamento do PlayStation, transferiu-se para a antiga Sony Computer Entertainment (hoje Sony Interactive Entertainment). Em 2006, passou a chefiar a divisão, onde ficou até se tornar CEO da Sony Corporation.

Em nota, Kenichiro Yoshida, atual CEO da empresa, lembrou da participação de Hirai em mudanças na gestão desde 2013. “Enquanto ele vai se aposentar da presidência e do nosso Conselho de Diretores, estamos ansiosos para o seu contínuo apoio de alto nível para a administração da Sony”.

Hirai, por sua vez, disse ter conseguido garantir uma transição suave desde que saiu do cargo de CEO. “Decidi deixar a Sony, que faz parte da minha vida há 35 anos. Gostaria de agradecer calorosamente a todos os nossos funcionários e acionistas que me apoiaram nessa jornada”.

Com informações: SonyEngadgetThe Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gesonel o Mestre dos Disfarces

Se não não ganha os gondensháuers, aheuhauehuahue

ditom

Guedes disse que não pode. Tem de ter 40 anos de serviço!

Jairo ☠️

Por enquanto também , embora a Samsung já tenha perdido grande % de share em mercados como o chinês e hindu.

E dos Koreanos. Não dá pra ignorar a Samsung

Jairo ☠️

O mercado de smartphones é dos chineses com exceção da Apple

Tava mais que na hora sinceramente. Queria ver a Sony se reerguer no mundo Mobile.