Início » Aplicativos e Software » O que é Big Data?

O que é Big Data?

Saiba tudo sobre o que é Big Data, as suas características, como é usado por empresas e como isso pode melhorar sua vida

Por
18 semanas atrás

Muito se fala da grande quantidade de dados gerados a cada segundo, a partir de inúmeras fontes, e da importância de trata-los e usa-los para melhorar produtos e serviços, fornecer novas soluções, gerar lucro e melhor as nossas vidas. Neste artigo, você vai entender o que é Big Data e como isso pode ser usado a nosso favor.

Dados - Oracle / o que é big data

O que é Big Data?

Trata-se de um conceito simples de entender, a princípio: é o termo usado para a enorme quantidade de dados gerados a cada segundo, estruturados ou não, por empresas, produtos e serviços, e que são grandes demais e/ou complexos demais para serem analisados sem um tratamento prévio. Ou seja, dados em volume massivo.

Transações, compras, buscas na internet, redes sociais, streaming… cada uma dessas ações gera um dado. Analisando isso, é possível extrair padrões, insights e melhorar processos, ofertas e produtos com base no processo que tem melhor desempenho.

O Big Data possui cinco características principais, os “cinco Vs”:

  1. Volume: o volume de dados determina se pode ser considerado ou não Big Data;
  2. Velocidade: a celeridade que os dados são gerados, geralmente em tempo real;
  3. Variedade: os dados podem ser estruturados (organizados em planilhas, encontrados em banco de dados) e não estruturados (que não podem ser organizados em linhas e colunas como vídeos e comentários em redes sociais);
  4. Veracidade: a qualidade dos dados é importante para que sejam aproveitáveis;
  5. Valor: precisam ser monetizáveis para que o esforço em trata-los se justifique.

Como o Big Data pode ser usado?

As soluções tratam dados para extrair informações de diversas fontes: redes sociais, serviços, cotações na bolsa, notícias, etc. Elas são aplicadas em indústrias e corporações.

  • Reduzir custos;
  • Aumentar produtividade;
  • Reduzir o tempo;
  • Melhorar tomada de decisões;
  • Aumentar a margem de lucro.

Normalmente apenas humanos seriam capazes de tratar dados não-estruturados. Hoje, porém, sistemas já podem analisar entradas em pouco tempo e extrair informações valiosas.

No que o Big Data afeta a minha vida?

De muitas formas.

Pense num sistema de tráfego. Com soluções de Big Data é possível identificar um aumento no trânsito e diminuir o tempo dos semáforos para fazê-lo fluir mais rapidamente, de forma automática. A Microsoft e a UFMG possuem um projeto assim.

Sistemas de recomendações de sites e serviços como Amazon, Netflix e Spotify, que se baseiam em seus gostos e histórico de compra, também são bons exemplos. As aplicações são inúmeras e podem melhorar e muito a rotina do conumidor assim como as operações comerciais de empresas capazes que absorver e tratar esses dados.

Mais sobre: